[Opinião] Os melhores mangás publicados e republicados no Brasil em 2016

Novos formatos, títulos aguardados, relançamentos e muito mais!

Em 2016, o mercado nacional de mangás alcançou objetivos que não esperávamos até alguns anos atrás. Como as edições tão luxuosas de The Ghost in The Shell e Cavaleiros do Zodíaco - Kanzenban, a volta definitiva de Takehiko Inoue ao Brasil com a republicação de Vagabond (desde o começo!) e Slam Dunk, o lançamento do primeiro artbook com Lost Canvas e muitos outros.

 

Por parte da Panini foram 25 lançamentos. De séries novas e aguardadas como Lovely Complex, Akame ga Kill! e Pandora Hearts, até relançamentos muito esperados com Vagabond e Lobo Solitário. Sem mencionar volumes únicos como The Wedding EveThe God’s Lie e mais databooks de One Piece e Naruto. Aperfeiçoando o formato criado anos atrás, a editora continua acreditando no mercado, demonstrando isso em BestiariusAjin e suas edições com acabamento gráfico diferenciado.

 

The God's Lie


Quem não ficou surpreso ao ver o inesperado Arakawa Under the Brigde sendo publicado no Brasil? Essa é um das tentativas da italiana de expandir o mercado, já que comédias non-sense não têm sido muito exploradas por aqui.

 

No caso da JBC foram 13 lançamentos. O aguardadíssimo The Ghost in The Shell em uma das edições mais bonitas do mercado, ao lado do kanzenban de Saint Seiya e o artbook de Lost Canvas. Knights of Sidonia e Blame! (com um dos acabamentos mais semelhantes ao original) trazem de volta Tsutomu Nihei, que para surpresa de todos foi um dos convidados da CCXP 2016, dando autógrafos e participando de palestras.

 

Tsutomu Nihei na Comic Con Experience 2016

 

E não poderíamos esquecer do relançamento mais aguardado da editora com Fullmetal Alchemist. My Hero Academia, um dos maiores sucessos da Jump atual, e Ano Hana merecem destaque. E a grata surpresa que foi ver Inio Asano sendo publicado novamente com Nijigahara Holograph.

 

A NewPOP, como uma editora menor, teve apenas sete lançamentos, e dentre eles quatro  mangás. Com um dos melhores do ano, Helter Skelter chegou na surdina sem fazer nenhum alarde e foi conquistando os leitores no boca a boca, mas sem esquecer aquela ajuda do filme live-action.

 

Depois de 5 Centímetros por Segundo, O Jardim das Palavras (Kotonoha no Niwa) é mais uma adaptação de um filme de Makoto Shinkai com uma história singela e tocante. Também tivemos, junto com a light novel, o mangá de Log Horizon. Além do yaoi Fallen Moon, mostrando que a editora continua investindo no nicho.

 

 O Jardim das Palavras

 

Sem esquecer as outras editoras, como a Alto Astral que apostou em um acabamento diferente para os seus mangás, com O Segredo de Natsuki e Não Mexa com Minha Filha!, que parecem hentais, mas não são. Conrad finalmente terminou a publicação de Gen Pés Descalços e não possui mais nenhum mangá em lançamento; perdeu até os direitos de Cavaleiros do Zodíaco - Episódio GDarkSide anunciou sua entrada no mercado com Fragments of Horror do mestre Junji Ito e a Nova Sampa continua não dando sinal de vida.

 

Após essa introdução, vamos aos melhores lançamentos e relançamentos do ano.

 

Lembrando que esta lista é a minha opinião, não tem nenhuma ordem e foca mais em conteúdo do que acabamento gráfico.

 

 

Menções honrosas:

The Ghost in The Shell, de Shirow Masamune - JBC
The Weeding Eve, Hozumi - Panini
The God’s Lie, Kaori Ozaki - Panini
Bestiarius, Masasumi Kakizaki - Panini
Knights of Sidonia, de Tsutomu Nihei - JBC
Lovely Complex, de Aya Nakahara - Panini
Nijigahara Holograph, de Inio Asano - JBC

 

 

 

Lançamentos

 

 

Arakawa Under The Bridge / Panini

 

Autor: Hikaru Nakamura

Demografia: Seinen

Revista: Young Gangan (Square Enix)

Periodicidade: Bimestral

Finalizado com 15 volumes no Japão 

Formato: 13,7 x 20 cm - Com páginas coloridas

Papel: Pisa Brite

Preço:​ R$ 12,90

 

 

Arakawa conta a história de Kou Ichinomiya, herdeiro de uma companhia, que recebeu uma rígida criação de seu paí. Foi assim que aprendeu o lema de sua família: “nunca deva nada a ninguém”. Por um motivo muito louco, o rapaz acaba se vendo obrigado a pagar uma dívida e por isso acaba começando a morar embaixo de uma ponte. Além de toda essa loucura, os moradores que vivem embaixo da ponte são bem "peculiares". O mangá utiliza esse background para criar situações em que a autora faz críticas à sociedade de várias maneiras sutis e inteligentes. Repare nas entrelinhas.

 

 

 

 

 

Blame! / JBC

 

Autor: Tsutomu Nihei

Demografia: Seinen

Revista: Afternoon (Kodansha)

Periodicidade: Bimestral

Finalizado com 10 volumes no Japão 

Formato: 13,5 x 20,5 cm - Com sobrecapa

Papel: Lux Cream

Preço: R$ 23,90

Somente em livrarias e lojas e especializadas 


 

Tsutomu Nihei possuí um estilo de narrativa um tanto quanto diferente do convencional. Em Blame! o autor ainda era um iniciante, mas já tinha noção do que fazia, demonstrando todo seu potencial com o desenvolvimento de universo e na história, que é contada de maneira subjetiva, fazendo o leitor ligar os pontos e até mesmo criar teorias com aquelas pequenas frases que parecem jogadas e os comentários aleatórios, fruto dos devaneios dos personagens em certos momentos.

 

 

 


One-Punch Man / Panini

 

Autores: ONE (Argumento) e Yusuke Murata (Arte)

Demografia: Seinen

Revista: Tonari no Young Jump (Shueisha)

Periodicidade: Bimestral

Em andamento com 12 volumes no Japão

Formato: 13,7 x 20 cm

Papel: Off-set

Preço: R$ 16,90



Primeiro gostaria de dizer que essa obra não está aqui pela história ou pelo acabamento (por mais que os dois sejam eficientes), mas principalmente pelos desenhos. Yusuke Murata é sem duvidas um dos melhores desenhistas da atualidade. Desde Eyeshield 21 o mangaká já se destacava pela sua noção de ângulo e arte sequencial que davam um ritmo insano para a narrativa, mas em One Punch-Man ele conseguiu alcançar um nível superior e o lançamento em formato digital foi um dos motivos. A história de Saitama, que derrota qualquer inimigo com um soco, é hilária e impagável.


 


Helter Skelter / NewPOP

 

Autor: Kyoko Okazaki

Demografia: Josei

Revista: Feel Young (Shodensha)

Volume Único

Formato: 15 x 21 cm - Com páginas coloridas

Papel: Off-set

Preço: R$ 24,90

Somente em livrarias e lojas e especializadas 



Já conhecia Helter Skelter por nome e tinha uma certa noção do que se tratava, então acabei criando expectativas e isso não é algo bom. Quando falamos de mídia de entretenimento o famoso “hype” está sempre lá, nos assombrando. Porém, dessa vez fui surpreendido com um mangá maduro de alta qualidade, denso e com personagens tão reais que seria uma tristeza se não existisse o live-action. De longe um dos melhores volumes únicos que tive a oportunidade de ler, podem ir sem medo. Só é uma pena que existam tantos erros de revisão nessa edição.






Relançamentos

 

 

Slam Dunk / Panini

 

Autor: Takihiko Inoue

Demografia: Shonen

Revista: Weekly Shonen Jump (Shueisha)

Periodicidade: Bimestral

Finalizado com 24 volumes no Japão 

Formato: 13,7 x 20 cm - Com páginas coloridas

Papel: Off-set

Preço:​ R$ 17,90

 

 

Neste ano que se passou pude ver duas das minhas obras favoritas sendo republicadas e Slam Dunk, publicado pela Conrad em 2005, é uma delas. O mangá de esporte mais famoso da Shonen Jump volta às bancas em uma edição caprichadíssima inspirada no kanzenban japonês (edição de luxo). Hanamichi Sakuragi e seu cabelo vermelho trazem uma das obras mais influentes de todo o Japão. Quadrinização, narrativa, traço e principalmente arte sequencial são apenas alguns dos motivos pra você dar uma chance. Graças à Panini, Takehiko Inoue está de volta!



 

 

Vagabond / Panini

 

Autor: Takihiko Inoue

Demografia: Seinen

Revista: Morning (Kodansha)

Periodicidade: Bimestral

Em andamento com 37 volumes no Japão

Formato: 13,7 x 20 cm - Com páginas coloridas, mas não em todas edições

Papel: Off-set

Preço:​ R$ 17,90

 

 

Essa é a quarta vez que Vagabond é publicado no Brasil. A primeira e segunda foram peka Conrad e a terceira pela Nova Sampa. Todas acabaram sendo canceladas, mas em 2016 a Panini adquiriu seus direitos e começou a lançá-la em um novo formato desde seu primeiro volume. Uma história envolvente, desenhos que parecem pinturas, quadrinização estonteante, narrativa fluída e personagens interessantes; é incrível ver o Musashi, um dos maiores samurais que já existiu, crescer e se transformar aos poucos. Está claro e esclarecido porque as editoras não querem largar esse osso.




Fullmetal Alchemist / JBC

 

Autor: Hiromu Arakawa

Demografia: Shonen

Revista: Shonen Gangan (Square Enix)

Periodicidade: Mensal

Finalizado com 27 volumes no Japão 

Formato: 13,5 x 20,5 cm

Papel: Off-set

Preço: R$ 16,90



Meu mangá favorito está de volta! Um dos sucessos mais absurdos dos últimos anos retorna depois de tantos pedidos pelas redes sociais, palestras, cartas e sinais de fumaça para a JBC. Em formato tankobon e cor especial na capa, a obra de Hiromu Arakawa pode mostrar mais uma vez aos brasileiros o porquê de toda sua fama: personagens excelentes, trama amarrada, desenhos lindos, narrativa impecável, um dos melhores finais e uma adaptação muito fiel com Fullmetal Alchemist: Brotherhood, que pode ser assistido aqui na Crunchyroll.pt!




 


Lobo Solitário / Panini

 

Autores: Kazuo Koike (Criação e Roteiro) e Goseki Kojima (Arte)

Demografia: Seinen

Revista: Manga Action (Futabasha)

Periodicidade: Bimestral

Finalizado com 28 volumes no Japão 

Formato: 13,7 x 20 cm

Papel: Off-set

Preço:​ R$ 18,90

 

 

Obra aclamada mundialmente que se tornou um clássico e grande inspiração de Frank Miller (Ronin, Batman - O Cavaleiro das Trevas) retorna. Lobo Solitário é a história de um pai e seu filho buscando vingança contra a influente família Yagyu durante o Período Edo (1603-1868), a época de ouro dos Samurais. Só de imaginar que esse mangá começou a ser publicado na década de 70 é impressionante, pois sua narrativa, traço e principalmente passing estavam à frente do seu tempo. Título obrigatório pra quem quer conhecer mais sobre histórias em quadrinhos e cultura japonesa.


 

 

E PRA VOCÊ, QUAIS OS MELHORES LANÇAMENTOS DE 2016?

FAÇA O SEU TOP 3 E COMENTE AÍ EMBAIXO!



GabrielSauGabrielSau é redator de notícias na Crunchyroll.pt, imitador do Silvio Santos, fã e pseudo-crítico de quadrinhos e joguinhos. Siga-o no Twitter: @Gabriel_Sau, onde ele passa 80% do tempo falando de mangá.

web counter

Other Top News

0 Comments
Be the first to comment!
Sort by: