Post Reply Você sente que algumas pessoas marcaram a sua vida de alguma forma?
Redator de Notícias
20573 cr points
Send Message: Send PM GB Post
33 / ブラジル/ペトロポリス
Offline
Posted 1/12/14 , edited 1/19/17
Parando pra pensar, aqui sozinho assistindo Oreimo novamente e vendo a Kuroneko falando, eu lembro de uma ex namorada que, por mais desastroso que tenha sido tudo, é inegável os lindos momentos que tivemos, e a cumplicidade que compartilhamos. Parte do que sou hoje eu devo à ela...



Eu também tive um amigo com quem compartilhava as pistas de skate, e quando ele foi embora para outra cidade, numa época em que os computadores nem tinham chegado direito (quanto mais internet), foi algo muito sentido por nós dois... Ainda hoje eu olho para meu skate (aposentado, pendurado na parede do quarto) e lembro dos muitos "kickflips" e ollie (4 skate high) que faziamos na época, e claro, alguns ossos quebrados :D

E você, também teve algum amigo ou namorada que marcou pro resto da vida?
1022 cr points
Send Message: Send PM GB Post
20 / M / Brasília
Offline
Posted 1/7/17
Meu irmão com certeza me marcou pro resto vida, a gente vivia brigando
Teve um dia que eu quis botar ele pra fora de casa porque eu estava irado (não me lembro bem o motivo), daí ele pegou uma faca e eu fiquei provocando ele, dizendo que ele não teria coragem e tals, tentei tomar a faca da mão dele e na hora com sangue quente nem senti, depois que começou sangrar que vi... então, ficou uma cicatriz, com certeza pro resto da vida
1859 cr points
Send Message: Send PM GB Post
M / Natal, Rio Grande...
Offline
Posted 1/7/17
Vários Momentos que nos fizeram aprender a crescer como humanos, mesmo cometendo os erros mais marcantes e, em alguns casos, deixando cicatrizes no fundo de seu âmago...
... mas é assim o livro da vida de cada um. Em que os erros forçam o aprendizado de acertos novos...

70 cr points
Send Message: Send PM GB Post
25 / F / São Paulo, Brazil
Offline
Posted 1/7/17
Acho que a vida é feita de idas e vindas e claro que algumas pessoas marcam algumas dessas passagens, porque tudo é uma lição, tudo vira lembrança e aprendizado. Tenho muitas pessoas que me marcaram e acho que se não as tivesse, talvez essa não seria eu. Tudo faz parte do que sou agora.
12986 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / São Paulo
Offline
Posted 1/18/17 , edited 1/19/17
Sério que o pessoal tá comentando um post sensível sobre pessoas queridas e marcantes com frases genéricas como "a vida é assim", "as pessoas vem e vão"? Credo, gente, se não é para adicionar algo de realmente expressivo para que se manifestar? Acho até desrespeitoso com um tópico tão emocional e confessional dessa maneira. Racionalização total de períodos da sua vida? O pessoal tá precisando entender que emoção não mata ninguém, não. Vamos comentar direito, né? Não é dando um puxão de orelha, mas já dando, mas o tópico serve para compartilhar histórias, sentimentos e momentos. Afinal, a nossa experiência é nossa vida mesmo e não uma mera avaliação sobre o mundo. Quem faz isso, sei lá, não tem com certeza meu bem querer nestes assuntos. E olha que adoro intelectualizar coisas. Até o meu cachorro quente eu problematizo se você der trela. -q

Enfim, pessoas que me marcaram? Depende, cara, se tem algo que me marcou foi minha primeira namorada. Como eu sou um cara muito emocional eu com certeza vou falar muito de muita gente, mas vou tentar reduzir aos principais. Tem gente que ainda está na minha vida e me marcou muito. Então, é sempre legal dar o devido crédito às pessoas que fizeram ser quem você é. Seja por bem ou por mal. Eu vou me concentrar nessa postagem na minha 'primeira namoradinha'. Pode até parecer clichê, mas continuem lendo. Vocês podem se surpreender do porque ela me marcou.

