First  Prev  1  2  3  4  5  Next  Last
Ideia: Lista de melhores animes de 2014 feita pelos membros do forum CRBR
Springtime Moderator
25576 cr points
Send Message: Send PM GB Post
22 / M / Ág. Santas, Portugal
Offline
Posted 1/8/15 , edited 1/8/15

yuriccp wrote:

O problema de se considerar apenas os que terminaram é como eu disse, vai excluir os animes muito longos (Naruto, One Piece), excluir os animes que estão fazendo sucesso em andamento (Cross Ange, Kiseijuu), vai dar dupla interpretação aos split cours (Fate, Aldonoah Zero), aos animes que ficaram em hiato por tempo indeterminado (NGNL, Black Bullet) e gerar uma situação confusa nos animes de múltiplos arcos (SAO, Mahouka)

Por isso que sou a favor de considerar o ano inteiro e não apenas os que começaram ou terminaram nele.

Esta é a minha opinião pessoal quanto a esses casos:

  • Animes muito longos: Nunca devem ser considerados. Não acho que faça muito sentido considerar Naruto e One Piece como "animes de 2014". Por serem tão compridos, não só já são conhecidos por todos como também são um pouco difíceis de comparar com os de duração habitual.
  • Animes em andamento: Como referi, não são raras as situações em que uma das metades é claramente superior à outra. Ou ambas podem ser boas ou ambas podem ser más. Mas devem ser analisados quando tiverem terminado. Caso contrário, não só não faz sentido compará-los com os que foram transmitidos completamente durante o ano como também torna os animes de outono com 2 cours elegíveis para votação por 2 anos consecutivos.
  • Split cour: Pessoalmente, considero "em andamento" (mas em pausa), portanto entram na categoria anterior. Os animes split cour já foram criados com o objetivo de terem mais do que um cour, o que vai fazer com que o fim do primeiro cour provavelmente deixe uma sensação de incompleto ao espectador. É preciso assistir a todos os cours para analisar a obra como um todo, a diferença é que ela faz uma pausa de uns meses.
  • Animes em "hiato" indefinidamente?: Nestes casos, ao contrário dos split cour, o anime não foi projetado todo de uma vez, o que geralmente nos faz considerar as diferentes partes "temporadas" e não "cours". Assim sendo, considero legítimo analisar cada temporada separadamente, porque geralmente cada uma tem um início e um final um pouco mais bem definidos. São raros os casos em que isto não acontece (Attack on Titan vai ser um desses).
  • Múltiplos arcos: Acho que os arcos não devem influenciar a decisão de considerar o anime separado ou um só, porque depende muito de cada caso. Em SAO, os arcos são bastante independentes uns dos outros. De Mahouka vi poucos episódios, mas creio que há uma progressão e uma história globais no decorrer do anime inteiro. Os arcos, neste caso, são diferentes etapas percorridas para chegar a um final único, ao contrário de SAO, cujos arcos são praticamente independentes. Já que não existe uma regra global, acho que a melhor solução é não usar esta característica para definir a (não) separação dos animes em anos diferentes.

Não tenho muito tempo de momento, portanto não reli o que escrevi acima, mas espero que não me tenha contradito e que tenha conseguido explicar os meus pontos de vista de uma forma fácil de entender.


@gettingsodas: Se quiseres, podes criar votações aqui e incorporá-las no fórum com o BB Code [*poll]ID da votação[*/poll] (sem asteriscos). Mas como já vejo que a maioria não apoia a minha opinião, não tem mal, contem tudo!


