Os melhores de 2012 na visão dos editores da Crunchyroll Brasil

Uma lista de cada editor da Crunchyroll Brasil do que lhes foi os melhores animes insaciáveis de 2012

Como um grande ano que foi, os amantes de anime já ficam na saudade de 2012 e daqueles títulos que se foram, mas que serão relembrados por muito tempo nas suas cabeças. Seguindo o exemplo da divisão estadunidense, os editores da área de notícias da Crunchyroll Brasil estarão expondo aqui as suas listas com os melhores títulos de 2012, tanto os que acabaram tanto os que ainda continuam a ser transmitidos, mas que sem sombra de dúvida marcaram o seu ano.

 

Esperamos que a lista sirva para quem esteja procurando por bons animes, quem precise de algumas indicações ou que simplesmente queiram ficar por dentro do que rolou em 2012, discutindo e citando dos seus prediletos. Comecemos então pelo editor cujo apelido na CR Brasil é Geinrendour:

 

5 - Uchuu Kyoudai



Como um fanático por histórias que prezem por narrar o cotidiano, suas possibilidades e impossibilidades (como poderão ver, este gênero compõe a maioria da minha lista), 2012 se provou um ano em especial e para relembrar. Uma dessas grandes surpresas foi Uchuu Kyoudai (ou como o título traduzido preferencialmente como Os Irmãos do Espaço). Narrando a história de dois irmãos japoneses em busca do espaço, não tive como não simpatizar com a animação.

 

Embora nada tão exuberante como outros títulos da lista, os traços simples combinaram com a atmosfera proposta e fez com que o efeito da obra sobre o telespectador (no caso, eu) me identificasse com os personagens, suas dúvidas e vitórias. Não obstante, devo reconhecer o trabalho do autor que conseguiu por vezes captar histórias do dia a dia (como o evento da sorte em certos episódios) que por mais bobos que pareçam, são coisas que podem vir a fazer com que muitos se reconheçam nos personagens. Caso ainda tenha assistido, vá em frente, pois o anime está disponível aqui na CR Brasil.

 


4 - Zetsuen no Tempest


 

Não havia saída, após ler a sinopse da história (sendo um estudante de Letras) já me enxerguei meio que fadado a gostar de Zetsuen no Tempest (que me arrisco a traduzir livremente como O Colapso da Civilização). Banhado a Hamlet, esta ficção traz para dentro da sua narrativa magos, bruxos, feiticeiros, sendo um anime épico. Talvez eu possa me arrepender de colocar este anime aqui tão precocemente, já que o final ainda se mantém distante. Enfim, com personagens complexos, assim como no Uchuu, uma qualidade de animação mediana, porém com uma trilha sonora realmente envolvedora, para 2012, Zetsuen no Tempest mostrou-se uma grande revelação para mim.

 


3 - Sakamichi no Apollon


 

Voltando a um anime que capte os momentos do cotidiano, neste, a história gira mais em torno de dois amigos muito improváveis que acabam dando certo. Unidos pela música (a boa!), a trama segue enquanto os desejos, as súbitas emoções dos jovens vêm à tona, sendo que é de muito se apreciar a forma como a animação lida e - principalmente - reflete os sentimentos e personalidades de cada um dos seus personagens. Tudo isto sem se esquecer da música. Os eventos finais podem não agradar e surpreender a todos, pois coisas mais inesperadas acontecem, mas, ao menos neste anime, o que prevalece é a amizade.

 


2 - Nekomonogatari (Kuro)


 

Para encerrar o ano com chave-de-ouro, a SHAFT nos entrega esta dádiva. Sempre admirei muito a produção (creio que mais famosa) deles, no caso, Bakemonogatari. Ansiosíssimo pelo filme e por apreciar tanto esta amarga, porém doce série, fiquei na expectativa por mais dela. Para a minha decepção, Nisemonogatari que chegou no ano passado, só me fez entristecer. Diferentemente de Bake, que sim, era apelativo, mas prezava o conteúdo e toda aquela filosofia, provocação, folclore e elementos culturais, Nise não entregou o que esperado. A mim mostrou-se só uma caixa registradora da empresa querendo faturar, todavia este é assunto para outra notícia.