Soraya é um nome que me dá certa saudade. Ou melhor, que por muito tempo assombrou bastante meus pensamentos. Um tipo de paixão meio disparatada eu fiquei apaixonado loucamente por essa guria. Não sei o que me deu, apesar de ser um namoro superado, por anos à fio foi um negócio quase inconcebível o fantasma dessa menina na minha vida. Tenham em mente que meu primeiro namoro foi aos 17 anos de idade e eu nunca cheguei aos 'finalmentes' com essa guria. Nem um beijinho. Estava mais para uma paixão meio platônica. Exceto, que essa guria estava me correspondendo. Lembro bem de um dia que a gente ia se beijar, ela estava de pijama na minha frente e estava toda pronta para um beijo. Sei que foi a primeira vez que notei o que era feminilidade. Isso em frente ao portão de entrada (do lado de dentro da casa, que ficava no Cambuci, por sinal) e o pai estava atrás da porta de vidro que ficava logo na entrada da construção principal. Lembro que estávamos na parte do jardim em que havia a garagem e um monte de entulho no quintal. A casa era grande e velha. Mas, voltemos ao assunto. O senhor de uns 50 anos cravou aquele olhar matador em mim e, óbvio, que desisti de beijar a menina. Eu era bem inocente pra minha idade, fora que não estava nos melhores termos com a família dela por não fazer parte do mesmo grupo religioso dela. É difícil dizer isso, mas judeus são segregacionistas. Ainda mais com a história sofrida deles fica sempre reforçado esse comportamento setorizado. Isso foi bem marcante. No sentido negativo, claro. A questão é que esse evento foi bem 'traumatizante', mas não foi o único com toda a certeza que me marcou de modo assustadoramente vívido.

Qual foi a grande sacada dessa menina para ela me marcar tanto? O jeito dela. E falo pelas partes negativas, também, não só esse negócio de romance adolescente. Não se enganem, eu ainda acho que, talvez, pudesse ter sido uma das coisas mais maravilhosas do mundo. A menina era muito inteligente mesmo. Sarcástica em um nível abismal. Talvez, tenha sido a família dela que tenha me marcado. Toda desconjuntada, com severos problemas familiares. Vai saber. A questão é que era uma pessoa que constantemente me botava na linha, me dizia não pra tudo e era bem cruel comigo em certos pontos. Não vou dizer que eu não desse trela à essas atitudes. Eu costumava ser MUITO pentelho na minha adolescência e antes de começar a trabalhar eu era um pivete, um moleque insolente.

Acho que é isso por enquanto. Meio longa a história. Essa mulher dava uma história, uma crônica. Até porque quanto mais penso essa relação foi muito problemática, mas certamente dava uma crônica. Certamente tem gente que me marcou mais positivamente que ela, mas ainda assim eu preciso organizar isso tudo. Gosto de dar a devida importância às pessoas marcantes da nossa vida. Elas merecem. Sejam elas boas ou más memórias. Essa guria é algo meio acre-doce, amargo-azedo e uma mistura de inferno e céu. Bastante conturbada a minha relação com ela. Eu posso dizer isso.
12986 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / São Paulo
Offline
Posted 1/18/17

Beuzebu wrote:

Meu irmão com certeza me marcou pro resto vida, a gente vivia brigando
Teve um dia que eu quis botar ele pra fora de casa porque eu estava irado (não me lembro bem o motivo), daí ele pegou uma faca e eu fiquei provocando ele, dizendo que ele não teria coragem e tals, tentei tomar a faca da mão dele e na hora com sangue quente nem senti, depois que começou sangrar que vi... então, ficou uma cicatriz, com certeza pro resto da vida


O cara te marcou literalmente pra sempre. Que tenso, amigo.

Banned
4438 cr points
Send Message: Send PM GB Post
34 / M / São Paulo/SP
Offline
Posted 1/18/17

T1mered wrote:

Sério que o pessoal tá comentando um post sensível sobre pessoas queridas e marcantes com frases genéricas como "a vida é assim", "as pessoas vem e vão"? Credo, gente, se não é para adicionar algo de realmente expressivo para que se manifestar? Acho até desrespeitoso com um tópico tão emocional e confessional dessa maneira. Racionalização total de períodos da sua vida? O pessoal tá precisando entender que emoção não mata ninguém, não. Vamos comentar direito, né? Não é dando um puxão de orelha, mas já dando, mas o tópico serve para compartilhar histórias, sentimentos e momentos. Afinal, a nossa experiência é nossa vida mesmo e não uma mera avaliação sobre o mundo. Quem faz isso, sei lá, não tem com certeza meu bem querer nestes assuntos. E olha que adoro intelectualizar coisas. Até o meu cachorro quente eu problematizo se você der trela. -q
Eh por isso que nem me dei ao trampo de falar algo aqui pq eh como 2 brothers meus jah disseram são a sociedade e os valores que tem de mudar ñ nós,eu msm jah fui lgl d+ e soh tomei no cu u.u

12986 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / São Paulo
Offline
Posted 1/19/17 , edited 1/19/17

Yagami-chin wrote:


T1mered wrote:

Sério que o pessoal tá comentando um post sensível sobre pessoas queridas e marcantes com frases genéricas como "a vida é assim", "as pessoas vem e vão"? Credo, gente, se não é para adicionar algo de realmente expressivo para que se manifestar? Acho até desrespeitoso com um tópico tão emocional e confessional dessa maneira. Racionalização total de períodos da sua vida? O pessoal tá precisando entender que emoção não mata ninguém, não. Vamos comentar direito, né? Não é dando um puxão de orelha, mas já dando, mas o tópico serve para compartilhar histórias, sentimentos e momentos. Afinal, a nossa experiência é nossa vida mesmo e não uma mera avaliação sobre o mundo. Quem faz isso, sei lá, não tem com certeza meu bem querer nestes assuntos. E olha que adoro intelectualizar coisas. Até o meu cachorro quente eu problematizo se você der trela. -q
Eh por isso que nem me dei ao trampo de falar algo aqui pq eh como 2 brothers meus jah disseram são a sociedade e os valores que tem de mudar ñ nós,eu msm jah fui lgl d+ e soh tomei no cu u.u




Você fumou muito, cara? Me empresta esse baseado aí? A parte importante do post tá mais pra baixo. XD
70 cr points
Send Message: Send PM GB Post
25 / F / São Paulo, Brazil
Offline
Posted 1/19/17

T1mered wrote:

Sério que o pessoal tá comentando um post sensível sobre pessoas queridas e marcantes com frases genéricas como "a vida é assim", "as pessoas vem e vão"? Credo, gente, se não é para adicionar algo de realmente expressivo para que se manifestar? Acho até desrespeitoso com um tópico tão emocional e confessional dessa maneira. Racionalização total de períodos da sua vida? O pessoal tá precisando entender que emoção não mata ninguém, não. Vamos comentar direito, né? Não é dando um puxão de orelha, mas já dando, mas o tópico serve para compartilhar histórias, sentimentos e momentos. Afinal, a nossa experiência é nossa vida mesmo e não uma mera avaliação sobre o mundo. Quem faz isso, sei lá, não tem com certeza meu bem querer nestes assuntos. E olha que adoro intelectualizar coisas. Até o meu cachorro quente eu problematizo se você der trela. -q

Enfim, pessoas que me marcaram? Depende, cara, se tem algo que me marcou foi minha primeira namorada. Como eu sou um cara muito emocional eu com certeza vou falar muito de muita gente, mas vou tentar reduzir aos principais. Tem gente que ainda está na minha vida e me marcou muito. Então, é sempre legal dar o devido crédito às pessoas que fizeram ser quem você é. Seja por bem ou por mal. Eu vou me concentrar nessa postagem na minha 'primeira namoradinha'. Pode até parecer clichê, mas continuem lendo. Vocês podem se surpreender do porque ela me marcou.

