First  Prev  1  2  3  4  5  6  7  Next  Last
Post Reply Death Parade ★
28813 cr points
Send Message: Send PM GB Post
24 / M
Offline
Posted 1/12/15 , edited 1/16/15
Quero abrir esse tópico para discutir um anime que, para mim, foi a grande surpresa dessa temporada (que, sinceramente, está meio morna), Death Parade. Apesar de que, sendo do estúdio Mad House, já dava para se esperar alguma coisa. Abaixo uma breve sinopse do anime, que traduzi do anime news network:

"Depois da morte, humanos vão para o céu ou para o inferno. Mas para alguns, no instante de suas mortes, eles chegam ao Quindecim, um bar atendido pelo misterioso Decim de cabelo branco. Ele os desafia para o jogo da morte, em que eles apostam suas vidas e revelam suas verdadeiras naturezas. O próprio Decim é o definitivo arbitrador de quem ganha e quem perde."



O que eu gostei nesse anime, já em seu primeiro episódio, foi como eles lideram bem com o thriller do jogo da morte e de todo o mistério que existe no ambiente do anime e entorno de seus personagens, o que dá vontade de assistir mais e descobrir sobre esse lugar e sobre o que vai acontecer. Algo que me impressionou também foi a abertura do anime, para mim, ela é de longe a melhor abertura da temporada, acho que ficou muito bem feita a abordagem satírica que eles fizeram em cima do clima pesado do tema do anime, deu um contraste inusitado.

Vale lembrar também que esse anime é uma especie de continuação do anime de episódio único "Death Billiards" ou Bilhar da Morte, lançado em 2013 e que fez parte de um projeto interno do estúdio Mad House. Se você gostou do primeiro episódio de Death Parade e vai continuar assistindo, recomendo assistir Death Billiards também, pois ele é composto de um episódio que tem a mesma dinâmica do primeiro de Death Parade.

Imagem Death Billiards:


Outra coisa que gostei nesse anime é que ele dá muito assunto para se pensar e discutir. A partir desse ponto gostaria de iniciar a discussão em cima dos episódios. Já que esse tópico visa discutir os episódios recentes, vou me poupar do uso dos avisos de spoilers a partir desse ponto.


Acho que as maiores dúvidas desse episódio são duas: Se a mulher traiu o marido e se o "bom" é a reencarnação ou o void/vazio. Em relação a traição, eu tenho praticamente certeza que ela traiu sim o marido, não só pela fala dela, mas principalmente pelo flashback que justamente mostra ela com a aliança e na cama com outro homem, PORÈM, o triste é que dá para perceber por diversos sinais que ela se arrepende disso, pois: ela ia errar o último alvo de propósito antes do ataque do marido dela, no flashback da traição ela está triste e o amante está nem ai pra ela e ela se esforça para admitir. Porém, para mim, ai aparece o ponto fraco desse episódio, as outras declarações dela dizendo que ela estava só atrás do dinheiro e etc, não me convenceram, pois pareciam falsas, só para irritar o marido, mesmo assim ela foi para o Void, que acho que, pelas minhas conclusões do Death Billiards e pelas máscaras, deve ser para onde são mandados aqueles que agem de forma "pior".
Em relação ao que é bom ou ruim, acho que isso é relativo, expliquei minha visão sobre isso no meu segundo post nesse tópico.

A partir do que vi no anime anterior (Death Billiards) e nesse episódio, a minha teoria em relação ao jogo em si é a seguinte: Quem vence ou quem perde é irrelevante para decidir que vai para a reencarnação ou void, o que vai decidir isso é o comportamento da pessoa durante o jogo, por isso a mulher ganhou e mesmo assim foi para o void.

Ah, e eu fiquei feliz quando ela disse que ela tinha traído ele mesmo, eu fiquei come raiva do marido, pois ele estava totalmente descontrolado e violento, estava torcendo para ela.



edubfr 
14550 cr points
Send Message: Send PM GB Post
25 / M / Rio de Janeiro
Offline
Posted 1/13/15
Bom.. Vamos lá.

Eu acho que ela não traiu o marido. Após se casarem eles foram pra lua de mel. Como ela iria traí-lo nesse meio tempo? Acho um tanto quanto impossível.

Tem uma parte que ela fala que amava sim outra pessoa. Eu acho que ela estava se referindo ao marido dela antes de ele começar a enlouquecer. Quando ela viu aquela cara de doente que ele fez, ela percebeu que não era aquela pessoa que ela amava, e então disse essa frase. Todos as outras palavras dela foram apenas para tentar fazer o marido se sentir "melhor" naquela situação, pra ele achar que tava certo mesmo e ela se sairia como culpada..

Pelo que eu andei lendo em sites por aí (até gringos), o vazio seria algo bom e a reencarnação seria o ruim, de acordo com o Budismo.. Mas aí eu já nem entro em discussão pois não tenho conhecimento suficiente para tal
28813 cr points
Send Message: Send PM GB Post
24 / M
Offline
Posted 1/13/15 , edited 1/14/15

edubfr wrote:

Bom.. Vamos lá.

Eu acho que ela não traiu o marido. Após se casarem eles foram pra lua de mel. Como ela iria traí-lo nesse meio tempo? Acho um tanto quanto impossível.

Não acho que dá para dizer que é impossível, já que não sabemos o que transcorreu nesse meio tempo e temos o flahsback com ela na cama com outro homem.


edubfr wrote
Tem uma parte que ela fala que amava sim outra pessoa. Eu acho que ela estava se referindo ao marido dela antes de ele começar a enlouquecer. Quando ela viu aquela cara de doente que ele fez, ela percebeu que não era aquela pessoa que ela amava, e então disse essa frase. Todos as outras palavras dela foram apenas para tentar fazer o marido se sentir "melhor" naquela situação, pra ele achar que tava certo mesmo e ela se sairia como culpada..

Também tive essa mesma impressão que você, por isso fiquei confuso em relação ao por quê que ela foi para o void. Já que apesar da provável traição, acho que o marido foi quem provocou a morte deles e era ele quem mais estava tendo maus hábitos durante o jogo. E revi os meus conceitos em relação ao void e reincarnação, vou falar sobre isso abaixo, mas ainda acho que a pessoa que age "pior", vai para o void, o que não significa que o void seria necessariamente algo ruim.


edubfr wrote
Pelo que eu andei lendo em sites por aí (até gringos), o vazio seria algo bom e a reencarnação seria o ruim, de acordo com o Budismo.. Mas aí eu já nem entro em discussão pois não tenho conhecimento suficiente para tal

Segundo o budismo a reencarnação seria algo preciso para a evolução da alma, se ela sai do ciclo de reencarnação é porque não há mais o que evoluir, o que significa que a alma atingiu o nirvana/iluminação, por isso é muito improvável que seja exatamente isso que acontece, pois raramente vai aparecer ali alguém digno do Nirvana. Depois que prestei mais atenção no anime anterior a esse (Death Billiards) creio que não existe essa polarização de opção "ruim" e "boa". (a seguir spoiler do Death Billiards, já que pode ser considerado outro anime):
7919 cr points
Send Message: Send PM GB Post
23 / M / Salvador
Offline
Posted 1/13/15 , edited 1/13/15
Esse anime é realmente interessante e deixa muitas dúvidas no ar. Vou simplificar minha opinião.

Vocês param para observar em que elevador eles chegaram? Não sei se isso tem algo a ver mas no início ele chega do elevador que vai para o vazio enquanto ela chega do lado oposto e no final eles trocam de lugar. Eu acredito que esse jogo seja simplesmente uma forma de expor a verdade por trás dos acontecimentos em vida, e também dos sentimentos das pessoas.

Do ponto de vista de alguém de fora, de antes do jogo. Fica claro que o culpado da morte dos dois seja ele. Por isso só estou interessado em saber o que acham sobre essa questão. Eu não gosto muito de especular já no primeiro episódio mas já que estamos aqui é sempre interessante saber a opinião dos outros.
7254 cr points
Send Message: Send PM GB Post
20 / M / São Paulo
Offline
Posted 1/13/15
Bom minha opinião sobre o anime em si e que ele só tem a nos surpreender a cada episódio decorrido , vocês mesmo já devem ter pensado em como que são feitas as escolhas para ir pro vazio(inferno) ou pra reencarnação(céu) .
Nesses dois episódios (ova e o primeiro em si ) o que pude ver e refletir como e com o que as pessoas pensaram a todo momento, no calor do momento em si , as palavras , o tom de suas vozes , o medo em seus rostos , afinal ninguém quer ter uma estadia no vazio .

Ou talvez como o nosso amigo ai em cima disse , o void (vazio) no caso não seja algo extremamente ruim ou diabólico , pode até ser um lugar "queto" só para descansar , mas ai vai de cada um no que se deve pensar ....
Bom essa e minha opinião mas não tenho certeza se a expressei perfeitamente , pois não sou bom com as palavras em si
fica ai nossa duvida sobre os elevadores para que lugar vão ? Se e um lugar "bom ou ruim" ? o que pensar em um momento desses.
Não vou me alongar mais do que isso , e quando revi o episódio 1 eu comecei a pensar se nós falecemos vamos parar num jogo assim :p rsrs ( Brincadeiras a parte).
Quero muito mesmo ver como serão os outros "Mortos" e seus desafios e o que vão fazer , aguardando ansiosamente pena que não esta na crunchyroll .
34474 cr points
Send Message: Send PM GB Post
26 / M / São Paulo
Offline
Posted 1/13/15
esse anime promete ser o melhor dessa temporada! \o
Redator de Notícias
16123 cr points
Send Message: Send PM GB Post
42 / M
Offline
Posted 1/13/15 , edited 1/13/15

QUE OS JOGOS COMECEM!!

Um jogo onde não importa quem ganha ou quem perde, mas sim como se joga o jogo. O jogo da vida, sem cartas marcadas ou trapaças, pois no final seremos juízes de nós mesmos.

O Madhouse (Death Note, Supernatural - The Animation, No Game No Life, Kiseijuu) é um estúdio que dá gosto quando produz algo de qualidade. E como ultimamente eles estão mandando bem eu tinha certeza que apostar minhas fichas em Death Parade seria uma ótima jogada.


'

edubfr wrote:


Pelo que eu andei lendo em sites por aí (até gringos), o vazio seria algo bom e a reencarnação seria o ruim, de acordo com o Budismo.. Mas aí eu já nem entro em discussão pois não tenho conhecimento suficiente para tal


Esse raciocínio está correto, assim como o raciocínio de todos que chegaram à mesma conclusão. Segundo os preceitos do budismo o vazio seria o Nirvana, um estado em que a alma não precisa mais de evolução através das reencarnações. Já a reencarnação representa o contrário, o cidadão ainda não alcançou um estado de depuração plena e precisa passar por novas experiências. Dá vem a frase do codificador do Espiritismo Allan Kardec: "Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre: tal é a lei."

Gostei muito desse episódio, baseado em um único OVA de a três anos atrás. Se continuar nesse ritmo será o melhor da temporada. Mas é cedo dizer, vamos aguardar.

28017 cr points
Send Message: Send PM GB Post
Offline
Posted 1/14/15 , edited 3/19/15
Whoever hacked my account and posted here is a shitty baby. Mods, please delete this if you ever see this again, thanks.
28813 cr points
Send Message: Send PM GB Post
24 / M
Offline
Posted 1/16/15 , edited 1/17/15
Acabei de ver o último episódio e ele foi bem interessante, pois trabalhou exatamente as questões que surgiram no primeiro episódio da série. Agora sabemos que existem vários arbitradores, o que faz sentido já que pessoas morrem toda hora. A suspeita de alguns nesse tópico realmente ocorreu, a mulher fez uma atuação para o marido não se culpar, apesar dela realmente ter traído. Apesar do episódio dizer que a alma que vai para o void "se perde" (ou algo assim dependendo da tradução), acho que ainda fica a dúvida se é realmente algo ruim. Quanto a nova assistente, eu entendi que na verdade ela é uma arbitradora em treinamento. Também sabemos agora que o nome do lugar se chama Quindecim (quinze em latim), pois está no décimo quinto andar e há outra pessoa além de Decim lá, o Quin, que pelo o visto é responsável pelas memórias. E eu fiquei preocupado com o fato dos arbitradores poderem ser tão insensíveis quanto as emoções humanas, fiquei triste da mulher ter ido para o void só porque o Decim não percebeu que ela estava mentindo.
Humilde casa da Nona:

Gostei da versão definitiva do encerramento foi bem climático e ao, contrário da abertura, essa traz um clima mórbido e melancólico.
Redator de Notícias
16123 cr points
Send Message: Send PM GB Post
42 / M
Offline
Posted 1/17/15
Reitero tudo o que disse em comentário anterior: o segundo episódio de Death Parade esclareceu os conceitos de reencarnação e vazio, que não têm ligação com os conceitos budistas. Eles são bem menos transcendentais do que isso: a reencarnação significa uma nova chance, o céu; o vazio é o fim, o inferno.

Esse episódio explica os eventos do episódio anterior sobre o ponto de vista de uma novata que irá trabalhar como assistente mas que desde cedo já demostra ter aptidão para o trabalho de árbitra.

Madhouse surpreendendo de modo positivo. Criando uma história a partir de um único OVA e a tornando mais interessante do que a original. Quem será o próximo casal a ser julgado? E os próximos personagens a aparecerem na trama?

E, na minha opinião, Death Parade concorre a melhor abertura da temporada (Tokyo Ghoul II: Root A concorre a pior), muito bem humorada e animada, contrastando com o encerramento que, como disse o ArthurPepper, "traz um clima mórbido e melancólico".
edubfr 
14550 cr points
Send Message: Send PM GB Post
25 / M / Rio de Janeiro
Offline
Posted 1/17/15
Bom, só acertei a parte da atuação dela... kkk Mas justamente por ela ter atuado, eu acreditei que ela não o traiu.. Mas de fato a traição ocorreu..


ArthurPepper wrote:

E eu fiquei preocupado com o fato dos arbitradores poderem ser tão insensíveis quanto as emoções humanas, fiquei triste da mulher ter ido para o void só porque o Decim não percebeu que ela estava mentindo.

Gostei da versão definitiva do encerramento foi bem climático e ao, contrário da abertura, essa traz um clima mórbido e melancólico.


Também fiquei bolado com esse erro dele... A mulher merecia ter reencarnado =\

Acho que a assistente foi pra lá, além do treinamento, pra ajudar nesse lado emocional também.

Também gostei da ending, achei bem mais legal que a opening.


FabioLuz wrote:

E, na minha opinião, Death Parade concorre a melhor abertura da temporada (Tokyo Ghoul II: Root A concorre a pior), muito bem humorada e animada, contrastando com o encerramento que, como disse o ArthurPepper, "traz um clima mórbido e melancólico".


Olha, na minha humilde e singela opinião, há várias openings melhores que a de Death Parade.. Como a de KanColle, Kuroko no Basket, Yoru no Yatterman e principalmente a de Aldnoah.Zero, que ficou muito boa.
34474 cr points
Send Message: Send PM GB Post
26 / M / São Paulo
Offline
Posted 1/17/15
nossa esse segundo episódio foi muito foda, foi explicado quase td!
4382 cr points
Send Message: Send PM GB Post
24 / M
Offline
Posted 1/17/15
Esse anime promete!
28813 cr points
Send Message: Send PM GB Post
24 / M
Offline
Posted 1/23/15 , edited 1/23/15
Esse episódio contrariou as minhas expectativas, fiquei achando que a qualquer momento ia acontecer alguma loucura como ocorreu no primeiro episódio, mas tivemos na verdade um episódio romântico, bem no estilo de "aquecer o coração". A música encaixou bem no final, fez ele parecer ainda mais melancólico, por causa da inevitável separação entre os dois.

Também é possível ver que dá para as duas pessoas reencarnarem, não há a máscara do Oni (demônio) dessa vez:

7919 cr points
Send Message: Send PM GB Post
23 / M / Salvador
Offline
Posted 1/23/15 , edited 1/23/15
Foi um episódio realmente tranquilo comparado aos anteriores.

E puts... só depois de morta que ela conseguiu? Crueldade em MadHouse
Anyway, que bom que os dois foram pro mesmo lugar. Vai que eles se esbarram novamente.
First  Prev  1  2  3  4  5  6  7  Next  Last
You must be logged in to post.