 

Fazendo de 2012 um ano ainda melhor e difícil de ser batido, pude conferir Nekomonogatari e eu não poderia estar mais satisfeito. Claro que a SHAFT mantéu a sua apelação (que está intrinsecamente relacionada à série), mas entregou junto dela tudo aquilo que o Bake também fizera. Uma história relevante, descontraída, provocativa (não na maneira como as pessoas normais imaginem) e deitando e rolando na própria filosofia da série. Isto junto de uma admirável qualidade de animação e do competente estilo que só esta a marca Monogatari tem.

 

 

1 - Hyouka



Mal tenho palavras para definir o meu anime predileto de 2012. Já na pequena introdução, nos primeiros minutos, palavras mais sábias jamais foram ditas! *risos* Tendo sido o primeiro anime da KyoAni (ainda não assisti os famigerados K-ON, Clannad), cuja fama já me era familiar, fui totalmente pego de surpresa.

 

A história gira em torno da economia de energia de seu protagonista, à la Sherlock Holmes, Houtarou Oreki, e seus amigos na busca por solucionar diversos casos alheios, além de casos de si mesmos. O nível de detalhe, as frustrações, as personalidades (por mais que excêntricas), as cobiças e desejos deles não poderiam ser mais verossimilhantes, não apenas dentro da história, mas também além dela. Não quero mais dizer nada, um romance, uma história de detetive, mas mais que isto, Hyouka me foi a melhor animação de 2012.

 


Menções Honrosas: Another, Fate/Zero, Kuroko no Basket, Tsuritama, Hunter X Hunter, Shinsekai Yori


_________________________

 

Agora é a vez do Stipervetz comentar a respeito do que mais o agradou no ano de 2012.

 

Apresento-vos os meus animes predilectos do ano passado. Todos eles, ao meu ver, merecem ser mencionados por um número de razões e são, na minha opinião, os que mais se destacaram do resto.

 

Bora lá~   ヽ(*≧ω≦)ノ

 

Sword Art Online

 

Em último lugar está Sword Art Online. Por que SAO? Porque foi uma total desilusão excluindo alguns momentos aqui e ali durante os 25 episódios. Lamentavelmente foi tão popular que terá uma S2, o que provoca raiva, já que muitos outros animes que, ao meu ver, foram excepcionais parecem não ter uma segunda temporada em breve (para aqueles que estão a pensar que o anime é tão bom e ainda não tem S2, vão dar uma olhada em Koukaku no Regios). A trilha sonora de Yuki Kajiura é muito boa, mas ficou repetitiva depois de ser usada em quase (arrisco a dizer todas) as batalhas. As personagens parecem que só serviam o propósito de fazer o Kirito parecer mais legal, mais sombrio... A animação está presente, e é boa, mas não tão boa que faz abrir os olhos e sair com uma de "vish, nem a Gainax faz uma destas..."

 

Veredicto:

História - 2/10: Boa premissa... mas uma execução atroz da mesma.

Arte - 8/10: É bonitinho.

Trilha Sonora - 7/10: Yuki Kajiura.

Personagens - 1/10: Personagens? Quais personagens?

Prazer - 3/10: Gostei de criticar.

Geral - 2/10.


Continuemos...  。:゚(。ノω\。)゚・。


Highschool DxD

 

Bom dia, alegria! Eis o motivo pelo qual assisti à Highschool DxD. Este anime conta a história do Hyodou Issei, que é traído, morto, e ressuscitado como um demônio de baixo nível. A história e bem fraquinha, mas a arte, a animação (e os "extras") foram suficientes para manter um rapaz tão jovem como eu a assistir de inicio ao fim. Sem falar de que o tema de encerramento é, ao meu ver, o melhor do ano. As vinhetas antes e depois dos cortes comerciais são excelentes para fundos de tela no computador ou outros dispositivos móveis.

 

Veredicto:

História - 2/10: Quase nula.

Arte - 9/10: Bonitinho. Os "extras" ajudaram~

Trilha Sonora - 8/10: "STUDY x STUDY" por StylipS foi simplesmente fantástico.

Personagens - 3/10: Até as personagens do Crepúsculo conseguem ser mais interessantes

Prazer - 4/10: Aquele anime que vi para passar o tempo e apreciar a arte. Não voltaria a ver de novo.

Geral - 5/10.

 

Saltemos para o próximo! ☆*:.。. o(≧▽≦)o .。.:*☆

 

Kono Naka ni Hitori, Imouto ga Iru!

 

Estimados, vos apresento a Miyabi. Lembro de ter assisitido ao primeiro episódio e pensar, mais um anime típico com personagens tontas de peitos enormes que gostam do protagonista, o qual é, um completo retardado que sabe a resposta para 2+2, mas não sabe quando uma rapariga gosta dele. Mas... não foi isso que aconteceu. Kono Naka ni Hitori, Imouto ga Iru! foi transmitido simultâneamente aqui na Crunchyroll na temporada em que era lançado, e posso dizer que foi um bom anime para passar o tempo. A história é centrada no Mikadono Shougo, que sendo o herdeiro da empresa de seu pai e portanto vai estudar em uma academia que, aparentemente, só possui garotas como alunas, para se casar com uma delas, mas a sua irmã é uma delas? Mas qual? Será que ele consegue encontrar a sua esposa sem casar com a sua própria irmã? A caça à irmã foi muito engraçada e deixou aquela curiosidade insaciável de episódio a episódio.

 

Veredicto:

História - 6/10: O mesmo harém de sempre com um toque de originalidade.

Arte - 8/10: Como é de esperar de um harém, o moe do anime está bem presente.

Trilha Sonora - 6/10: StylipS.

Personagens - 5/10: Personagens típicas. Ao menos o protagonista não foi tão denso como pensei que seria.

Prazer - 6/10: Engraçado e conseguiu me manter curioso até o fim.

Geral - 6/10.

 

Próximo!!  ლ(╹◡╹ლ)


Poyopoyo Kansatsu Nikki


Pessoal, uma salva de palmas para o Poyo Sato - a fofurice mais fofa de todos os tempos. Poyopoyo Kansatsu Nikki é uma série de animações curtas (perto de 3 minutos cada episódio) que descreve os acontecimentos do Poyo, o gato redondo, no dia a dia junto da família Sato, que felizmente adoptou o bichinho. Gargalhadas e "d'awwwwww" em todos os episódios, histórias engraçadas aptas para todo o público. Para aqueles que adoraram êxitos como Chi's Sweet Home, não podem perder Poyopoyo Kansatsu Nikki.

 

Veredicto:

História - 8/10: Muito engraçado. Ao contrário de alguns animes curtos, este segue uma linha temporal, embora o desenvolvimento dos personagens, embora que pouco, seja aparente.

Arte - 9/10: Fofurice extrema.

Trilha Sonora - 6/10: Nada de especial.

Personagens - 7/10: Todos os personagens são adoráveis e conseguem desenvolver o carácter ao longo de 52 episódios. Isso nem existe em alguns animes de 25 episódios.

Prazer - 7/10: Poyopoyo Kansatsu Nikki foi o melhor anime curto que assisti até hoje.

Geral - 7/10.

 

Avante!  (✿◠‿◠)

 

Muv-Luv Alternative: Total Eclipse

 

Realmente não percebi por que quase ninguém gostou deste título. A sério. Muv-Luv Alternative: Total Eclipse conta a história da Takamura Yui, que lidera o projecto de extinção dos BETA depois de sofrer um terrível encontro contra os mesmos quando era mais moça. O anime está cheio de mecha, a animação é muito boa e a arte é das melhores. O show consegue manter a seriedade quando é preciso mas também pode ser tonto e largar as cenas de fanservice que parecem ser necessárias nos animes lançados recentemente (nos últimos 3 anos).

 

Veredicto:

História - 7/10: Gostei, mas não foi espectacular. Consegui me manter agarrado pelos 24 episódios, mas não fiquei esperando anciosamente pelo próximo episódio de semana a semana.

Arte - 9/10: Uma das melhores que já vi.

Trilha Sonora - 7/10: Nada de especial, gostei do primeiro tema de abertura, mas só isso.

Personagens - 7/10: Ninguém se destacou. Houve um pequeno crescimento psicológico nas personagens ao longo do anime, mas não foi nada surpreendente.