Ah, e também sou da opinião que se devem poder considerar todos os animes, não só os do site. Também porque esta definição depende da região. Eu vi Barakamon através da Crunchyroll, e, já agora, adorei também.
9009 cr points
Send Message: Send PM GB Post
29 / M / Camboriú - SC
Offline
Posted 1/8/15 , edited 1/8/15
E que tal fazer 4 seasons? Poderíamos fazer a votação sempre que fechasse um ciclo com as quatro estações que valeria como 1 ano,. Por exemplo:
Começaríamos na temporada de outono de 2013 e terminaríamos na de verão de 2014. O próximo top 10 seria com animes das temporadas de inverno 2015 até o término da temporada de outono e assim por diante, assim não ficariam de fora os animes que começam em um ano e terminam em outro.
Portuguese Moderator
28122 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / Pernambuco/Alagoas
Offline
Posted 1/8/15 , edited 1/8/15

Sukigu wrote:
  • Animes muito longos: Nunca devem ser considerados. Não acho que faça muito sentido considerar Naruto e One Piece como "animes de 2014". Por serem tão compridos, não só já são conhecidos por todos como também são um pouco difíceis de comparar com os de duração habitual.

  • É só que ao fazer isso estaríamos "proibindo" a inclusão deles na lista das pessoas mesmo com eles fazendo parte do ano.

    Ficaria um estranho limbo onde eles ná prática nunca poderiam ser avaliados ou precisariam ser avaliados apenas entre eles.

    Seria injusto com este tipo de anime e por serem longos eles sofrem variação durante sua vida o que torna útil analises parciais.

    Pessoalmente não concordo com esse tipo de exclusão.


    Sukigu wrote:
  • Animes em andamento: Como referi, não são raras as situações em que uma das metades é claramente superior à outra. Ou ambas podem ser boas ou ambas podem ser más. Mas devem ser analisados quando tiverem terminado. Caso contrário, não só não faz sentido compará-los com os que foram transmitidos completamente durante o ano como também torna os animes de outono com 2 cours elegíveis para votação por 2 anos consecutivos.


  • Split cour: Pessoalmente, considero "em andamento" (mas em pausa), portanto entram na categoria anterior. Os animes split cour já foram criados com o objetivo de terem mais do que um cour, o que vai fazer com que o fim do primeiro cour provavelmente deixe uma sensação de incompleto ao espectador. É preciso assistir a todos os cours para analisar a obra como um todo, a diferença é que ela faz uma pausa de uns meses.


  • Animes em "hiato" indefinidamente?: Nestes casos, ao contrário dos split cour, o anime não foi projetado todo de uma vez, o que geralmente nos faz considerar as diferentes partes "temporadas" e não "cours". Assim sendo, considero legítimo analisar cada temporada separadamente, porque geralmente cada uma tem um início e um final um pouco mais bem definidos. São raros os casos em que isto não acontece (Attack on Titan vai ser um desses).


  • Aqui que entra o maior problema.

    Split cours por mais que tenham sido projetados para serem divididos se confundem muito com animes em Hiato.
    Alguns como Fate, literalmente param no meio. Mas dando a mesma sensação dos animes em "andamento" que tendem a ter reviravoltas ou eventos de destaque como interlúdios durante a mudança de temporada.
    Outros como Aldonoah, finalizam um arco no "split" funcionando de forma similar aos animes que entram em Hiato.
    E animes em Hiato como NGNL não encerraram de fato, deixando uma gancho para continuarem de forma bem semelhante aos Split Cours.

    Ou seja, acaba ficando confuso e difícil de considerar.


    Sukigu wrote:
  • Múltiplos arcos: Acho que os arcos não devem influenciar a decisão de considerar o anime separado ou um só, porque depende muito de cada caso. Em SAO, os arcos são bastante independentes uns dos outros. De Mahouka vi poucos episódios, mas creio que há uma progressão e uma história globais no decorrer do anime inteiro. Os arcos, neste caso, são diferentes etapas percorridas para chegar a um final único, ao contrário de SAO, cujos arcos são praticamente independentes. Já que não existe uma regra global, acho que a melhor solução é não usar esta característica para definir a (não) separação dos animes em anos diferentes.


  • A parte dos múltiplos arcos eu usei para mostrar outro lado de seu ponto de vista. Que se considerar apenas os "que terminaram" dependente tanto do ponto de vista seria semelhante ao fim dos arcos dentro de uma mesma temporada. Mas obviamente não daria para avaliar estes arcos de forma independente já que são do mesmo anime da mesma temporada.

