First  Prev  1  2  3  4  Next  Last
Post Reply KIZNAIVER★
558 cr points
Send Message: Send PM GB Post
21 / M / Ionia
Offline
Posted 4/17/16

rod_garcia wrote:

E por falar nisso, apenas por curiosidade, a Niyama parece demais com a Nui Harime do KILL la KILL ->





Reciclaram até a personalidade e os movimentos dela. Não que eu ache ruim. Adoro a Nui!
11421 cr points
Send Message: Send PM GB Post
24 / M / Brasil - São Paul...
Offline
Posted 4/17/16 , edited 4/17/16
Coloquei os comentários citados dentro de spoiler para não estender demais o tópico ->



Mano, quando eu vi a Niyama, na mesma hora eu lembrei da Nui.. o jeito das duas é igualzinho! hahahahaha




Exato! Até o jeito de andar e as piruletas são iguais.. kkkk Também gosto demais da Nui!

E digo mais, se liga quais personagens tem mais algumas semelhanças ->



558 cr points
Send Message: Send PM GB Post
21 / M / Ionia
Offline
Posted 4/23/16 , edited 4/23/16
Kiznaiver - Terceiro episódio


Esse episódio foi muito bom. Como eu não previ que iriam por um masoquista nisso ai ?!xD hahahaha Acho que vai acrescentar muito para o tom de humor do anime hahaha

O anime ta legal de se ver, estou gostando e ta valendo a pena acompanhar. E tipo, eles estão construindo os personagens de um jeito que estou gostando de todos. Exceto o Katsu e a Chidori, eles ainda não ganharam minha afinidade.

12868 cr points
Send Message: Send PM GB Post
29 / M / São Paulo
Offline
Posted 4/23/16
Até agora é o que mais estou gostando. E olha que eu provei que posso ser muito chato no tpc de Joker Gamer. XD Por enquanto nada pra comentar, exceto que esperava algo mais escrachado.
37803 cr points
Send Message: Send PM GB Post
20 / M / Rio de Janeiro
Offline
Posted 4/23/16 , edited 4/23/16

Super-Master-Yi wrote:

Kiznaiver - Terceiro episódio


Esse episódio foi muito bom. Como eu não previ que iriam por um masoquista nisso ai ?!xD hahahaha Acho que vai acrescentar muito para o tom de humor do anime hahaha

O anime ta legal de se ver, estou gostando e ta valendo a pena acompanhar. E tipo, eles estão construindo os personagens de um jeito que estou gostando de todos. Exceto o Katsu e a Chidori, eles ainda não ganharam minha afinidade.


Tava faltando um masoquista pra fuder todo mundo mesmo né,o cara ficou até feliz quando sentiu uma parcela da dor que o Katsuhira "sentiu" kkkkkkkk
No final também foi foda a Sonozaki explicando como chegou ao seleto grupo de Kiznaivers eueheueh.

Katsuhira = Imbecil.
Yuta = Normalzão Astuto.
Chidori = Moralista Irritante.
Honoka = Toda Poderosa.
Nico = Excêntrica.
Tenga = Delinquente Musculoso.
Yoshiharu = Imoral.
12868 cr points
Send Message: Send PM GB Post
29 / M / São Paulo
Offline
Posted 4/25/16 , edited 4/25/16
Estou assistindo muitos animês da temporada e dos poucos que vi todos os episódios até agora eu estava devendo uma crítica para esse em específico. Então, vamos lá às impressões até agora. Muita gente está criticando o animê sem ver o contexto orgânico. Do meu ponto de vista ao menos. (Contexto orgânico é algo redundante, mas serve para mostrar que a série tem uma coerência). Ao menos pela proposta que me foi passada. Venderam-me o peixe como um novo Gurren Lagan ou um novo Kill-la-Kill: algo sem estribeiras que mexe com a noção de tropo de maneira quase referencial. A questão é que a referência parece ser Gatchamn Crowds em si. O problema desse animê é que ele veio meio tarde como reinvenção de tropos. Digo: Kill-la-Kill e Gurren Lagann foram os responsáveis pelo revival de história de vingança e robôs gigantes, respectivamente.

Este animê (Kiznaiver) meio que deixou a desejar por Gatchamn ter trabalhado esses tropos de maneira inédita e muito boa. Coisa que dúvido que Kiznaiver vá superar. Está devendo a série em vários quesitos? Está, mas chegamos aos anos 90 com toda essa amalgama de personagens disfuncionais que precisam trabalhar em conjunto. Este conceito é promissor, mas ainda não foi totalmente trabalhado e está faltando um quê épico. Resolveram colocar os personagens como foco assim como em Macross Delta. Por sinal, sempre amo quando fazem isso. Dá um compasso à ser ser seguido e dita um ritmo uniforme. O que falta justamente em Kiznaiver é a ousadia de se fazer como Kyousougiga (Está disponível completo no CR se alguém tiver curiosidade) de unir animação ao escracho e trabalhar o roteiro em tons de absurdo.

A animação é um show à parte, mas para mim nada vence o colorido de Crowds. E não sairá da minha cabeça tão cedo que essa série precisa superar Crowds. O que vai ser muito díficil de alcançar. Outro objetivo é ser uma piada ambulante como as animações do Studio Trigger. Aliás, a animação é do Studio Trigger? Porque não parece. Kyousougiga é um ótimo animê, por sinal. Com direito à um episódio zero para apresentar a maluquice toda. O meu problema ainda com essa série é que ela anda meio preguiçosa para apresentar tudo que prometeu, mas isso não é problema exclusivo dessa série nessa temporada ao meu ver. A temporada está acima da média, mas ainda sim tem coisas que não consigo suportar como Big Order. Linda animação, mas destrói toda a narrativa do excelente mangaká de Mirai Nikki que sempre cria motivações para seus personagens.

Outra crítica que me vem coçando a cabeça é o pessoal exigir um desenvolvimento de personagens fora de estereótipos. Como eu havia explicado todas as séries que citei, do meu ponto de vista como fundadoras dessa série, utilizam-se desses tropos. A questão é que por mais que haja desenvolvimento de personagens ele não é exatamente real e nem irá ser pelo próprio conjunto da obra. Tem a ver com as séries dos anos 90 que davam apresentação de personagens - novamente do meu ponto de vista - e acabavam enchendo linguiça por episódios inteiros sem desenvolver personalidades marcantes, mas apontando quem era quem. Isso é meio fastidioso e sacal, porém, reconheço o esforço. Só acho que Crowds respondeu à isso - novamente - melhor. De que modo? Simplesmente mostrando quem é quem pelas suas ações. Ainda falta uma boa dose de uísque, feijão e boa alimentação para a série crescer, mas ruim ela não é.


Por enquanto é essa minha opinião. rs

PS: Versão TL:DR: a série tem muito potencial a ser explorado e concorrentes muito fortes para superar. Acompanhemos.
Portuguese Moderator
28122 cr points
Send Message: Send PM GB Post
30 / M / Pernambuco/Alagoas
Offline
Posted 4/26/16
, tem muito texto vermelho então espero não ter entendido muita coisa errado.

Mas pelo que entendi do texto do T1mered são criticas sobre o fato de Kiznaiver estar sendo meia boca no quesito "extrapolar seus limites", assim como faz Gatchaman Crowds, Kyousougiga e o KILL la KILL do próprio estúdio Trigger. (mais uma vez espero não ter entendido errado) Mas pra mim este é justamente o ponto positivo deste anime e é a causa de muita gente estar tendo dificuldades de aceitar o anime.

Desta vez o estudio Trigger está tentando fazer uma mistura de seriedade com absurdo, tentando tirar a vida dos personagens do rumo com o fato deles serem Kiznaivers, mas ao mesmo tempo sem enlouquecer tudo no processo (eles tentam levar a vida da forma mais normal possível mesmo assim). E justamente esta dualidade que esta mantendo a leveza do enredo, dando uma fluidez mais próxima ao slice of life a ele ao mesmo tempo que isto esta também gerando criticas de muitos devido a dificuldade de aceitar que os personagens possam tentar levar a vida o mais normal possível até tudo se resolver, ao invés de estarem fazendo ações desesperadas para se livrarem de serem Kiznaivers como a maioria das outras obras similares tenta fazer.

Pra mim esta variação de tentar levar "numa boa" o fato deles serem Kiznaivers, sem sair o tempo todo apelando pra o absurdo, é que esta tornando o plot tão interessante e evitando que ele se torne mais um anime completamente louco ou completamente dramático como são outros que já vimos.
11421 cr points
Send Message: Send PM GB Post
24 / M / Brasil - São Paul...
Offline
Posted 4/27/16 , edited 4/28/16
KIZNAIVER - 3º Episódio

Foi o episódio mais engraçado até agora. A história está sendo extremamente divertida e de todos os animes desta temporada, Kiznaiver é o que possui os personagens mais legais e carismáticos!

A Niyama é demais e super fofa, dou muita risada com ela! A dubladora ajuda bastante também, acertaram em cheio na escolha da voz da personagem. Além disso, o "7º pecado" foi incluído no grupo e a definição dele é "imoral".. uma definição que fez juz ao final deste terceiro episódio quando ele literalmente sofre um orgasmo depois de ter sentido dor.. kkkkkkkkkk ri demaaaaais!

SITUAÇÃO: ACOMPANHANDO
gash13 
35102 cr points
Send Message: Send PM GB Post
M / Belo Horizonte
Offline
Posted 5/1/16
gostei bastante do episodio 4 de kiznaiver alias a melhor parte foi do Shiritori. Alias jogo direto shiritori no meu curso de Japones isso e um joguinho chamaod shogi kkkkkkkkkkkkk
12868 cr points
Send Message: Send PM GB Post
29 / M / São Paulo
Offline
Posted 5/2/16 , edited 5/2/16
(Apaguem esse post, por favor. O post abaixo é mais importante, certamente).
12868 cr points
Send Message: Send PM GB Post
29 / M / São Paulo
Offline
Posted 5/2/16 , edited 5/2/16

yuriccp wrote:

, tem muito texto vermelho então espero não ter entendido muita coisa errado.

Mas pelo que entendi do texto do T1mered são criticas sobre o fato de Kiznaiver estar sendo meia boca no quesito "extrapolar seus limites", assim como faz Gatchaman Crowds, Kyousougiga e o KILL la KILL do próprio estúdio Trigger. (mais uma vez espero não ter entendido errado) Mas pra mim este é justamente o ponto positivo deste anime e é a causa de muita gente estar tendo dificuldades de aceitar o anime.

Desta vez o estudio Trigger está tentando fazer uma mistura de seriedade com absurdo, tentando tirar a vida dos personagens do rumo com o fato deles serem Kiznaivers, mas ao mesmo tempo sem enlouquecer tudo no processo (eles tentam levar a vida da forma mais normal possível mesmo assim). E justamente esta dualidade que esta mantendo a leveza do enredo, dando uma fluidez mais próxima ao slice of life a ele ao mesmo tempo que isto esta também gerando criticas de muitos devido a dificuldade de aceitar que os personagens possam tentar levar a vida o mais normal possível até tudo se resolver, ao invés de estarem fazendo ações desesperadas para se livrarem de serem Kiznaivers como a maioria das outras obras similares tenta fazer.

Pra mim esta variação de tentar levar "numa boa" o fato deles serem Kiznaivers, sem sair o tempo todo apelando pra o absurdo, é que esta tornando o plot tão interessante e evitando que ele se torne mais um anime completamente louco ou completamente dramático como são outros que já vimos.



Opa fui citado. Então, vamos por partes como diria Jack o Estripador. AHUHAUAHU No caso a minha crítica está mais para uma crítica construtiva do que algo que desmerece a obra. O meu ponto é que a série não é perfeita. A sua crítica procede na ideia central, de fato, mas tem alguns pontos que eu acho que seriam interessantes de serem ressaltados. Afinal, ao que parece a minha crítica soou como um golpe ao desempenho da série. Tanto é que eu fiz mais essa crítica como uma forma de defesa da série. Talvez, isso tenha ficado pouco claro. Até aí bem normal.

Dentre as críticas que eu recebi todas giravam em torno das personalidades dos personagens. Uma coisa que não citei é que o conceito de gêmeos univitelinos (ou irmãos univitelinos) pode ter sido extraído de Sense8 das irmãs wachowski. Curiosidade: um dos irmãos passou por uma mudança de sexo. Por isso irmãs. Eis a notícia para quem não soube: http://oglobo.globo.com/cultura/transgeneros-irmaos-wachowski-agora-sao-irmas-wachowski-18834078 Embora, eu ache a série cansativa o mérito inicial é delas por esse conceito. E no caso vemos que o material não é tão "metalinguistico"! Metalinguistico = gramática, poesia sobre poesia, filme sobre filme, paródia, etc. Não quero perder tempo demais numa definição fácil dessas.

Limpo isso do caminho podemos agora falar de alguns aspectos da própria interpretação que você teve e de alguns comentários que achei curiosos e, em parte, quero refutar, mas mais esclarecer. Lembrando que não quero iniciar de jeito nenhum uma guerra civil aqui. AHUAHUAHUAHUA Os pontos são:

a) Gatchaman não é absurdo. É uma das discussões mais sérias sobre a responsabilidade de ser herói e uma contestação de metodologias tradicionais com relação à como lidar com os monstros espaciais. Isso provado que segundo muitas pessoas, inclusive Arkada em Glass Reflection: https://www.youtube.com/watch?v=zcsgmwwKSIs de que o que menos importa é o combate direto aos monstros espaciais e que a verdadeira ameaça está na mente de pessoas manipuláveis. Gatchaman Crowds tem um tom bem mais sério que sua série original e um insight bem mais interessante em resolução de conflitos. O que causou certo furor entre os seus fãs originais. Então, a série é bem séria e tem um bom desenvolvimento por conta desse aprofundamento.

b) Kill la Kill e Gurren Laggan são over the top e isso significa os limites do absurdo sem se preocuparem e isso é um mérito muito interessante para uma animação. Aliás, eu tenho preferido animações menos comprometidas em serem o próximo Evangelion e passarem por cima daquele estereótipo hipster de otaku intelectualóide que discute o sexo dos anjos por conta de um desenho sobre pessoas com disfunções psico-cognitivas. (Peguei pesado, mas okay. Só pra dar um exemplo de que tem muito fanboiolismo).

Então, o que acho é que a série não se definiu ainda e não sabe, portanto, pra que lado vai, mas ela está meio morna em certos aspectos justamente por isso. Não tem como negar. Muito bem animada. Muito legal, mas longe de ter seriedade. E, sinceramente, considerando que ela é meio estilizada e adota um estilo visual muito parecido com Gatchaman que tirasse sarro total da série como uma paródia bem mais direta dessas desconstruções de heróis. Sei que dá um puta trabalho, mas tom bem definido é algo que gosto em obras. Se não for assim fica em cima do muro e não se decide exatamente a proposta da obra. Ela é claramente uma paródia, mas não assume foros de paródia muitas vezes. (Foros = Aspectos e ares.) É bizarro e incomodo. Não tenho vergonha de dizer isso.

Então, o que acho é que não é exatamente um problema de entender ou não uma obra. O que aliás seria dar valor demais à uma obra de industria de desenhos que deve ser despretensiosa. Seria justificar aquilo que não tem entregue sua mensagem de maneira mais concreta. Porém, seria, por outro lado, ignorar, que o animê está indo pelo caminho contrário das outras séries. Dando mais tempo de construção de personagens e requentando a trama para depois lançar de vez a sua proposta. E existem certos indicios de que a série pode assumir um rumo bem escrachado ou irreverente.
58 cr points
Send Message: Send PM GB Post
Offline
Posted 6/5/16
A série tá legal... Mas só 12 episódios?! Faltam só 3 pra acabar!
Eu só quero saber como vão fechar a serie no anime, se irão fazer de um modo que continue no mangá que está em lançamento, ou se irão fechar a história e o mangá só irá retratar a história do anime.
11421 cr points
Send Message: Send PM GB Post
24 / M / Brasil - São Paul...
Offline
Posted 6/13/16
E aí galera,

Só tenho uma coisa a dizer, o KIZNAIVER está no meu TOP 2 de melhores animes da temporada e só não está em primeiro lugar porque o RE:Zero teve uma estréia fantástica com aqueles dois primeiros episódios, aliás foi a melhor estréia da temporada, na minha opinião!

A diferença é que o Re:Zero começou com Nota 9 no meu ranking geral de animes (ou 5 estrelas nessa temporada) e o Kiznaiver com Nota 8.. só que agora a linha do Kiznaiver vem crescendo cada vez mais e hoje eu dou 8,5 fácil fácil e se manter eu dou Nota 9, ou subo até mesmo pra 9,5 deixando os dois animes empatados no final..

Fiz até um graficozinho feio pra ilustrar -> kkkkkkk



Em termos de relacionamento, personagens e drama, o Kiznaiver tá foda demaaaaaais!!!

O que vocês acham?

568 cr points
Send Message: Send PM GB Post
21 / M / São Paulo
Offline
Posted 6/14/16 , edited 6/14/16
Eu já achei a trama de Kiznaiver muito, muito boa desde o começo. É uma crítica bem comum - e forte - ao nosso estilo de sociedade. Temos que lembrar que o anime se insere numa realidade de sociedade/cultura japonesa.
Eu não vivo lá para ter uma concepção mais factível das coisas, mas vejo que os japoneses têm um sentimento de coletividade grande, entretanto o indivíduo continua sendo deixado de lado. A tradição japonesa é muito forte, o machismo, o segregacionismo, a pressão familiar,.. A própria relação familiar deles é extremamente diferente da ocidental. O esteriótipo do japonês é daquele que é frio, calculista, racional, extremamente dedicado, antissocial, tímido, que apresenta uma dificuldade em se relacionar (apesar de ser, de novo, um esteriótipo, uma generalização). O que tenta ser quebrado completamente dentro do experimento Kiznaiver, não é?
Também é válido lembrar da rotina estressante voltada unicamente ao trabalho que faz com que, na sociedade contemporânea nipônica, as pessoas se distanciem sentimentalmente (vide a diminuição da reprodução e, consequentemente, a do número de crianças), dando às relações sentidos práticos, instrumentalistas e não afetivos. Para mim, fica bem claro, que o experimento tem o objetivo de reunir as pessoas, de quebrar essa distância que existe dentro dos grupos humanos, na sociedade. É uma tentativa de trazer empatia, de lembrar que nas relações existem sentimentos, que os outros também sentem dor, alegria, tristeza mesmo que não demonstrem isso.
Enfim! Dá para falar muita coisa sobre o anime, num aspecto social e até individual, o que geralmente demonstra uma obra bem construída que conseguiu transformar os problemas que os personagens enfrentam em problemas que toda a sociedade enfrenta. XD Contudo, vamos esperar o final para falar um pouco mais e concluir minha opinião sobre o anime - já que os animes/mangás tem um dom em estragar as obras com seus finais.
:b
1821 cr points
Send Message: Send PM GB Post
26 / M / Tucano-BA
Offline
Posted 6/14/16
Opa tbm penso desta maneira sobre este anime, realmente muito bom sendo meu top 2 tbm só perdendo pra o Re:Zero. Com relação ao q vc falou concordo plenamente que o foco principal da historia é esta critica, mesmo aludindo a premissa dessa sociedade Utópica que a cada dia está mais longe da nossa realidade, mas que no anime pode até ser conquistada através do experimento, mesmo tendo dado merda na primeira tentativa, estou muito ansioso pra ver como o anime vai acabar.
First  Prev  1  2  3  4  Next  Last
You must be logged in to post.