First  Prev  1  2  3  4  5  Next  Last
Post Reply O governo japonês decide "exterminar" sites ilegais de streaming.
9878 cr points
Send Message: Send PM GB Post
19 / M / Brasil
Offline
Posted 7/29/14
Hoje de manhã estava dando uma fuçada em alguns sites de notícias e esbarrei nisso. Parece que o governo japonês pretende acabar com os sites de fansub ao redor do mundo com a ajuda de grandes marcas como a Viz media e outros. O governo japonês também decidiu lançar um site oficial de streaming global.

Será que da certo?
12317 cr points
Send Message: Send PM GB Post
17 / M
Offline
Posted 7/29/14
Eu acho quase impossível acabar com os sites de streaming ilegais, desde que eles disponibilizem alguma alternativa não vejo como algo problemático...
14190 cr points
Send Message: Send PM GB Post
20 / M / rio de janeiro
Offline
Posted 7/29/14
acaba acho que não acaba mas eu apoiaria a ideia como apoio o crunchyroll
Posted 7/29/14 , edited 7/29/14
Não dá para eliminar totalmente, mas se colocarem um conteudo como os fansubs, na questão de ser rápido e bem acessivel, diminui bastante. O crunchyroll não tirou o conteudo dos fansubs daqui, mas mesmo assim trouxe vários assinantes com agilidade e disponibilizando  o conteudo em diversas plataformas. É o que eu acho
20461 cr points
Send Message: Send PM GB Post
21 / M / Brazil, Recife - PE
Offline
Posted 7/29/14
Quando fizer um tópico desses, deixa fontes por favor.

Site de streaming =/= de fansubs.

E mesmo assim, eles não têm poder o suficiente para ter controle TODOS os fansubs globais.
8584 cr points
Send Message: Send PM GB Post
19 / M / Rio de Janeiro
Offline
Posted 7/29/14
Como é coisa do japão eu não duvido nada em ''extermina'' todos mais acho que, para eles fazerem isso, esse site oficial de streaming global tem que ser um grande site que passe todos os tipos de animes e que também fação uma baita divulgação porque é capaz deles perderem um grande publico que não tem esse tipo de informação (sendo verdadeira ou não).

Fansub pra mim ainda é uma coisa necessária já que nem todos os países tem um site que legaliza igual ao crunchyroll e nem é só por esse fator, os sites que legaliza são menos conhecidos que os Fansubs.
Redator de Notícias
15123 cr points
Send Message: Send PM GB Post
42 / M
Online
Posted 7/29/14 , edited 9/6/14
Amigos, para mim isso é fumaça sem fogo.

Se vocês procurarem a fonte da notícia em veículos oficiais encontrarão o NHK News mas nada garante que a medida terá alcance global.

Melhor a fazer é aguardar e ver até aonde isso vai dar.

Em todo o caso, a Crunchyroll.pt já publicou a matéria sobre o assunto:

http://www.crunchyroll.com/anime-news/2014/07/29-1/governo-japons-comea-ao-antipirataria-no-prximo-ms
11346 cr points
Send Message: Send PM GB Post
17 / M / Góias
Offline
Posted 7/29/14 , edited 7/29/14
Pela notícia só a China conseguiu 560 Bilhões de Yenes no mercado pirata de animes enquanto o Japão não lucrou 1 centavo com esses vídeos online, isto estamos citando apenas a China.
Muitas pessoas lucram muito com os animes grátis que pegam por aí, mas em troca disto, os animes vão perder muita divulgação, vão diminuir drasticamente o número de pessoas que veem animes, pois muitos dão uma olhada por passa tempo mesmo, e acho que eles não iam perder muito tempo procurando um site e ainda pagar para vê-lo apenas quem gosta mesmo.

Bom, mas pelo menos agora, talvez o Brasil entenda que os animes dão dinheiro, e talvez façam alguma coisa, e também acho até melhor, as pessoas vão valorizar mais os animes pelo menos ^^ temos o exemplo da crunchyroll, com isso agora acredito que ela vai se expandir muito, mas muito mesmo.

Bom, vamos ver oque vai dar.

9318 cr points
Send Message: Send PM GB Post
22 / M
Offline
Posted 7/29/14
Acho que alguns devem mas é muito fácil para o governo retirar os arquivos dos servidores, como vocês sabem esses sites de upload tipo "Mega, Uploaded e etc." deletam os arquivos para não serem processados, porque são empresas.

Quando a pessoa contrata um servidor e domínio próprio, o servidor não é responsável por nada alem de guarda os arquivos e manter eles online e não são obrigados a deletar nada dos servidores dos clientes, quando alguém ameça processar e tal eles encaminha tudo para o cliente responsável pelos arquivos e o cliente se resolve com o governo ou a empresa em questão.

O problema é que da para mascarar quem é o cliente e isso complica para o governo entrar em ação, mas se eles pressionarem o servidor que esta guardando os arquivos eles acabam cedendo para não entrar em conflito judicial "que perderiam" mas ai depende de cada país se o servidor estiver nos EUA é bem mais fácil tirar do ar do que na Europa
Portuguese Moderator
28122 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / Pernambuco/Alagoas
Offline
Posted 7/29/14 , edited 7/6/15
Aff...

O problema de politicos e cartolas é sempre o mesmo, eles nunca aprendem...

No inicio os cartolas da música caçaram o Napster. No fim, conseguiram quebrar ele. Mas como conseqüência nascera, outras 20 alternativas a ele, melhores, mais rápidas e com muito mais conteúdo. Ou seja, piorou!

Depois, resolveram caçar os consumidores da pirataria, processando-os. Mas foi inútil, tiveram um trabalho e um custo enorme e sem retorno com advogados e a pirataria continuou aumentando. No fim, conseguiram fazer com que os consumidores migrassem para o Bittorrent, que era muito mais organizado, agora dava pra baixar um discografia inteira pronta, nem o trabalho de organizar as musicas se tinha, além disso o Bittorrent usava criptografia e embaralhamento de rede para proteger os usuários o que impedia os processos.

A coisa só tomou jeito, quando Steve Jobs usou sua ninji... genialidade e apareceu com o iTunes e acabou com a safadeza simplesmente vendendo um serviço melhor que a pirataria e barato o suficiente pra valer a pena. E olhe que ele teve de brigar com gravadoras, pois elas não queriam vender todas as musicas barato. Pois ele sabia que se vende-se as musicas mais caro a galera iria só ignorar e piratear como sempre. Mas elas custaram a entender.

No fim, depois de muito quebrarem a cara, elas passaram a aceitar e agora vendem as musicas a preços justo e até licenciam serviços de musica em streaming online e até off-line como o Spotify para não perderem mais dinheiro com a pirataria.


Mesma coisa aconteceu com os filmes e séries de Holywood, só que esses caçaram os sites de torrent, que por sua vez, apenas passaram a usar servidores e registros de outros países fora do alcance de processos para resolver o problema.

Dai os "espertos" (Megaupload, Rapidshare e cia) começaram a querer explorar comercialmente a pirataria e começaram a fornecer espaço para armazenar e disponibilizar arquivos independente do conteúdo na internet. Dai os cartolas de Holywood se emputeceram mais ainda e caçaram o MegaUpload. Mas no fim, como sempre a coisa só piorou.

Assim como os torrents, eles simplesmente começaram a colocar os servidores em locais onde a legislação americana não os alcançassem e passaram também a criptografar os dados (Mega) e as conexões e passaram a simplesmente dizer que não tinham mais nada haver com o conteúdo postado, já que como a criptografia era de posse do usuário, eles não sabiam, não queriam saber e tinham raiva de quem soube-se dos conteúdos que colocassem em seus servidores. Assim, tiraram o deles da reta.

Ao mesmo tempo, os mesmos figurões de Holywood, forçaram o congresso NA a tentar aprovar uma lei rigorosíssima contra a pirataria. Mas mais uma vez quebraram a cara quando a população viu e começo a protestar e os politicos voltaram atrás para não arriscar a própria cabeça com isso nas eleições.

No fim, apareceu o Netflix, e parece que agora, finalmente eles estão começando a entender como realmente funciona o negocio.


Agora não é possível que as produtoras e o Governo Japonês vão fazer a mesma besteira que os norte americanos fizeram e vão gastar dinheiro e tempo combatendo a pirataria do mesmo jeito.

Já digo logo. No fim, vai dar no mesmo, ao invés de diminuir, como dizia o Raul Seixas, vão fazer como a mosca na sopa, vão matar umas, pra tentar diminuir, para no fim virem para outras 20x mais no seu lugar, com tecnologias e técnicas melhores que vão piorar ainda mais a situação.


Pirataria não é um problema criminal, é econômico, você só ganha dela tornando-a inviável. Ou seja venda seu produto por um preço justo que não vai valer a pena piratear!

Ao invés de pegar o dinheiro que vão gastar combatendo ela, eles precisa é investir em licenciar seus produtos em sites de streaming legais com qualidade, condições melhores do que qualquer streaming pirata e com preços justos! Assim o povo para de consumir a pirataria e vão usar o legal porque ele simplesmente vai ser melhor!


Não entendo, depois de tanto tempo, como tem tanta gente no mundo tem dificuldade de entender algo tão obvio! Não é preciso ser um gênio como Steve Jobs e outros para perceber isso.
19018 cr points
Send Message: Send PM GB Post
26 / M / Lages
Offline
Posted 7/30/14
pelo que parece saiu a dita cuja lista que eles irão atrás

https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfp1/t1.0-9/p526x296/10352888_318077751688865_4683960891920196708_n.jpg
Redator de Notícias
15123 cr points
Send Message: Send PM GB Post
42 / M
Online
Posted 7/30/14 , edited 7/30/14
Atualização importante:

Segundo o METI não serão 580 sites notificados e monitorizados, mas sim TODOS os sites com conteúdo ilegal. E o que será monitorado é a distribuição ilegal de 580 obras desses sites (500 mangás e 80 animes).

O METI também colocou online o website “Manga-Anime here” que pode ser visitado em http://manga-anime-here.com e que serve para os visitantes encontrarem alternativas legais para acompanhar as suas obras favoritas. Nas alternativas legais surgem nomes como Crunchyroll, Vizmanga, Funimation, Amazon, Hulu, etc.

Portuguese Moderator
28122 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / Pernambuco/Alagoas
Offline
Posted 7/30/14
É vamos ver no que dá.

Mas gostei da iniciativa do manga-anime-here.com , começa por ai.

Agora, tem até o The Pirate Bay na lista. Eles não tão sendo meio pretensiosos não?
11346 cr points
Send Message: Send PM GB Post
17 / M / Góias
Offline
Posted 7/30/14
Existem lojas, que baixam os animes coloca em um DVD arruma um box e vende, tipo a Otaku Store , isso é Legal ou ilegal ?
Redator de Notícias
15123 cr points
Send Message: Send PM GB Post
42 / M
Online
Posted 7/30/14
12gustavo12, eles pagam alguma coisa pela licenciatura? Então é ilegal e oportunista.
First  Prev  1  2  3  4  5  Next  Last
You must be logged in to post.