Prazer - 7/10: Foi divertido ver as cenas de luta com os mechas e tal, os fatos de combate das meninas foi um "mais" na minha lista. É difícil ser rapaz.  ┐( ̄ー ̄)┌

Geral - 7/10.

 

いくぞ!  ヾ(゚∀゚ゞ)

 

Nisemonogatari

 

Alguns vão me chamar de herege, tenho a certeza. Isso porque Nisemonogatari não foi o primeiro na minha lista mas o quinto... Tudo nesta série é bom, mas como é de esperar, achei muito parecido com Bakemonogatari (duh! É uma continuação!) e por isso... "perdi o interesse" não é bem o que eu quero dizer, é mais do tipo "foi bom conhecer mais sobre o resto das personagens e, em especial, sobre as Fire Sisters, Karen e Tsukihi." Continua a ser SHAFT... A típica cena em que uma das personagens inclina a cabeça, os diálogos extensos e por vezes rápidos, as dezenas de frases de texto em todo o episódio, a animação e a arte fazem da série *monogatari o favorito de muitos. Enfim... Vamos aos números~

 

Veredicto:

História - 9/10: Saber mais das personagens e receber aquela informação toda em cada episódio é mesmo fascinante.

Arte - 9/10: Estamos a falar de *monogatari, se faz favor.

Trilha Sonora - 8/10: Consegue ser captivante, por vezes.

Personagens - 8/10: Embora houvesse um certo desenvolvimento, gostei mais do crescimento das personagens em Bakemonogatari.

Prazer - 8/10: É SHAFT, quase impossível não gostar e se divertir ao assistir.

Geral - 8/10.

 

Four, Quatro, 四~  ┏(`ー´)┛


Chuunibyou Demo Koi ga Shitai!


Here be dragons. Só estou a brincar, mas parabéns a aqueles que perceberam a referência. Voltamos ao tópico e falamos da Kyoto Animation. A KyoAni já é conhecida pela arte e a animação empregada em todos os shows que eles fazem. Chuunibyou Demo Koi ga Shitai! conta a história do Dark Flame Master Togashi Yuuta a tentar esquecer a vida que ele teve quando sofria da síndrome do oitavo ano. Mas quando ele pensa que deixou isso para trás, conhece alguém que ainda sofre do mesmo e bem... já sabemos como acaba. 

 

Este foi uns dos poucos shows que conseguiram me captivar com a história, as personagens, a trilha sonora, a comédia, a arte, a animação. É esperado da KyoAni, mas nem sempre acontece (vejam o caso de Tamako Market). Ficou como quarto na minha lista, e isso só porque os outros três conseguiram ter um impacto muito maior em mim.


Veredicto:

História - 9/10: Muito boa mesmo, um pouco infantil para alguns, mas isso não deixa de tirar a excelência da mesma.

Arte - 10/10: KyoAni pegou a melhor nota possível, como esperado.

Trilha Sonora - 9/10: Os temas de abertura e encerramento são tão excelentes que garantiram a compra dos singles no CDJapan.

Personagens - 9/10: Realmente captivantes, houve um desenvolvimento notável e constante nas personagens ao longo do anime, a trama ficou muito boa mesmo e as atitudes reflectidas foram maravilhosas.

Prazer - 10/10: Mal podia esperar pelo lançamento dos episódios semanais.

Geral - 9/10.


Seguinte~  (*≧艸≦)


Shin Sekai Yori (Do Novo Mundo)


Apresento-vos as crianças do novo mundo. Como muitos de vocês já sabem, Shin Sekai Yori conta a história do declínio da humanidade depois da mesma se aperceber dos poderes sobrenaturais de telecinésia (Cantus) que eles possuem. O enredo é explicado maravilhosamente com foco em 5 crianças (inicialmente 6) que querem descobrir mais sobre as origens da sua civilização e o por quê de algumas atitudes e decisões dos adultos. Bora para a avaliação~


Veredicto:

História - 10/10: Absolutamente deliciosa, cheia de detalhes, inovadora, misteriosa, captivante. Excepcional!

Arte - 9/10: Adoro a arte e a animação da A-1 Pictures.

Trilha Sonora - 10/10: A música de fundo é completamente compatível com os acontecimentos em cada um dos episódios. O tema de encerramento é um dos meus favoritosa actuais.

Personagens - 9/10: Completamente interessantes, adoro as atitudes e poses que eles tomam perante as decisões e desafios à frente deles.

Prazer - 10/10: (Mal posso esperar pelo lançamento dos episódios semanais)²

Geral - 10/10.

 

K.A.W.A.I.I!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! (*ノωノ)

 

Kokoro Connect


FO-FU-RI-CE! E é que não esperava menos do sucesso da King Records e da Silver Link, Kokoro Connect é um dos melhores romances e dramas que já vi até a data. Devo admitir que a Inaban (Inaba Himeko) capturou meu coraçãozinho destinado às mulheres 2D e junto com as outras personagens fez deste anime um dos meus top 3 predilectos do ano 2012. O título conseguiu criar uma trama única, com personagens incríveis que conseguiram-se adaptar as dificuldades do fenómeno paranormal imposto neles pelo vilãozinho da história, e o mais importante, conseguiram manter as amizades intactas. Este anime consegue a atenção dos que assistem ao mesmo, fazendo com que se identifiquem com as personagens e que consigam acompanhar o desenvolvimento deles conforme as coisas começam a ficar mais complicadas. 

 

O drama está presente activamente ao longo de todo o anime, por isso não convém a aqueles que detestam assistir a séries intensamente dramáticas. Enfim, foi um anime encantador que voltarei a assistir dentro de uns meses.

 

Veredicto:

História - 10/10: Muito boa mesmo. Original, recheada de idéias interessantes e inovadoras.

Arte - 10/10: Esperei menos da Silver Link, mas tenho agora que pedir desculpas, pois fiquei muito contente pelo trabalho que fizeram na animação e o detalhe que pusseram na arte.

Trilha Sonora - 9/10: Gostei muito dos temas de encerramento e achei que a música de fundo nas cenas de suspense/drama foram perfeitamente escolhidas. No entanto, não foi o suficiente para garantir o 10.

Personagens - 10/10: Adorei as personagens, em especial a minha querida Inaban. O crescimento piscológico de todos à medida que eles experimentam as consequências dos fenómenos pelos quais sofreram foi esperado e não desapontou.

Prazer - 10/10: Irei assistir novamente. Realmente excelente!

Geral - 10/10.


Gritem KyoAni!   ヽ(*・ω・)ノ♪


Hyouka


Meus caros, isto era esperado e não devia ser surpresa para ninguém, já que Hyouka foi, é e continuará a ser um dos melhores animes de todos os tempos. Não há palavras que consigam expressar os sentimentos e a atividade cerebral que este anime consegue recriar em tão perfeita harmonia. Hyouka conta a história do Oreki, que entra no clube de literatura da sua escola à pedido da sua irmã. Ali ele conhece a Chitanda Eru, o Fukube Satoshi e a Ibara Mayaka. A Chitanda parece ser uma menina calma no início, mas quando algo lhe interessa, as duas palavras mágicas (わたし、 きになります!/ watashi kininarimasu!) que ela recita conseguem cautivar o Oreki e os outros para que todos investiguem e resolvam o mistério por trás da sua curiosidade. A colecção de livros criada pelos antigos membros do clube, chamada Hyouka (*hint!*) é a chave para resolver o caso acontecido há 45 anos atrás.

 

Veredicto:

História - 10/10: Simplesmente perfeita.

Arte - 10/10: KyoAni. Consegue misturar o moe com a seriedade do anime. Esplêndido~

Trilha Sonora - 10/10: Excepcional.

Personagens - 10/10: Captivantes, interessantes, emocionantes. Maravilhosos! ^^

Prazer - 10/10: Um dos melhores animes de sempre.

Geral - 10/10.

 

É tudo. (/ω\)

_________________________

 

Encerrando este artigo, temos o nosso colaborador Skarz que também dá a sua lista de melhores de 2012. Confira a seguir:


Sword Art Online


 

Anime que acabou se tornando muito popular. Lembro quando assisti o primeiro episódio, logo após o lançamento, fiquei louco para ver o próximo, com todo aquele negócio de "jogo online". No primeiro arco do anime não existiam praticamente reclamações ou odiadores do anime, todavia, bastou começar o segundo arco de SAO, o ALO que começou a balbúrdia. Porém, a minha opinião sobre o anime continuou intacta, continuaria assistindo até o fim e, com toda certeza, não me arrependi. Sendo que não tenho vergonha de dizer que chorei muito vendo este anime.

