First  Prev  1  2  3  4  Next  Last
Post Reply Lolis ameaçadas!
3188 cr points
Send Message: Send PM GB Post
19 / M
Offline
Posted 11/13/15 , edited 11/14/15
Titulo apenas pra chamar a atenção

Bom, provavelmente a maioria de vocês já devem ter visto isso, sobre o pedido da ONU (Organizações Nações Unidas) pra que sejam proibidos mangás e ilustrações de caráter sexual envolvendo menores no Japão, alegando que estimula a pedofilia.

Os defensores dizem que não existem vitimas reais e que a organização devia se preocupar com a realidade, e dizem que o conteúdo sexual que envolve "Lolis" na internet acaba sendo uma alternativas pros pedófilos, eles se satisfazem com um desenho e perdem o desejos por garotas reais.

Qual opiniões vocês tem sobre esse pedido da ONU? Concordam? Sim ou não? Por que?

Eu não tenho muito a dizer, a própria materia que falou sobre tal assunto diz que "A prostituição infantil foi reduzida" mas ressalta "material pedófilo e pornográfico aumentou, principalmente online.". Na minha opinião oque vale é a realidade, então se o conteúdo "pedófilo" envolvendo desenhos está aumentando e a prostituição infantil real está reduzindo, eu não vejo problemas, apesar que a maioria dos Mangakás (desenhistas de mangá) apoiam essa iniciativa da ONU, eu ainda não sei se concordo ou não, por isso quero saber a opinião de vocês.

Redator de Notícias
33471 cr points
Send Message: Send PM GB Post
28 / M / Rio de Janeiro
Offline
Posted 11/13/15 , edited 11/14/15
Vamos proíbir os carros.

Carros matam pessoas, existem milhares de motoristas irresponsáveis por aí que bebem e depois vão dirigir, sendo assim seus carros se tornam praticamente máquinas de matar que só no Brasil tiram milhares de vidas todos os anos. Logo os carros são culpados, vamos eliminar esse mal da sociedade!

Que tal proibirmos a internet também, afinal boa parte das crianças vítimas de abusos são aliciadas pela internet!

Vamos proíbir o Facebook, vamos proíbir o Twitter, vamos proíbir as redes sociais em geral, os celulares, enfim...
Redator de Notícias
16123 cr points
Send Message: Send PM GB Post
42 / M
Online
Posted 11/13/15 , edited 11/14/15
Vamos proibir os jogos violentos, que estimulam o comportamento anti social e psicótico dos jovens.

É fácil botar a culpa nos outros, quando o verdadeiro culpado é o cidadão de mente fraca e hábitos depravados.

Sou contra a pedofilia totalmente. Mas NÃO MEXAM NAS NOSSAS LOLIS!!!
gash13 
35102 cr points
Send Message: Send PM GB Post
M / Belo Horizonte
Offline
Posted 11/14/15 , edited 11/14/15
acho tao absurdo o que a onu falou. e quase que chamar de pedofilo quem gosta de lolita. nada haver uma com outra. eu nao sou fan de lolita mas acho um absurdo falar lolita estimula pedofilia. estimula aonde. quem e pedofilio e estimulado pro outros meios ilegais como video de criancas fazendo sexo, fotos eroticas de crianca. . Em resumo nada haver isos lolita e algo cultural do japao so isso. ha onu tem tanta coisa mais importante pra se preocupar como os milhoes de dolares desviados em caso de corrupcao. o crescimento do estado islamico desastres ambientais pelo mudno como aconteceu em Mariana minas gerias ,mas nao ta preocupado com lolita. ME POUPE. e vao trabalhar bando de preguiso. aff
quanto ao fim das lolitas duvido muito os que mais gostam de lolis no mundo ate maisq eu os japoneses sao os americanos. ta EASY acabar com as lolitas so que nao...
37791 cr points
Send Message: Send PM GB Post
20 / M / Rio de Janeiro
Offline
Posted 11/14/15
Sobre essa questão,a própria ONU se contradiz ao dizer o seguinte: "A prostituição infantil foi reduzida,mas ressalta que material pedófilo e pornográfico aumentou, principalmente online".
Se a prostituição infantil diminuiu,o assunto já morre por aqui,é simples!
Portuguese Moderator
28122 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / Pernambuco/Alagoas
Offline
Posted 11/14/15 , edited 11/19/15
Pera ai, vamos separar algumas coisas primeiro: "A prostituição infantil foi reduzida,mas ressalta que material pedófilo e pornográfico aumentou, principalmente online".

Primeiro vamos lembrar que prostituição e pedofilia são coisas diferentes.

A prostituição deriva da exploração sexual, normalmente por parte dos pais e responsáveis, de crianças e adolescentes. Bem mais comum em países e regiões pobres, onde a falta de oportunidade e escolaridade atrai a prostituição. Já a pedofilia é o relacionamento sexual entre o adulto e uma criança ou um adolescente que não necessariamente envolve prostituição.

Levando este primeiro dado em conta, será que o aumento do material pornográfico já não é o resultado também da diminuição da prostituição? (afinal, vc diminuiu a "oferta". Mas a demanda persiste)


Além disso, a ONU contabiliza "desenhos" como pedofilia? Se sim, quer dizer que eles estão perdendo tempo e misturando material que nada envolve crianças no processo, com material real onde crianças e adolescentes reais são usados? Se for este o caso, então estão realmente fazendo tudo errado.


Além disso, não existem estudos sérios que liguem o "lolicom" artístico a pedofilia, na prática mesmo ninguém sabe o real efeito dele, ninguém sabe nem se ele aumenta ou se diminuiu o número de pedófilos. Então eles querem banir algo que ainda não compreendem, simplesmente porque não compreendem e sequer sabem se tem alguma coisa haver, apenas pelo achismo de que animes e mangás com Lolis cujo o comportamento foge muito ao de uma criança (ou de qualquer pessoa real) possa aumentar a pedofilia?


E no fim, na pratica, baseado no que já acontece no próprio Japão, já que não há estudos sérios e decentes sobre o assunto, provavelmente o efeito seja oposto ao que a ONU dizem ser, assim como o otakus japoneses evitam mulheres por não "satisfazer" os requisitos mínimos de ser uma "Waifu", os Lolicons de animes muito provavelmente também não tem o mínimo interesse em crianças porque não são nem de perto como suas Lolis 2D.


É a mesma história que fizeram com os Games anos atrás. Ficaram enchendo dizendo que os games violentos aumentavam a violência, quando na prática o efeito era justamente o contrário, a violência domestica, causada geralmente pelo uso de drogas, alcool e até por ciúmes e stress acabou diminuindo já que jogadores tendem a "desestressar" e se ocuparem com seus games ao invés de se drogarem, beberem ou ficaram se preocupando com gaia . Enquanto que a violência urbana entre adolecentes também diminuiu uma vez que estes encontraram outros passatempos ao invés de se aglomerarem em gangues. O restante da violência sempre foi consequência da pobreza, falta de oportunidades, educação e afins e de nada tinha haver com os games.
Redator de Notícias
33471 cr points
Send Message: Send PM GB Post
28 / M / Rio de Janeiro
Offline
Posted 11/14/15 , edited 11/17/15

yuriccp wrote:



Ótima análise. Concordo 100%.

No que diz respeito a games, como alguém poderia se interessar por drogas ou violengia de verdade, quando tem mais de 100% pela frente completando as mais variadas quests em Dragon Age? Ou fazer parte de uma matança generalizada de zumbis em Left 4 Dead? Ou até mesmo limpar os campos da justiça com seu poder de fogo em League of Legends? (só pra citar alguns games que curto Hu3)
3060 cr points
Send Message: Send PM GB Post
20 / M
Offline
Posted 11/14/15 , edited 11/14/15
Na moral que a ONU no fundo não manda em ninguém, e é bem óbvio que o Japão não dar uma foda pra esse pedido.
3055 cr points
Send Message: Send PM GB Post
20 / M
Offline
Posted 11/16/15 , edited 11/17/15
Discordo se o pedido tem como fundamento inibir o consumo desse material por maiores de idade. Ora, é uma questão de perspectiva do belo. Eu acho bonito imagens ecchi de lolis, mas isso não faz de mim um potencial pedófilo. Eu tenho conhecimento do limite, segundo a minha moral, até onde é saudável consumir esse tipo de conteúdo. Não vou chamar de errôneo essa atitude da ONU, mas seguindo a mesma política de repreensão ao imoral, composições(se o Deus da música me permitir colocar dessa forma) de rap norte americano, funk, rock, que fazem apologia ao sexo, drogas etc, deveriam sofrer os mesmo questionamentos sofre a continuidade dessas produções. Uma criança(com seu caráter ainda em construção) ouvindo esse tipo de música é muito mais "arriscado" para a sociedade, do que um homem/mulher com sua identidade já formada assistindo/lendo conteúdo lolicon. Resumindo a ópera, quem é pedófilo vai continuar sendo. Quem não é, vai seguir suas vidas normalmente, de preferência com as lolis...
3055 cr points
Send Message: Send PM GB Post
20 / M
Offline
Posted 11/17/15 , edited 11/17/15
Para complementar a discussão, aqui está uma matéria recente da BBC Brasil sobre o tema: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/11/151117_japao_erotismo_criancas_rm
933 cr points
Send Message: Send PM GB Post
41 / M
Offline
Posted 11/17/15
ONU se preocupa com algo tão fútil como isso enquanto que o EI ataca quem quer e estão nem aí
12866 cr points
Send Message: Send PM GB Post
29 / M / São Paulo
Offline
Posted 11/17/15
Então, vamos lá. Provavelmente eu vou ser linchado por pensar na contramão aqui, mas não acho que ela esteja totalmente errada. O problema é que o que aconteceu aqui, na maioria dos posts, foi o típico rage característico de comunidades de Facebook. Dã, estamos na internet. Mas, enfim, vamos ao que tange a ordem a ONU. Se a ficção não estimula violência e não há correlação, o mero ato de emular como ofensivo.
Desculpe dar uma de pai ou avô, ou o que quer que seja, mas se você veio postar com ofensa no coração pelo que você consome, já deveria é tentar parar de digitar os botões. Isso não quer dizer que eu não me identifique com a indignação generalizada. Eu debati muito na comunidade otaku do face e com muitos colegas. Eu inicialmente era contra o ato por achar que o mercado, de fato, está atrelado com consumo de pornografia infantil de algum modo. A lógica não é torta, mas pode ser imprecisa. Embora, haja a possibilidade.
Isso não quer dizer, claro, que isso fique muito claro aqui, que eu esteja relacionando o ato de se praticar pedofilia com o consumo de um material classificado como pedofilia. Os limites são tênues, mas o que definiria um ato de pedofilia prejudicial sria, talvez, se se afetasse um menor. Isso pode simplificar o debate, mas depois de várias declarações escabrosas que presenciei na net sobre gente que frequenta comunidades do Monogatari Series eu começo a me perguntar sobre onde estão estes monstros por aí e e se esse tipo de material não atraente para quem tem essa tendência.
Lembrando, novamente, galerinha, que estas são conjecturas e apenas reflexões do porque eu de fato me sinto incomodado com este conteúdo. Não é uma questão de fandom, mas a pornografia em animê e mangá que tem uma representação sexualidade de uma criança é um tanto quanto ofensivo para muita gente. Lembrar que existe, no mundo ocidental, um peso diferente para a valoração do que é sexual e do que é violento. Nos EUA o que é violento não é tão chocante quanto aquilo que mexe com a sexualidade. Titio Freud foi causado de perversão sexual nos EUA por suas teorias. Porém, apenas por extremistas. Vale lembrar isso.
Alguém pode dizer, então, que violência em games deveria ser proibida e etc para aqueles que não são "maiores de idade", mas seria um despropósito em si colocar tudo isso em questão demandando que a pedofilia só é considerada tal se praticada por algum mais velho, em especial, com dezoito anos de idade. Sim, existem as questões dos abusos, etc, mas o post já é complicado o suficiente pra dar a dimensão disso.
Tem muita gente que não entende a gravidade de tratar de sexo e temas tabu de maneira positiva, ou leve e dier que isso seja normal. Existe uma coisinha chamada cultura do estupro e a representação glorificada disso. Hentai tá cheio disso, outras coisas como Monogatari fazem piada com isso (eu amo Monogatari, mas é vedd). Se ninguém leu Blackbird vejam tbm o tipo de relação que há.
Se estes conteúdos são potencialmente ofensivos pros outros grupos e eles podem denegrir a imagem de mulheres o negócio é feio. Até porque voc~e está lidando com um produto comercializado e que espalha certos estereótipos ou ressalta papéis sexuais determinados ou influência certas opiniões. Não dá para dizer que o papel de representação não exista. Se vai influenciar alguém, pelo menos o material pode ser acusado de argumentar nessa medida e não há dado científico que vá colocar a contramão em um grupo de minoria e que se sinta prejudicado por conteúdo explicito e ofensivo.
Assumir que algo é bonito do seu ponto de vista pode parecer errado do ponto de vista do outro. Sendo assim, seria bom dar uma pensada nestas questões. Lembrando que estou sendo o advogado do diabo aqui e não um porta voz de vozes feministas ou o que quer que seja. É bom saber, e é bom respeitar. Não adianta chorar. Ainda tenho a oportunidade de ocntar que vi um fã de monogatari que assumiu ter atração por meninas de 13 anos? Sei que não é diretamente relacionado e o ato não encarna isso, mas considerando o quanto esse conteúdo é tabu ele pode atrair gente com esta mentalidade. Se chama lei do magnetismo.

Só não dá pra fazer uma caçada às bruxas. Isso não...

PS: Li o artigo e concordo com ele. Ainda assim, vale a recomendação de que embora estas revistas não criem o ato de pedofilia esse tipo de material pode atrair gente com problemas afetivos e cognitivos para distinguir o certo do errado nestes termos. Lembrando que eu tbm acho errado utilizar um termo que tem bases na filosofia de Platão que diz que aquilo que emula algo errado vai influenciar atos errados. Isso é tão absurdo que seri colocar todo mundo numa balança de psicopatologia inana demais pra se conceber. Sríamos toos iguais o cara do CLube da luta que levou uma metralhadora no shopping morumbi em São Paulo há uns 15 ou 20 anos atrás.
Portuguese Moderator
28122 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / Pernambuco/Alagoas
Offline
Posted 11/17/15
Kra, a alguns pontos diferentes em sua opinião que estão um tanto quanto misturados.

Na maior e primeira parte de seu post a argumentação você falou de gosto, opinião das pessoas e divergências culturais que fazem com que as pessoas se incomodem ou gostem de alguma coisa, sejam violência, sexualidade, moe ou o lolicon mesmo. Apesar desta ser a real motivação da maior parte das "caças as bruxas" e possivelmente até mesmo desta que a ONU quer tomar. Nunca vai ser uma argumentação descente contra nada pois é pessoal e não realmente justificável. Pois é o "eu não quero que faça pois eu não gosto disso" por parte daqueles que são contra.

A parte da violencia, usei como exemplo, devido a algumas similaridades, como ter sido outra polemica altamente discutida. Mas que na prática nunca havia sido corretamente estudada na época e em que já saíram tirando conclusões precipitadas. No caso do lolicon e sexualidade em animações, devido ao taboo e ao fato de ser algo muito especifico acaba por ser outra questão onde as consequência também foram muito mal estudas como foi a violência no passado recente. Mas que se assemelha muito a situação, mesmo com o público alvo sendo diferente.

Também conheço a "cultura do estupro" que por sinal é bastante usada por autores de Hentais. Mas é justamente por causa dela que existe a opinião contrária a isso, incluindo sobre o lolicon em hentais! O Hentai tem a liberdade dos plots não serem obrigados a serem moralmente aceitáveis. Por isso autores tendem a "avacalhar" no plot a seu gosto, pois não são obrigados a dar finais felizes, ou a beneficiar o mocinho ou ao moralmente correto. Mas para os autores e leitores isso funciona como uma "válvula de escape" criativa, justamente por ser o lugar onde eles podem "escrever" e "ler" tudo aquilo q não podem fazer na prática por não ser correto, legal, moral, permitido, politicamente correto ou etc.

A questão é, será que essa "valvula" é maléfica ou benéfica? O lolicon serve de estimulo para tarados por menores ou de alivio a seus desejos? Será que ele não tem o efeito similar as "Waifus" nos otakus, que por terem personagens e situações tão bem idealizadas, preferem as personagens 2D a verdadeiras mulheres 3D? Será mesmo que um pedófilo realmente é formado por isso, ou que apenas isso tem o potencial suficiente pra gerar um pedófilo, ou será que isso evita um?

Kra, eu pessoalmente conheço muito mais pessoas que sentem atração por "novinhas" e não assistem a animes, do que os que sentem. Por isso que digo que na prática a ONU está perdendo tempo pressionando algo que não conhece, por puro preconceito, quando ao invés disso deveriam se dedicar a problemas realmente comprovados ou a estudar seriamente o assunto.

Pessoas com problemas afetivos, cognitivos, emocionais, psiquiátricos, sempre irão existir, independente de histórias, jogos, animações ou desenhos serem o estopim ou não para elas, elas fatalmente vão encontrar algum destes estopins durante a vida se não se controlarem ou não forem tratadas a tempo ou em momentos de stress. E na prática proibir sem conhecer os efeitos corretamente pode ser ainda mais danoso, pois vc pode estar na prática retirando algo que pode na verdade sendo um alivio ao problema ou simplesmente apenas matando a liberdade criativa das pessoas por preconceito.
Redator de Notícias
33471 cr points
Send Message: Send PM GB Post
28 / M / Rio de Janeiro
Offline
Posted 11/18/15 , edited 11/18/15

T1mered wrote:

Então, vamos lá. Provavelmente eu vou ser linchado por pensar na contramão aqui, mas não acho que ela esteja totalmente errada. O problema é que o que aconteceu aqui, na maioria dos posts, foi o típico rage característico de comunidades de Facebook. Dã, estamos na internet. Mas, enfim, vamos ao que tange a ordem a ONU.


Não existe nenhuma "ordem da ONU", a ONU não manda em nada, o que ela fez, através de uma representante foi recomendar que material com conteúdo lolicon, fosse banido do Japão.


T1mered wrote:
Não é uma questão de fandom, mas a pornografia em animê e mangá que tem uma representação sexualidade de uma criança é um tanto quanto ofensivo para muita gente. Lembrar que existe, no mundo ocidental, um peso diferente para a valoração do que é sexual e do que é violento. Nos EUA o que é violento não é tão chocante quanto aquilo que mexe com a sexualidade....

...Assumir que algo é bonito do seu ponto de vista pode parecer errado do ponto de vista do outro. Sendo assim, seria bom dar uma pensada nestas questões.


Não entendi exatamente o que você quis dizer com isso, me corrija se estiver errado. Você quer dizer que devemos usar valores ocidentais, do que é moralmente aceito aqui para julgar esse tipo de material produzido no Japão?

Não acho que valores morais sejam argumentos suficientes para proibir qualquer tipo de conteúdo em qualquer lugar, o que deve ser debatido é o real prejuízo que esse tipo de conteúdo poderia causar na sociedade.

Se algum grupo se sente incomodado, não consuma esse conteúdo... Se formos pensar numa sociedade onde qualquer coisa que ofenda algum grupo deva ser proibida, vamos viver num mundo muito maluco.

Vamos a um exemplo simples: "Músicas" de funk me ofendem, acho simplesmente ridículas e provavelmente muita gente concorda comigo, mas elas devem ser proibidas só porque eu e mais um certo grupo de pessoas não aprovamos? Acho que não. Mas há de se considerar que nos bailes funk aqui do Rio é bem fácil encontrar "novinhas" de 12, 13, 14 anos se prostituindo e não vejo a ONU ou qualquer outra organização vir a público para tentar acabar com isso, mas enfim...


T1mered wrote:
Tem muita gente que não entende a gravidade de tratar de sexo e temas tabu de maneira positiva, ou leve e dier que isso seja normal.


Não, cara... Por favor não... Não quero acreditar que você disse isso, quando na verdade é exatamente por esses temas serem tratados como tabu e não serem discutidos abertamente e de forma didática com crianças e adolescentes, é que muitos abusos acontecem...


T1mered wrote:
Existe uma coisinha chamada cultura do estupro e a representação glorificada disso. Hentai tá cheio disso, outras coisas como Monogatari fazem piada com isso (eu amo Monogatari, mas é vedd). Se ninguém leu Blackbird vejam tbm o tipo de relação que há.


Existe uma coisa chamada fetiche, se alguém possui fetiche por cenas de estrupo, não quer dizer que ele seja um monstro ou uma aberração da sociedade, ou até mesmo que passe pela sua cabeça qualquer possibilidade de praticar tal abuso contra alguém, inclusive existem casais que juntos praticam esse fetiche e em sua intimidade, onde simulam o estrupo para apimentar a relação.

Isso também não quer dizer que mulheres que tem esse fetiche desejem ser estrupadas de verdade, esse é um assunto bem complexo e não é a tarefa mais fácil do mundo entender os desejos sexuais alheios. Por favor, não achem que estou apoiando o estrupo, longe disso, mas a utilização desse tipo de cena em materiais de ficção não pode ser tratada como uma aberração, é algo absolutamente normal.

Além de tudo, não é só no Hentai que isso é explorado, existem milhares, eu disse MILHARES de sites de pornografia ocidentais que oferecem esse tipo de conteúdo para seus visitantes, então se a questão fosse combater esse "problema" o hentai / lolicon seria responsável apenas por um pequeno percentual de todo material do tipo que existe por aí.


T1mered wrote:
Não adianta chorar. Ainda tenho a oportunidade de ocntar que vi um fã de monogatari que assumiu ter atração por meninas de 13 anos?


Não é crime sentir atração sexual por uma menina de 13 anos, não vamos ser hipócritas, por favor, existem muitas meninas nessa idade por aí que já são bem desenvolvidas e além disso, não são poucas as que vivem publicando fotos ou vídeos altamente sensuais nas redes sociais para chamar a atenção, é justo então julgar o cara por simplesmente ter admitido o óbvio?

Vivemos numa sociedade que estimula cada vez mais cedo a sexualização das adolescentes, o que consequentemente leva os jovens a iniciarem sua vida sexual bem cedo. Leia esse artigo para maiores referências: http://mulher.uol.com.br/gravidez-e-filhos/noticias/redacao/2015/05/19/jovens-comecam-vida-sexual-cada-vez-mais-cedo-veja-como-agir.htm

Enfim... Não entendi bem o seu posicionamento sobre o tema, pois tem muita contradição, mesmo assim resolvi comentar algumas questões que me chamaram atenção.

Sobre o texto da BBC, acredito que seja o mais sóbrio que li sobre o tema até então, recomendo a leitura para quem ainda não conferiu.
10615 cr points
Send Message: Send PM GB Post
Rabbit Horse
Offline
Posted 11/18/15 , edited 11/18/15
ONU
> acusando lolis de causar crimes
> proprios membros da ONU pegos participando de crimes envolvendo menores de idade
http://www.theguardian.com/world/2015/sep/18/un-criticised-for-failure-to-pursue-allegations-against-staff

"Investigation finds two thirds of internal UN probes into alleged rapes by peacekeepers not passed on to national courts"
2/3 dos casos de rape causado pelos militantes da ONU nem passaram para a corte nacional.

UN is a joke. a really bad joke.

"NGOs have spoken of a culture of impunity around allegations of sexual assault in UN peacekeeping missions, in recent months."
basicamente, membros da ONU fazem crime sexual com criancas de verdade e nao sao punidos. e isso acontece faz bom tempo.

UN = disgusting. i could use a stronger language, but i;d rather not get banned.
First  Prev  1  2  3  4  Next  Last
You must be logged in to post.