Soraya é um nome que me dá certa saudade. Ou melhor, que por muito tempo assombrou bastante meus pensamentos. Um tipo de paixão meio disparatada eu fiquei apaixonado loucamente por essa guria. Não sei o que me deu, apesar de ser um namoro superado, por anos à fio foi um negócio quase inconcebível o fantasma dessa menina na minha vida. Tenham em mente que meu primeiro namoro foi aos 17 anos de idade e eu nunca cheguei aos 'finalmentes' com essa guria. Nem um beijinho. Estava mais para uma paixão meio platônica. Exceto, que essa guria estava me correspondendo. Lembro bem de um dia que a gente ia se beijar, ela estava de pijama na minha frente e estava toda pronta para um beijo. Sei que foi a primeira vez que notei o que era feminilidade. Isso em frente ao portão de entrada (do lado de dentro da casa, que ficava no Cambuci, por sinal) e o pai estava atrás da porta de vidro que ficava logo na entrada da construção principal. Lembro que estávamos na parte do jardim em que havia a garagem e um monte de entulho no quintal. A casa era grande e velha. Mas, voltemos ao assunto. O senhor de uns 50 anos cravou aquele olhar matador em mim e, óbvio, que desisti de beijar a menina. Eu era bem inocente pra minha idade, fora que não estava nos melhores termos com a família dela por não fazer parte do mesmo grupo religioso dela. É difícil dizer isso, mas judeus são segregacionistas. Ainda mais com a história sofrida deles fica sempre reforçado esse comportamento setorizado. Isso foi bem marcante. No sentido negativo, claro. A questão é que esse evento foi bem 'traumatizante', mas não foi o único com toda a certeza que me marcou de modo assustadoramente vívido.

Qual foi a grande sacada dessa menina para ela me marcar tanto? O jeito dela. E falo pelas partes negativas, também, não só esse negócio de romance adolescente. Não se enganem, eu ainda acho que, talvez, pudesse ter sido uma das coisas mais maravilhosas do mundo. A menina era muito inteligente mesmo. Sarcástica em um nível abismal. Talvez, tenha sido a família dela que tenha me marcado. Toda desconjuntada, com severos problemas familiares. Vai saber. A questão é que era uma pessoa que constantemente me botava na linha, me dizia não pra tudo e era bem cruel comigo em certos pontos. Não vou dizer que eu não desse trela à essas atitudes. Eu costumava ser MUITO pentelho na minha adolescência e antes de começar a trabalhar eu era um pivete, um moleque insolente.

Acho que é isso por enquanto. Meio longa a história. Essa mulher dava uma história, uma crônica. Até porque quanto mais penso essa relação foi muito problemática, mas certamente dava uma crônica. Certamente tem gente que me marcou mais positivamente que ela, mas ainda assim eu preciso organizar isso tudo. Gosto de dar a devida importância às pessoas marcantes da nossa vida. Elas merecem. Sejam elas boas ou más memórias. Essa guria é algo meio acre-doce, amargo-azedo e uma mistura de inferno e céu. Bastante conturbada a minha relação com ela. Eu posso dizer isso.

Sério que você tá julgando os outros comentários e escreve isso aqui? AUSHAUSHU plmdds. Se eu fosse chorar por relacionamentos e memórias aqui. Aí aí hahaha
Banned
4438 cr points
Send Message: Send PM GB Post
34 / M / São Paulo/SP
Offline
Posted 1/19/17 , edited 1/19/17

T1mered wrote:


Yagami-chin wrote:


T1mered wrote:

Sério que o pessoal tá comentando um post sensível sobre pessoas queridas e marcantes com frases genéricas como "a vida é assim", "as pessoas vem e vão"? Credo, gente, se não é para adicionar algo de realmente expressivo para que se manifestar? Acho até desrespeitoso com um tópico tão emocional e confessional dessa maneira. Racionalização total de períodos da sua vida? O pessoal tá precisando entender que emoção não mata ninguém, não. Vamos comentar direito, né? Não é dando um puxão de orelha, mas já dando, mas o tópico serve para compartilhar histórias, sentimentos e momentos. Afinal, a nossa experiência é nossa vida mesmo e não uma mera avaliação sobre o mundo. Quem faz isso, sei lá, não tem com certeza meu bem querer nestes assuntos. E olha que adoro intelectualizar coisas. Até o meu cachorro quente eu problematizo se você der trela. -q
Eh por isso que nem me dei ao trampo de falar algo aqui pq eh como 2 brothers meus jah disseram são a sociedade e os valores que tem de mudar ñ nós,eu msm jah fui lgl d+ e soh tomei no cu u.u




Você fumou muito, cara? Me empresta esse baseado aí? A parte importante do post tá mais pra baixo. XD
Eu ñ tow zoando,se for pensar bem faz td sentido pq td essa falta de empatia se deve a td essa inversão de valores e.e
E ñ falei sobre o que c passou pq sei que vai render treta aqui,vou falar em pvt assim que um brother meu parar de me empatar aqui no cel u.u
You must be logged in to post.