First  Prev  1  2  3  Next  Last
Post Reply Animes são tão bons quanto "Antigamente"?
12868 cr points
Send Message: Send PM GB Post
29 / M / São Paulo
Offline
Posted 11/18/15
Acho que um cara logo atrás de mim aí disse tudo o que eu pensava. HUAHAUHAU problema de fórum é que nunca dá pra ser first. Enfim, de qualquer modo, procedendo ao que interessa. Retomemos o tpc. E vamos a questão. Tirando-se todas as variantes super complexas dessa questão de subjetividade isso, em geral, é discurso de gente que não manteve contato com o mercado japonês de animês ou de gente que admite não estar mais tão atraída pelos animês. Eu mesmo não me atraio mais tanto quanto costumava quando era mais jovem, mas ainda gosto de algumas séries. Eu fui ficando seletivo pra caramba, até porque eu prefiro outras mídias ao animu ou mangá.

É uma questão de gosto, enfim e de procurar o material certo para você. Tem gente, também, que associa a memória afetiva à qualidade do produto: época da vida, eventos, amizadoes, etc. É aquele teste de mais de 15 anos. A qualidade que a gente enxergava em algo não é a mesma que veremos hoje em dia. Portanto, até existe uma fundamentação sentimental e não racional nisso. Objetivamente é balela, mas do ponto de vista do que com o que fomos criados eo mercado não apela mais tanto aos consumidores ocidentais. Vide reportagens idiotas no Omelete (como muitas vezes eles fazem) e vide ao preconceitos disseminados por sites como O jovem nerd. Que, desculpa, tá mais pro chato Nerd. e o rúido chamado Azhagal que serve pra ficar "escrotizando tudo" como eles mesmos adoram colocar.

Então, é assim, sendo sincero: Bullshit.
6038 cr points
Send Message: Send PM GB Post
Offline
Posted 11/19/15 , edited 11/19/15
Não acho que seja falta de criativadade e originalidade. Explorar algo que já tem fans, um nicho, já fez sucesso e tem pessoas esperando qualquer "produto com relativa qualidade" da obra para ocorrer um "boom". "Não se faz anime como antigamente". Com certeza! Os aparatos tecnológicos (resolução de imagem, contraste, coloração, o 3d, desenvolvimento das "tecnicas de desenho de quadros de animação" evoluíram demais pelos anos, de forma que nesses quesitos os "de antigamente" são "muito inferiores aos atuais. Mesmo se houvesse um consenso de que os animes de "maior qualidade" foram feitos no passado, isso haveria de ser referente a qualidade de personagens, de desenvolvimento de historia, de "frases marcantes", de inovações (o que implica em ser algo ainda não feito". E quanto a isso, se o critério é DBZ ou Saint é melhor pq fez aquilo primeiro, acho bobisse. Até mesmo animes 'genéricos", como Asterisk e Rakudai. O problema "neles" é em nós, de estarmos saturados de explorarem as mesmas coisas. Mesmo estando farto, ainda consigo assistir com certa alegria. Pq não sou exigente? Não: pq mesmo sendo clichê, a imagem é boa, o áudio e a dublagem em si também (antigamente a especialização da dublagem era bem menor tbm, bem como a tecnologia de estudio sonoro bem inferior), a ação é agradável, curto o traço de desenho. Levando tudo isso em consideração, pessoal pode até dizer que "mas os antigos eram melhores". Pode até ser que meia duzia de antigos "tenham sido os melhores". Mas otaku não vive de ver um ou outro anime (nesse caso é fã das obras em questão, não de anime em si). Atualmente há um volume bem maior de obras, inclusive de boa qualidade. Mimimi pq não aparece um steins;gate por temporada é infantilidade. O resto, nostalgia cega.
12868 cr points
Send Message: Send PM GB Post
29 / M / São Paulo
Offline
Posted 11/20/15 , edited 11/20/15

Vinimont wrote:

Não acho que seja falta de criativadade e originalidade. Explorar algo que já tem fans, um nicho, já fez sucesso e tem pessoas esperando qualquer "produto com relativa qualidade" da obra para ocorrer um "boom". "Não se faz anime como antigamente". Com certeza! Os aparatos tecnológicos (resolução de imagem, contraste, coloração, o 3d, desenvolvimento das "tecnicas de desenho de quadros de animação" evoluíram demais pelos anos, de forma que nesses quesitos os "de antigamente" são "muito inferiores aos atuais. Mesmo se houvesse um consenso de que os animes de "maior qualidade" foram feitos no passado, isso haveria de ser referente a qualidade de personagens, de desenvolvimento de historia, de "frases marcantes", de inovações (o que implica em ser algo ainda não feito". E quanto a isso, se o critério é DBZ ou Saint é melhor pq fez aquilo primeiro, acho bobisse. Até mesmo animes 'genéricos", como Asterisk e Rakudai. O problema "neles" é em nós, de estarmos saturados de explorarem as mesmas coisas. Mesmo estando farto, ainda consigo assistir com certa alegria. Pq não sou exigente? Não: pq mesmo sendo clichê, a imagem é boa, o áudio e a dublagem em si também (antigamente a especialização da dublagem era bem menor tbm, bem como a tecnologia de estudio sonoro bem inferior), a ação é agradável, curto o traço de desenho. Levando tudo isso em consideração, pessoal pode até dizer que "mas os antigos eram melhores". Pode até ser que meia duzia de antigos "tenham sido os melhores". Mas otaku não vive de ver um ou outro anime (nesse caso é fã das obras em questão, não de anime em si). Atualmente há um volume bem maior de obras, inclusive de boa qualidade. Mimimi pq não aparece um steins;gate por temporada é infantilidade. O resto, nostalgia cega.


Cê tá ligado que seu post vai dar pano pra mana, né, cara? Você evocou os discursos dos games, etc. Gráficos = qualidade, etc. No caso eu até entendo o que vc quer dizer, mas história é importante sim e criatividade também. Acho que o mercado poderia renovar um pouco mais e ser mais ousado, mas isso é questão pra um outro tópico. E, tem mais, segundo o seu discurso eu sou tão seletivo que vivo de obras específicas não sendo otaku, sei lá, cara, seprar um ou outro quando você consome pelo menos umas 10 obras começa a ficar meio estranho. Acompanho notícias, etc e nem por isso saio assistindo tudo. Goto de saber das novidades, mas o que mais tem mantido minha ferrenha obstinação com mangás e animês tem sido Monogatari, séries de investigação e um ou outro lnçamento. Eu dificilmente gasto muitas horas vendo animês, tenho outros interesses mais fortes. O que não quer dizer que não viva no meio discutindo com os outros e me inteirando do assunto. Isso me faz considerar a mim mesmo como parte do fandom pelo menos. Tenho até page sobre animês Underground no Facebook. A questão é complicada e eu acho que as afirmativas estão muito no tudo ou nada.
First  Prev  1  2  3  Next  Last
You must be logged in to post.