    Ou seja, o fato importante mesmo a ser visto é o ano em si e não os animes que terminaram ou não.


    Sukigu wrote:Ah, e também sou da opinião que se devem poder considerar todos os animes, não só os do site. Também porque esta definição depende da região. Eu vi Barakamon através da Crunchyroll, e, já agora, adorei também.


    Na verdade eu não faço questão quanto a isso. Se preferirem colocar todos os animes eu não vejo problemas, foi mais uma sugestão para estimular as coisas por aqui.


    jl34607 wrote:

    E que tal fazer 4 seasons? Poderíamos fazer a votação sempre que fechasse um ciclo com as quatro estações que valeria como 1 ano,. Por exemplo:
    Começaríamos na temporada de outono de 2013 e terminaríamos na de verão de 2014. O próximo top 10 seria com animes das temporadas de inverno 2015 até o término da temporada de outono e assim por diante, assim não ficariam de fora os animes que começam em um ano e terminam em outro.

    Na verdade não. Ficaria pior pois o ano teria um começo e fim estranhos.

    De fato a maioria dos animes "começam" na temporada de outono e na de verão a maioria acaba. Mas ultimamente isso não é mais bem assim. Um exemplo é Akame ga Kill que começou no verão do ano passado e acabou no outono.


    Por mim consideraria o ano de 2014, independente do começo ou fim de algum anime. Considerar ou não animes parciais pra mim fica inteiramente ao gosto de cada um que sugerir seu TOP.
    Springtime Moderator
    25576 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    22 / M / Ág. Santas, Portugal
    Offline
    Posted 1/8/15

    yuriccp wrote:

    É só que ao fazer isso estaríamos "proibindo" a inclusão deles na lista das pessoas mesmo com eles fazendo parte do ano.

    Ficaria um estranho limbo onde eles ná prática nunca poderiam ser avaliados ou precisariam ser avaliados apenas entre eles.

    Seria injusto com este tipo de anime e por serem longos eles sofrem variação durante sua vida o que torna útil analises parciais.

    Pessoalmente não concordo com esse tipo de exclusão.

    Aqui admito que o meu não gosto por animes compridos influencie a minha perspetiva, só que acho que esse tipo de séries nunca vai sair do mesmos moldes, dentro de uma determinada margem. Esses animes são tão diferentes de ano para ano que faz sentido considerá-los praticamente um anime novo a cada ano? Penso que não, portanto vou pela ideia de que esses compridos já são razoavelmente conhecidos pelo público. Sendo assim, acho bem que se comente sobre a sua qualidade geral ao longo de cada ano, mas seria mais interessante dar a hipótese aos mais curtos e potencialmente mais desconhecidos. Mas sim, isto pode ser imposto ou não por cada um em vez de funcionar como regra geral.


    Aqui que entra o maior problema.

    Split cours por mais que tenham sido projetados para serem divididos se confundem muito com animes em Hiato.
    Alguns como Fate, literalmente param no meio. Mas dando a mesma sensação dos animes em "andamento" que tendem a ter reviravoltas ou eventos de destaque como interlúdios durante a mudança de temporada.
    Outros como Aldonoah, finalizam um arco no "split" funcionando de forma similar aos animes que entram em Hiato.
    E animes em Hiato como NGNL não encerraram de fato, deixando uma gancho para continuarem de forma bem semelhante aos Split Cours.

    Ou seja, acaba ficando confuso e difícil de considerar.

    Sei que cada caso é um caso, daí vem a minha ideia de esperar pelo fim dos spilt cour e não o fazer naqueles que não têm data. Sim, isto causaria algumas "injustiças" porque um split cour seria contado só uma vez e um de hiato seria duas, mas o mesmo acontece, então, quando se olha só ao ano. Um de 26 episódios que por acaso começa num ano e termina noutro é contado duas vezes, enquanto que um de 52 episódios começado em janeiro é contado apenas 1 vez, porque termina em dezembro.

    Ou seja, como os split cour têm uma data bem definida e sabemos que até já foram realizados com o comprimento total em mente, esperamos até acabarem. Os que ainda estão no limbo, dada a incerteza quanto ao começo da sua continuação, não têm outra alternativa razoável a curto prazo senão serem contados duas vezes.


    Em resumo, embora compreenda que solução ótima não existe, acho que o meu critério acaba por ser mais justo. Na maior parte dos casos, um anime só é considerado em 1 ano. Por exemplo, tomando o caso de Parasyte, que é um que estou a gostar imenso de acompanhar, por que razão deveria poder entrar no top de 2014 e no de 2015? No de 2014, só o que passou nesse ano seria considerado. No de 2015, as pessoas inevitavelmente iriam considerar o anime inteiro. Não iriam magicamente esquecer a primeira metade. Logo, há dois problemas visíveis: a primeira metade foi contada duas vezes e o anime no todo teve 2 oportunidades de ser "premiado", isto tudo só porque abrangeu dois anos distintos.
    Redator de Notícias
    33471 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    28 / M / Rio de Janeiro
    Offline
    Posted 1/8/15 , edited 1/8/15
    Acho que isso está ficando complicado demais, sem necessidade.

    Em relação ao que o Sukigu comentou sobre animes poderem teoricamente competirem como melhores em 2014 e 2015, faz sentido, mas pessoalmente não vejo nenhum problema nisso. Isso vai de encontro também ao lance dos animes longos. Hunter x Hunter que terminou esse ano estará na minha lista por exemplo e Kiseiju que está na metade também entrará pois do que assisti em 2014 ele está entre os 10 melhores, será que o segundo cour do anime será bom o suficiente para que num suposto ranking de 2015 eu coloque ele entre os 10 novamente? Não sei, mas em 2014 com certeza, então acho que essa limitação é totalmente desnecessária, não estamos falando de analisar animes completos, mas sim de rankear o que de melhor assistimos em um determinado período. Acho que isso resume tudo.
    2322 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    24 / M / Rio de Janeiro
    Offline
    Posted 1/8/15

    portugassis2 wrote:

    Não sei, mas em 2014 com certeza, então acho que essa limitação é totalmente desnecessária, não estamos falando de analisar animes completos, mas sim de rankear o que de melhor assistimos em um determinado período. Acho que isso resume tudo.


    exatamente a minha ideia ao criar o tópico
    Springtime Moderator
    25576 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    22 / M / Ág. Santas, Portugal
    Offline
    Posted 1/8/15 , edited 1/8/15

    gettingsodas wrote:

    exatamente a minha ideia ao criar o tópico

    Assim seja. Após algumas páginas para discutir, acho que já podemos começar a votação a sério. Como o portugassis2 disse no início, convém só estabelecer uma data-limite para a participação. Concordo com a proposta do Hexcalibur: fim de janeiro.
    2322 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    24 / M / Rio de Janeiro
    Offline
    Posted 1/8/15
    também acho fim de janeiro ideal. todos de acordo com o esquema de pontos que o yuriccp postou?
    12539 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    19 / M / Paraná, Brazil
    Offline
    Posted 1/8/15

    também acho fim de janeiro ideal. todos de acordo com o esquema de pontos que o yuriccp postou?


    Pelo q eu entendi, poderá ser incluído qualquer anime q foi exibido em 2014? Menos os "infinitos" (como Naruto e One-Piece)?
    Se for isso eu concordo de boa, só vou ter q refazer minha lista e incluir o Nagi no Asukara. XD
    Manjador de Licenciamento
    26389 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    21 / M / Brasil
    Offline
    Posted 1/9/15 , edited 1/9/15

    RafaelMGamer wrote:


    também acho fim de janeiro ideal. todos de acordo com o esquema de pontos que o yuriccp postou?


    Pelo q eu entendi, poderá ser incluído qualquer anime q foi exibido em 2014? Menos os "infinitos" (como Naruto e One-Piece)?
    Se for isso eu concordo de boa, só vou ter q refazer minha lista e incluir o Nagi no Asukara. XD


    Aparentemente, foi decidido que TODOS os animes exibido em 2014, incluindo os gigantes, podem entrar....
    Nesse caso preciso colocar Hunter x Hunter na lista, e é de fato como disseram acima: os animes grandes tem seus momentos....
    HxH entra na minha lista pois seus arcos finais das Kimeras e da eleição foram os exibidos esse ano, e eles foram muito fodas... Talvez se o ano a considerar fosse o primeiro, o arco do exame não entraria na minha lista. Por outro lado One Piece jamais entraria na minha lista com Dressrosa (particularmente fraca pra mim, dei uma pausa em One Piece esse ano....) Mas com certeza teria entrado em Marineford....

    10162 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    36 / M
    Offline
    Posted 1/9/15

    12693 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    28 / M / Itaperuna - RJ
    Offline
    Posted 1/9/15

    gettingsodas wrote:



    sou a favor de englobar todos também e assim como o portugassis2, também vejo isso de que a maioria é a favor de votar em todos exibidos em algum momento de 2014 (até já postaram as listas com animes de 2013 e tal)


    Apoiado também. Agora vou ter que refazer a minha lista, asim que estiver pronta eu posto de novo.
    edubfr 
    14546 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    25 / M / Rio de Janeiro
    Offline
    Posted 1/9/15 , edited 1/9/15

    Sukigu wrote:

    Em resumo, embora compreenda que solução ótima não existe, acho que o meu critério acaba por ser mais justo. Na maior parte dos casos, um anime só é considerado em 1 ano. Por exemplo, tomando o caso de Parasyte, que é um que estou a gostar imenso de acompanhar, por que razão deveria poder entrar no top de 2014 e no de 2015? No de 2014, só o que passou nesse ano seria considerado. No de 2015, as pessoas inevitavelmente iriam considerar o anime inteiro. Não iriam magicamente esquecer a primeira metade. Logo, há dois problemas visíveis: a primeira metade foi contada duas vezes e o anime no todo teve 2 oportunidades de ser "premiado", isto tudo só porque abrangeu dois anos distintos.


    Sei que o assunto foi resolvido, mas só pra reforçar.

    Revistas japonesas utilizam o mesmo método proposto aqui (referente a incluir todos os animes). Os animes infinitos podem entrar na lista e outros animes tem 2 oportunidades pra serem premiados (Code Geass por exemplo foi o melhor anime do ano em 2006 e 2007

    Pode tomar como base esse site: http://animegrandprix.blogspot.com.br/
    Redator de Notícias
    33471 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    28 / M / Rio de Janeiro
    Offline
    Posted 1/9/15
    Consegui montar meu Top 10! Aí está!

    01 - No Game No Life
    02 - Hunter x Hunter
    03 - Kill la Kill
    04 - Barakamon
    05 - Kiseiju
    06 - Yuuki Yuuna wa Yuusha de Aru
    07 - Cross Ange
    08 - Fate/Stay Nith Unlimited Blade Works
    09 - Nagi no Asukara
    10 - Gochuumon wa Usagi Desu ka?
    9009 cr points
    Send Message: Send PM GB Post
    29 / M / Camboriú - SC
    Offline
    Posted 1/9/15 , edited 1/9/15
    Minha lista atualizada

    Fico muito feliz em poder colocar Golden Time na lista de melhores do ano, esse anime eu achei sensacional, nunca fiquei esperando tão ansiosamente por um episódio de anime como fiquei por Golden Time. Quinta-feira era de lei. Outro anime que gostei de incluir foi Kill la Kill, esse também não poderia ficar de fora.
    Pensei melhor sobre a posição de Fate/Stay Night e reposicionei-o
    First  Prev  1  2  3  4  5  Next  Last
    You must be logged in to post.