 


Ixion Saga DT


 

Desde que comecei assistir animes, sempre gostei mais do tipo de animes de humor, foi assim que descobri este anime. Certo dia estava sem nada para fazer, pesquisando sobre animes de comédia, logo, achei esta imagem, e na hora decidi que assistiria esse anime. Quando comecei a olhar cheguei a pensar que seria uma sátira de SAO, mas mudei de ideia ao longo dos episódios, não é uma sátira de SAO, porém mesmo assim vale muito a pena assisti-lo.

 


Tonari no Kaibutsu-Kun


 

Um dos melhores animes de romance que já assisti, o romance chega a ser meio fora do normal. Ao longo do anime, não sei quem se apaixonava mais, o Haru pela Shizuku ou eu pelo anime. O fato de, um anime de romance ter uma protagonista antissocial e fria foi umas coisas que levou este anime subir tanto no meu conceito. Acompanhar os 13 episódios de evolução dos dois personagens, no início o Haru era um "bobo" e "briguento" e, com o passar do tempo, foi se mostrando sentimental e ingênuo. A evolução da Shizuku também não pode ser esquecida, já que era uma menina que somente almejava sucesso dos estudos, mas depois de um tempo ela consegue revelar o amor que sente pelo Haru e com dificuldade também assume que sente ciúmes dele.

 

Um anime que não lida somente com a história amorosa, mas também envolve amizades, na qual todos os protagonistas tinham dificuldades em tê-la. Também não esquecendo do lado cômico do anime, que o faz incrível. Levando em conta que, o anime se passou numa época de enormes sucessos, com toda certeza ele conseguiu um lugar nos melhores da temporada de todos que o assistiram.

 


Poyopoyo


 

O que vou dizer sobre o Poyo? Lindo, gordo, fofo, incrível. Um anime de episódios curtos, pode ser considerado meio "sem noção", mas é bom para quem gosta deste tipo de humor, risadas do início ao fim.

 


Shin Sekai Yori


 

Para aqueles que gostam de mistério, deve ser assistido. Entrou na minha lista logo após assistir o primeiro episódio, porém considero o anime um pouco confuso. SSY é um anime que passa-se num futuro que parece passado (?). O anime se tornou polêmico por apresentar cenas homossexuais, cenas que, com o passar dos episódios, foram "esquecidas".

 


Another


 

Assisti o anime inteiro em uma só madrugada. Não sou a melhor pessoa para determinar o gênero do anime em terror e/ou suspense, porque foram ambos, ainda que eu ache que a história do anime foi mais puxada para o lado do suspense. "A Misaki é uma ótima aluna, carismática e querida por todos os alunos e professores, porém, certo dia, sofre um acidente trágico, morre e isso choca toda a escola, porém os colegas ignoram o fato de ela estar morta e começam a agir como se a Misaki ainda estivesse lá na sala de aula. A carteira dela ainda estava disponível na sala de aula. Na formatura daquela turma, o diretor reservou um lugar para a Misaki e na foto de formatura ela aparece ao lado dos colegas". Isto foi o que gerou uma lenda na escola e foi se passando através de gerações. Não posso negar que uma das coisas que mais me levaram a continuar assistindo o anime foram aqueles mudanças de cena, no meio dos episódios, que mostravam bonecas macabras e desmontadas.

 


Aesthetica of a Rogue Hero


 

Bom anime para passar o tempo, não faz muito tempo que comecei assistir, mas entrou para a minha lista de favoritos. Recomendo que não assistam somente pelo "ecchi" do anime, e sim pela história que acaba se mostrando bacana no decorrer dos episódios.

_________________________

 

Contas no Twitter: @_Eberson, @Stipervetz e @_skarz respectivamente.

 

É isto, pessoal, esperamos que tenham gostado e que as nossas indicações sejam proveitosas a todos vocês que podem ainda não terem assitindo alguns dos títulos citados.

 

Até mais!

Other Top News

26 Comments
Sort by: