First  Prev  1  2  3  4  5  Next  Last
Post Reply Brasil - baixa representatividade em animes
Manjador de Licenciamento
26391 cr points
Send Message: Send PM GB Post
21 / M / Brasil
Online
Posted 5/9/14
Nem sei quem é EE hauahuahau.
Emfim, eu acho essas camisetas uma boa propaganda... Mas eles n vendem aqui no Brasil (só importando), eu usaria elas nos eventos que eu fosse...
20461 cr points
Send Message: Send PM GB Post
21 / M / Brazil, Recife - PE
Offline
Posted 5/9/14

Arkloust wrote:

A única vez que vi propagando do CR foi no UNITEDcast, que tem um uma quadro logo na pagina inicial do site e que continua lá em qualquer página, e no canal do youtube que em todo TOP o DS fala do CR no inicio do vídeo.


Sim, eu também vi, pena que o DS e os """TOPs""" são bem tristes.



Leorosado15 wrote:

Nem sei quem é EE hauahuahau.
Emfim, eu acho essas camisetas uma boa propaganda... Mas eles n vendem aqui no Brasil (só importando), eu usaria elas nos eventos que eu fosse...


EE-sama é basicamente um otaku, jogador profissional de dota e o time dele ( Cloud 9 ) é patrocinado pelo CR.
Portuguese Moderator
28122 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / Pernambuco/Alagoas
Offline
Posted 5/10/14 , edited 5/10/14

FabioLuz wrote:
Digam a verdade: se um anime com 12 episódios, lançado a menos de 2 anos, fosse lançado no Brasil com distribuição regular e por um preço duas ou até mesmo três vezes maior do que o pirata, com estojo de luxo e figmas, vocês não comprariam?


Na verdade eu não compraria não.

Eu não sou colecionador. O máximo que eu comprei foi o segundo filme de CCS que sai por um preço razoável na época e tinha uma qualidade boa. Mas não tenho dinheiro, espaço nem saco pra ficar colecionando box. Prefiro que sai aqui na CR, na Netflix ou em algum outro serviço do tipo, pois assim sai bem mais barato, ficar "armazenado" na nuvem pra eu assistir ou mostrar a alguém quando quiser sem perder a praticidade.

Mas se eu tiver dinheiro ainda queria comprar algumas figures independente de ter o anime.


Landreo wrote:
Não há, por parte das autoridades e pais, a dissociação de animes específicos para cada faixa etária como fazem com filmes. Imagina um anime como Madoka sendo vendido como um desenho de garotas mágicas como Sailor Moon ou Sakura Card Captors? Vai ter pai e mãe surtando ao ver menininhas fofinhas morrendo daquele jeito. E nem vou incluir outro anime como Mawaru Penguindrum que, basta alguém mais antenado e com raiva de animes para descobrir insinuações sobre incesto e pedofilia para tacar fogo e com o apoio dos evangélicos, que são os principais críticos deste estilo por verem "demonhos" em tudo.


Pois é a descriminação e a desinformação aqui são phodas. Até o sistema de classificação etária é deformado. Praticamente é formado apenas pelo sexualismo e gore da coisa.

Na verdade não duvido nada que se trouxessem Seitokai Yakuindomo classificassem como para 10 anos.


Guilherme_Hellequin wrote:

Acho que trailers dublados na TV aberta seriam uma boa forma de começar a expandir o mercado. Dá para ver pelo sucesso de Death Note que, embora exista um pré-conceito por ser desenho, também há muita gente que tendo um contato inicial com o conteúdo pode e vai dar uma chance àquilo. Propaganda é a alma de um negócio e hoje não se vê propagandas dos poucos DVDs de animes que temos. Ao que parece eles praticamente só contam com os sites de notícia do gênero para que alguém saiba que lançou o produto!

Parceria com as editoras para anunciar nos volumes de mangás e um destaque legal nas vitrines das livrarias e lojas especializadas ajudariam bastante também. Com um site de streaming como o CR então, nem se fala!





Leorosado15 wrote:

Também acho que falta propaganda do próprio Crunchyroll... tudo que vejo são uns baners em espanhol e só no site do CR....
Sem propaganda, tem muita gente que ainda não conhece o Crunchyroll, milhares de ventos de anime pelos país, até aqui no interior de São Paulo tem vários eventos e nunca vi ninguém falar nada do CR....
No México eles estão até sorteando assinatura em revistas dos gêneros e levam uma barraquinha do CR para vários eventos....Além de que cartões pré-pagos são vendidos em várias lojas por lá....


Tá ai outra coisa interessante.

Não sei porque aqui no Brasil o povo tem medo de fazer propaganda. Não só a CR. Mas home-video de animes também.

De fato, muita gente não compra, não testa, nem contrata porque sequer conhece.

Serve de dica pra CR BR aqui. Propaganda ainda é a alma do negocio viu!
Apenas ser citado em alguns blogs especializados, e colocar APP nos video games e dispositivos moveis é mto pouco. Tá bom de ampliar o espectro.


Vangola27 wrote:EE-sama é basicamente um otaku, jogador profissional de dota e o time dele ( Cloud 9 ) é patrocinado pelo CR.


Mas patrocinar é propaganda. Lá eles fazem aqui não. Por isso que a coisa aqui cresce a passos de tartaruga, praticamente por indicação e curiosidade apenas.
13013 cr points
Send Message: Send PM GB Post
Offline
Posted 5/10/14 , edited 5/10/14
Acho absurdo alguns falarem que fansubs é um mal ainda necessário!!
Agora que tem a CR-BR eles são desnecessários e tem que desaparecer?

É graças à esses fansubs que o pequeno mercado de otakus no brasil existe.
Se não fosse por eles, como ficaríamos sabendo da existência dos animes ou da oportunidade de assistir ou melhor, entender o que se passa nesses últimos 10 anos?
Como vocês sabem, animes com dublagem em português são praticamente nulas.
Eles só dublam animes que fizeram sucesso antigamente. Se dependesse só disso, nem a Crunchy BR existiria hoje.
Crunchy tem assinantes por causa dos fansubs, graças aos fansubs que o povo conhece essa cultura aqui no Brasil.

Fansubs são ainda necessários para o crescimento da cultura otaku no brasil e por consequência da Crunchyroll BR.
20461 cr points
Send Message: Send PM GB Post
21 / M / Brazil, Recife - PE
Offline
Posted 5/10/14

yuriccp wrote:


Vangola27 wrote:EE-sama é basicamente um otaku, jogador profissional de dota e o time dele ( Cloud 9 ) é patrocinado pelo CR.


Mas patrocinar é propaganda. Lá eles fazem aqui não. Por isso que a coisa aqui cresce a passos de tartaruga, praticamente por indicação e curiosidade apenas.



Vangola27 wrote:


Mas não é exatamente uma publicidade voltada para o grande público brasileiro. Se tivesse que sugerir, uma folhinha no final de alguns mangás que estão nas bancas seria bem mais efetivo e prático.


Eu entendi oque ele quis dizer, eu apenas queria fazer uma brincadeira mesmo.

Portuguese Moderator
28122 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / Pernambuco/Alagoas
Offline
Posted 5/10/14
Eu entendi q foi uma brincadeira. Mas ainda assim quiz usar o que você disse como um exemplo da propaganda que é feita lá e quase não é feita aqui.


dimdoposto wrote:

Acho absurdo alguns falarem que fansubs é um mal ainda necessário!!
Agora que tem a CR-BR eles são desnecessários e tem que desaparecer?

É graças à esses fansubs que o pequeno mercado de otakus no brasil existe.
Se não fosse por eles, como ficaríamos sabendo da existência dos animes ou da oportunidade de assistir ou melhor, entender o que se passa nesses últimos 10 anos?
Como vocês sabem, animes com dublagem em português são praticamente nulas.
Eles só dublam animes que fizeram sucesso antigamente. Se dependesse só disso, nem a Crunchy BR existiria hoje.
Crunchy tem assinantes por causa dos fansubs, graças aos fansubs que o povo conhece essa cultura aqui no Brasil.

Fansubs são ainda necessários para o crescimento da cultura otaku no brasil e por consequência da Crunchyroll BR.


Como eu citei já, os Fansubs são importantes sim e eles não são um mal não. Foram eles que praticamente expandiram o mercado de animes por aqui e graças a eles que a própria CR existe msm.

Na verdade reza a lenta que se os fansubers não existissem, boa parte da tecnologia de armazenamento, codificação e transmissão de vídeos não estaria onde está. Pois foram os fansubers de animes os pioneiros em praticamente tudo no que se refere a vídeos na internet, até hoje formatos novos como H.265 e VP9 são muito mais usados e testados em animes do que no resto das mídias.

E hoje eles ainda tem o importante papel de trazer animes desconhecidos pra cá e são eles que mantém o preço e a qualidade da CR sob controle já que não há muita concorrencia. Pois se abusarem aqui, o pessoal simplesmente corre de volta pra eles.

Mas temos que encarar a verdade. Fansub de anime licenciado no Brasil ainda é pirataria e se for deixada solta e fácil demais pode ameaçar serviços de distribuição online de animes legítimos como aqui na CR.

Um dos fatores legais da CR é que ela é pioneira é que ela não está apenas ajudando a distribuir animes, ela está ajudando as produtoras e mostrando a elas que existe um mercado potencialmente muito maior e rico do que apenas o Japão que o resto do mundo e isso pode mudar muita coisa no jeito que os animes fucionam.
Redator de Notícias
16123 cr points
Send Message: Send PM GB Post
42 / M
Online
Posted 5/10/14 , edited 5/10/14

yuriccp wrote:


FabioLuz wrote:
Digam a verdade: se um anime com 12 episódios, lançado a menos de 2 anos, fosse lançado no Brasil com distribuição regular e por um preço duas ou até mesmo três vezes maior do que o pirata, com estojo de luxo e figmas, vocês não comprariam?


Na verdade eu não compraria não.

Eu não sou colecionador. O máximo que eu comprei foi o segundo filme de CCS que sai por um preço razoável na época e tinha uma qualidade boa. Mas não tenho dinheiro, espaço nem saco pra ficar colecionando box. Prefiro que sai aqui na CR, na Netflix ou em algum outro serviço do tipo, pois assim sai bem mais barato, ficar "armazenado" na nuvem pra eu assistir ou mostrar a alguém quando quiser sem perder a praticidade.

Mas se eu tiver dinheiro ainda queria comprar algumas figures independente de ter o anime.


Yuriccp, só de você não contribuir com esses caras da perna de pau, do olho de vidro e da cara de mau já está ótimo. É como diz uma passagem da Bíblia: "Tudo lhe é permitido, mas nem tudo lhe convém". E digo mais: "A sua liberdade termina aonde começa a minha."

Vamos supor que exista um mercado substancial de animes no Brasil, como existe o de games. Eu compro animes originais, que pagam impostos, são elaborados com carinho para "colecionadores" e com isso ajudo a manter esse mercado. Agora vem outro e compra um anime pirata, sem capricho algum, sem extras, sem impostos, mas com um valor 30% menor do que o que eu paguei. Diga-me: quem é o esperto? E quem é o ladrão?



dimdoposto wrote:

Acho absurdo alguns falarem que fansubs é um mal ainda necessário!!
Agora que tem a CR-BR eles são desnecessários e tem que desaparecer?

É graças à esses fansubs que o pequeno mercado de otakus no brasil existe.
Se não fosse por eles, como ficaríamos sabendo da existência dos animes ou da oportunidade de assistir ou melhor, entender o que se passa nesses últimos 10 anos?
Como vocês sabem, animes com dublagem em português são praticamente nulas.
Eles só dublam animes que fizeram sucesso antigamente. Se dependesse só disso, nem a Crunchy BR existiria hoje.
Crunchy tem assinantes por causa dos fansubs, graças aos fansubs que o povo conhece essa cultura aqui no Brasil.

Fansubs são ainda necessários para o crescimento da cultura otaku no brasil e por consequência da Crunchyroll BR.


Dimdoposto, em momento algum desmereci o trabalho dos fansubs. Eu mesmo sou tradutor de um sub.

Mas, pense um pouco: os fansubs contribuem com algum centavo das doações que recebem para os estúdios que criaram o anime? É como se eu escrevesse um livro, desse para você traduzir, publicar e vender e você ficasse com todos os lucros. Também vejo páginas de lojas de animes que vendem a coleção completa do anime tal (Nar...) e embolsam o dinheiro para eles.

É por isso que coloco o CR no pedestal. Parte dos lucros VAI para a indústria dos animes. E aí eu contribuo com prazer. E privilegiarei toda a forma de obter meus animes de forma legal, sem dor de consciência (tem gente que nem sabe o significado da palavra consciência...)

Nem o CR é contra os fansubs, e nem eu também. O problema está em algo chamado "apropriação indébita", de ganhar dinheiro com algo que não lhe pertence. Fansubs devem trabalhar de graça, e não vir com conversa fiada de "precisamos de doação para manter o custo do servidor". Uma vez ou outra até dá para entender, por um momento de necessidade. Mas têm fansubs que estão constantemente com o chapéu estendido, dependendo da "caridade de estranhos".

Fansubs cobrem buracos que o CR, por problemas de licenciamento, não consegue tapar. É nesse sentido que eles são "um mal necessário."

Eles existem... mas o ideal, se quisermos MESMO ter um mercado significativo de animes como já tem o de games, é que eles não precisem existir.
13013 cr points
Send Message: Send PM GB Post
Offline
Posted 5/10/14
FabioLuz, se fosse tão fácil assim fazer o que você fala, todo fansub seria licenciado.
Nenhum fansub no Brasil teria condições de licenciar nem sequer um anime.
Eu mesmo nem sei por onde começaria.
Gostaria de saber, até já tentei entrar em contato com algum admin da CR-BR, mas nem sequer me responderam, nem parar dizer que é "proibido" falar, ou algo do tipo.

E doação em sites, ok. Agora vender DVDs, cobrar para baixar, assistir e etc, é algo totalmente abusivo.
Mas pedir doação, ou apenas colocar publicidades, eu não vejo problemas.
Afinal, quem vai clicar são os usuários e por livre e espontânea vontade.
E todo mundo sabe que não tem fansub que ganhe uma barbaridade a ponto de prejudicar a Crunchy ou até mesmo as produtoras japonesas.

E uma pergunta para algum moderador da CR-BR!

Criar um site e usar apenas os vídeos da Crunchy nele, o player próprio, haveria problemas?
Se não me engano, tem gente que é afiliado da CR e ganha % por vendas.
Criar um site para divulgar os episódios da Crunchy com o player/embed, e apenas ele, seria possível?
Assim no meu ver seria possível divulgar tanto a crunchy quanto vender as contas!
Redator de Notícias
16123 cr points
Send Message: Send PM GB Post
42 / M
Online
Posted 5/10/14 , edited 5/10/14
Dimdoposto, eu nunca disse que os fansubs licenciariam os animes que o CR não pode exibir. Eu disse que eles "cobririam o buraco que o CR, por problema de licenciamento, não poderiam cobrir.". Ou seja, continuaria tudo igual, eles continuariam legendando os animes e os exibindo sem problemas, desde que o fator $ não entre na história. Afinal, eles não podem pagar a licenciatura e nem têm essa permissão, mas por amor aos animes eles o fazem sem cobrar nada.

E, no caso de doações, se o Crunchyroll quisesse (ele não quer fazer isso, mas a lei permite), por ser um representante legalizado e que paga impostos, ele poderia solicitar aos sites que hospedam os animes legendados pelos fansubs que retirem as páginas do ar se isso se caracterizar como "apropriação indébita", ou seja, como saber aonde termina a doação dada de boa vontade, e aonde começa o pagamento pelo usufruto do anime? É por isso que é melhor os fansubs nem pedirem doações, porque pode-se ter esse tipo de interpretação legal.

Aconteceu algo assim a algum tempo atrás com o site Animeq, que saiu do ar. Rolaram boatos infundados de que o CR teria pedido a exclusão do site (mesmo nós sabendo que o Animeq não pede doações). Tal fato NÃO aconteceu, mas a partir do momento em que se tem um representante oficial, a lei permite que ele se manifeste dessa forma.
19419 cr points
Send Message: Send PM GB Post
22 / M / Minas Gerais
Offline
Posted 5/10/14

FabioLuz wrote:

Dimdoposto, eu nunca disse que os fansubs licenciariam os animes que o CR não pode exibir. Eu disse que eles "cobririam o buraco que o CR, por problema de licenciamento, não poderiam cobrir.". Ou seja, continuaria tudo igual, eles continuariam legendando os animes e os exibindo sem problemas, desde que o fator $ não entre na história. Afinal, eles não podem pagar a licenciatura e nem têm essa permissão, mas por amor aos animes eles o fazem sem cobrar nada.

E, no caso de doações, se o Crunchyroll quisesse (ele não quer fazer isso, mas a lei permite), por ser um representante legalizado e que paga impostos, ele poderia solicitar aos sites que hospedam os animes legendados pelos fansubs que retirem as páginas do ar se isso se caracterizar como "apropriação indébita", ou seja, como saber aonde termina a doação dada de boa vontade, e aonde começa o pagamento pelo usufruto do anime? É por isso que é melhor os fansubs nem pedirem doações, porque pode-se ter esse tipo de interpretação legal.

Aconteceu algo assim a algum tempo atrás com o site Animeq, que saiu do ar. Rolaram boatos infundados de que o CR teria pedido a exclusão do site (mesmo nós sabendo que o Animeq não pede doações). Tal fato NÃO aconteceu, mas a partir do momento em que se tem um representante oficial, a lei permite que ele se manifeste dessa forma.


Nesse caso do animeq, me contaram que o site fecharia por uma parceria entre o CR e a fansub. Há um tempo atrás, também teve um caso em que uma fansub pediu para o CR deixar de legendar um anime alegando "apropriação indébita", eu nunca entendi se aquilo foi burrice, provocação ou sei la o quê? Nunca soube o que aconteceu depois disso.
14111 cr points
Send Message: Send PM GB Post
25 / M / Em casa
Online
Posted 5/10/14
Dizer que os fansubs são um mal é bem radical. Eles ainda são mais do que necessários para que muita coisa encontre seu caminho pra fora do Japão. Mas também acredito que existe um limite para a atuação deles e alguns simplesmente ultrapassam ele e ninguém faz nada.

Contribuir para a manutenção do site é aceitável, afinal é um serviço grátis, mas como o FabioLuz disse, qual a fronteira entre contribuir livremente e cobrar pelo que faz? E se há contribuições, qual a necessidade de propagandas pelo adSense ou linkbee (e vice-versa)? Não creio que não existam grupos que deixam o olho crescer quando veem as doações chegando e deixam rolar solto para tirar algum "lucro" e isso já é mais do que passar dos limites!

Também não vou reclamar que legendem CDZ ou Yuyu Hakusho (entre outros) que já tem DVDs no território nacional porque todos sabemos como a qualidade deles não condiz com o preço e não é difícil estar "esgotado no fornecedor". Entretanto, qual a necessidade de legendar uma série que o CR está fazendo, quando o próprio libera para que o público não pagante veja, com apenas uma semana de atraso e algumas propagandas só?

Sabe, os fansubs em geral não são nem de perto um mal, mas alguns em particular são sim e longe de ser necessários. Acho que já era hora de começar a haver uma atitude mais ativa quanto a esses fansubs "erva daninha", mostrar que isso aqui não é terra de ninguém. Até porque, enquanto parecer que é bagunça muito pouca gente vai querer se arriscar a investir num mercado com uma competição tão injusta assim.
8584 cr points
Send Message: Send PM GB Post
19 / M / Rio de Janeiro
Offline
Posted 5/10/14 , edited 5/10/14
Esses textos gigantes!(que nem li todos)

Mercado de animes no brasil esta baixo,desvalorizado,esquecido,... ja li tanto isso que é como o Arkloust ''é um pouco irritante''...

Fansub é uma coisa q jamais deve ser extinta foi por causa de uma em especial que eu conheci a CR se n fosse ela talvez eu n tivesse conhecido esse site.

"muitas pessoas não preza a qualidade'' n acho que seja isso, nem todo mundo tem internet rapida ou um PC bom(no meu caso é o PC q nem tenho mais, estou escrevendo isso pelo PS3 LOL) para ver um anime em 1080 ou baixar a maioria só quer msm é ver o anime independente da qualidade(n estou insinuando q deve haver pirataria) a fansub é importante s e se tiver q defender tal eu defendo já q a CR-BR se pensar bem é muito nova e desconhecida,isto msm, desconhecida msm tendo toda essa qualidade.

o Arkloust tbm boto uma imagem diferenciando um otaku japa para um br, eu olhei aquela imagem deu uma nostalgia de mim antigamente fazendo a msm coisa e achei engraçado kkkkkk
19419 cr points
Send Message: Send PM GB Post
22 / M / Minas Gerais
Offline
Posted 5/10/14 , edited 5/10/14

shiiroe wrote:

o Arkloust tbm boto uma imagem diferenciando um otaku japa para um br, eu olhei aquela imagem deu uma nostalgia de mim antigamente fazendo a msm coisa e achei engraçado kkkkkk


Com o CR, agora não é mais necessário passar por isso mais, mas já vi gente que prefere passar raiva do que assinar.
Portuguese Moderator
28122 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / Pernambuco/Alagoas
Offline
Posted 5/10/14
Eu sou um kra que ja tá ficando velho, chegando no meus 30 anos.

Quando eu comecei a pegar animes em fansubbers era com uma fita K7 velha que eu emprestava pra um amigo meu pra ele copiar e ainda lembro bem que tinha a seguinte legenda no inicio:

"Não venda, nem alugue este anime, feito de Fans para Fans. Se gostou e tiver oportunidade compre o original"

Essa frase marcou os Fansubber por anos. Acho que até hoje é colocada nos animes subados pela ANSK.

Nessa época, a internet era novidade, e o pessoal começou usando o mIRC para conseguir, legendar e distribuir os animes entre si. Ninguém ganhava nada por isso não, pelo contrário, gastavam boa parte de sua banda de conexões discadas para distribuir os animes e perdiam seu tempo legendando apenas para trocar animes entre si e para discutir sobre os animes que gostavam.

E com isso ganharam o título de Fansubbers, ou seja, os fans que legendam e distribuem para outros fans, dai nasceu a famosa frase "De fan para fan".

E com o passar do tempo, com a evolução da tecnologia a coisa foi melhorando. Os canais do mIRC, viraram fóruns com torrents, grupos de amigos que legendavam juntos viraram pequenos sites e blogs de fansubers, depois vieram os sites de compartilhamento de arquivos que eram perfeitos para colocar os episódios pois o limite de espaço era bem perto do dos episódios e a coisa foi evoluindo.

No começo ninguém tinha nenhum problema não. Nem mesmo moral, pois mesmo se alguns chamassem o hobbie de pirataria, ninguém se importava não, pois os autores não eram prejudicados, já que exceto pelos fansubers, todos aqueles animes nunca chegariam no Brasil de forma legal mesmo e eles não o faziam para ganhar dinheiro era apenas para curtir junto com todos a mesma diversão de se assistir a um bom anime.

Mas então, com a facilidade de se copiar, postar e copiar os episódios na internet começou o problema. Muitos sites que se diziam Fansubers começaram a copiar ou legendar animes que estavam sendo transmitidos no Brasil. E pode não parecer. Mas a maior parte dos grupos de Fansubbers eram contra a isso, pois o sonho de muitos era que seus animes prediletos viessem ao Brasil de forma legal para todos assistirem.
Mas apesar disso ainda era "aceitável" por muitos, já que tínhamos muito descaso pelas transmissoras com os animes que tinham (falta de investimento, demora excessiva em dublagens, censura, cortes de transmissão e todo tipo de descaso). Mas já sabíamos que a partir daquele ponto a coisa já estava ficando errada.

Só que a coisa ainda piorou. Alguns grupos de "Fansubbers" já começaram a atolar propagandas demais nos sites, copiar o trabalho de outros grupos, a fazer serviço de venda de box, a pedir doações em troca de legendas, contas VIPs, fazer fastssubbers porcos apenas para entregar logo e conseguir mais "doações" e por ai vai.

Ai começou a haver a divisão entre os Fansubers e o piratas. Muitos grupos de Fansuber reclamaram inutilmente porque tinham seu trabalho copiado e vendido, que muitos destes novos "fansubers" estavam deturpando a ideia do "fan para fan" ao ganhar dinheiro em cima e ao postar animes licenciados.

E começou o declínio dos verdadeiros Fansubers. Muitos desistiram e fecharam de desanimo ao ver seu trabalho de "fan para fan" sendo copiado e vendido, outros fecharam devido a mudança do publico vinda com os piratas, pois começaram a verem muitos Lechers baixando, sobrecarregando e aumentando o custo dos links e poucos fans ficando comentando e curtindo, e assim foi seguindo até chegar onde estamos.


Ainda existem grupos de verdadeiros Fansubers que se preocupam em compartilhar animes que não são licenciados e não tentam ganhar dinheiro com isso.
Muitos dos animes que assisto e não estão aqui na Crunch ainda eu vejo por eles.
Mas toda vez que eu vejo em algum lugar, algum site, cheio de propaganda, doe, seja VIP, compre o box que entregamos em sua casa, os mesmos animes que temos aqui na CR, eu fico triste porque isso não é mais um fansuber. Mas sim um pirata aproveitador.
Redator de Notícias
16123 cr points
Send Message: Send PM GB Post
42 / M
Online
Posted 5/10/14
Yuriccp, excelente o seu texto. Para mim infelizmente acabou-se aquela época romântica dos fansubers que faziam isso por amor aos animes e que atravessavam dificuldades para proporcionar aos fãs animes legendados com a máxima qualidade possível.. Ainda existem fansubs assim, e muitos até, mas alguma coisa se perdeu no meio do caminho.

Como muita gente está interpretando errado o sentido de "mal necessário", acho que seu texto foi muito procedente.

Os fansubs nunca irão acabar, isso é fato. Até nos EUA, aonde o mercado de animes comercializados é um pouco significativo, eles existem. Ninguém quer a morte dos fansubs. Mas queremos separar o joio do trigo, é pedir muito isso?

Chega de pedidos de doações atreladas com banners e mais banners de propaganda, tapando a exibição do anime e poluindo a tela. Para tudo tem um limite.

Se não fosse pela ganância humana, eu até acreditaria nas boas intenções deles. Mas, como já postaram anteriormente, quando a conta bancária começa a crescer por conta das doações, o foco se perde e o que deveria ser um trabalho "de fã para fã" acaba virando "apropriação indébita".

E, sinceramente, gostaria que os fansubs, se não morrerem de todo, pelo menos tenham suas atividades diminuídas. Isso vai querer dizer que eles não são mais um "mal-necessário", que os brasileiros terão poder aquisitivo para comprar seus animes online ou em lojas físicas, ou vão preferir o streaming, mas tudo de forma legal. E que o mercado de animes, antes uma ilusão sem perspectiva, já começa a andar com as próprias pernas.
First  Prev  1  2  3  4  5  Next  Last
You must be logged in to post.