Rock assume papel principal em Given

Entenda as músicas por trás dos títulos de cada episódio do anime

 

Se o rock sumiu das paradas, como apontam alguns observadores, ele está bem vivo em trilhas sonoras de séries dos serviços de streaming. No caso de Given, de 2019, o gênero ilustra praticamente todos os episódios da trama, que é baseada no mangá homônimo, escrito e ilustrado por Natsuki Kizu, em publicação desde 2013 na revista Cheri+. A série completa, com seus 11 episódios, está disponível aqui na Crunchyroll legendada em português, e um longa-metragem da obra, que será lançado em fevereiro, já teve o lançamento confirmado por aqui também — e pode preparar a pipoca que no dia 3 de fevereiro o filme estará disponível para os usuários da Crunchyroll!

 

A história gira em torno de Ritsuka Uenoyama, amante de música e de basquete que, em um momento de desânimo da vida, conhece Mafuyu Sato. A aproximação entre eles se torna mais que musical e a trama mostra também o romance dos dois.

 

Talvez não por acaso, a trilha escolhida tem canções principalmente do rock dos anos 1990 e 2000, época em que a homossexualidade, na vida social e na música, começou a vir à tona com menos medo de sofrer preconceito. A seleção musical tem temas de bandas britânicas cultuadas também pelo público LGBTQ+, como Blur e Libertines.

 

 

A série expõe o comportamento dos dois protagonistas logo no início. Uenoyama conhece Sato numa escada. Este está com uma guitarra que tem uma das cordas estourada. "Como alguém que não sabe fazer manutenção tem uma Gibson?", comenta Ritsuka, demonstrando conhecimento e paixão pela clássica e adorada marca do instrumento. "Sem querer, acabei tocando as cordas do coração dele", reflete, pouco depois, Uenoyama. 

 

O rock surge em diálogos ao longo da trama. "Claro que não dá para ficar bom como Thom Yorke ou Keith Richards tão rapidamente", comenta o protagonista, referindo-se aos guitarristas do Radiohead e dos Rolling Stones.

 


Conheça as canções de Given 

 

Cada episódio de Given tem o mesmo nome de uma conhecida canção, com exceção do episódio 9, com título reservado ao trabalho musical dos protagonistas da série. Conheça as canções-episódios da trilha do anime.    

 

Episódio 1 - Boys in the Band

 


"Garotos da Banda", na tradução, não só entrega o conteúdo do primeiro episódio e da série, mas também representa o trabalho do grupo britânico The Libertines. A faixa é do primeiro álbum da banda, Up The Bracket, lançado em 2002. Pete Doherty e Carl Barat, líderes e criadores do grupo, acabaram com o Libertines dois anos depois. Mais tarde, reuniram-se ocasionalmente. Em 2015, a banda voltou e gravou o álbum Anthems For Doomed Youth. 

 

 

Episódio 2 - Like Someone in Love

 


A única faixa que não é de rock na trilha, surge em versão de um artista que, apesar disso, também influenciou o gênero: Chet Baker (1929 - 1988). O trompetista norte-americano de jazz chegou a gravar com Elvis Costello, nos anos 1980. "Cada vez que olho para você / fico mole como uma luva / me sentindo como alguém apaixonado", diz a letra. Palavras que refletem o que Uenoyama mostra na série. 

 

 

Episódio 3 - Somebody Else

 


A canção mais recente da trilha de Given é de 2016 e pertence à banda britânica de pop rock The 1975. Somebody Else está em I Like it When You Sleep, For You Are so Beautiful Yet So Unaware of it, segundo álbum do grupo. A letra fala sobre amor e ciúme, "Não posso te dar minha alma porque nunca estamos sozinhos", canta Matthew Healy, vocalista do 1975, em um trecho da música. "Eu não quero seu corpo / mas odeio pensar em você com outra pessoa", manda o cantor, em outro verso.

 

 

Episódio 4 - Fluorescent Adolescent

 


O quarto episódio de Given tem o nome de um dos singles de Favourite Worst Nightmare, segundo álbum da banda inglesa Arctic Monkeys. O trabalho foi lançado em 2007 e chegou ao primeiro lugar da parada britânica e de outros países da Europa. Nos EUA, integrou o top 10. "Fluorescent Adolescent" é uma das poucas do álbum que o líder Alex Turner não assina sozinho. Johanna Bennett, sua namorada na época, é coautora. A moça, que além de cantora, é psicóloga, e foi vocalista da banda Totalizer, que durou pouco. Hoje, ela está casada com Matthew Followill, guitarrista do Kings of Leon. 

 

 

Episódio 5 - The Reason

 


Essa baladinha, maior hit da banda norte-americana Hoobastank, é de 2004. Chegou ao segundo lugar nos EUA e fez parte da trilha de outras séries, como Friends e Smallville. O sucesso dessa música foi enorme também no Brasil, onde foi incluída na trilha sonora da novela Começar de Novo. No folhetim da Globo, a canção foi tema do personagem Anselmo, vivido por Werner Schunemann. Em relação à série Given, vale notar o trecho da letra que diz "Encontrei uma razão para mudar o que eu costumava ser / uma razão para começar de novo / e a razão é você". Em 2009, o Hoobastank lançou uma versão acústica da música, que entrou na coletânea Greatest Hits: Don't Touch My Moustache.

 


 
Episódio 6 - Creep

 


O classicão do Radiohead é o título do sexto episódio de Given. Creep está em Pablo Honey, o primeiro disco da banda, de 1993. As letras cheias de angústia de Thom Yorke, o líder do grupo, combinam com o clima da série. Dá até para dizer que, da ótima seleção feita para ser fundo musical do seriado, Creep é a melhor escolha. O Radiohead parou de incluir Creep nos shows em 2009 e só voltou a tocá-la em 2016, quando, por insistência de um fã que gritava para a banda o tempo todo, pedindo a canção, o grupo a colocou numa apresentação em Paris. 

 


 
Episódio 7 - Tumbling Dice

 


O episódio seguinte de Given mantém o som ligado em nomes antológicos. Entra essa canção dos Rolling Stones, gravada para o álbum "Exile on Main St", que saiu em 1972. A segunda maior banda britânica da história (há quem diga que merece ser a primeira, mas...) já tinha quase dez anos de carreira fonográfica quando lançou a música e o álbum. A letra fala sobre um viciado em jogos de azar que, exatamente por conta do vício, tem dificuldade em confiar nas mulheres com as quais se relaciona. O título e a letra sugerem uma analogia. Ele joga os dados repetidas vezes, para tentar ganhar, da mesma forma que pede às mulheres uma nova chance.

 

 

Episódio 8 - Time is Running Out

 


Essa é da banda britânica Muse, formação musical que mescla hard rock, rock eletrônico e rock progressivo. A canção está em Absolution, seu terceiro álbum, lançado em 2003. Foi o disco que tornou o Muse famoso, e Time is Running Out foi um dos primeiros singles a desenhar essa trajetória de sucesso. O vídeo da canção também ficou muito conhecido. Inspirado no filme "Doutor Fantástico", de Stanley Kubrick (1964), mostra o Muse tocando em cima de uma mesa, em meio a oficiais do exército.

 

 

Episódio 10 - Wonderwall

 


Uma das músicas que melhor representa a década de 1990, no rock, também está na trilha de Given, e faz parte da carreira da banda que já foi chamada de "Beatles dos anos 1990". Exagero à parte, o Oasis marcou aquela década com canções inesquecíveis, entre elas Wonderwall, que está no disco (What's The Story) Morning Glory?, o segundo do grupo, lançado em 1995. É um exemplo da criação musical da trupe comandada pelos irmãos Liam (vocais) e Noel (guitarra) Gallagher, que, apesar das comparações dos mais afoitos, chegaram longe da popularidade dos Beatles, mas emplacaram um sucesso após outro, com belas produções, assim como o grupo em que tocaram John Lennon e Paul McCartney.

 

 

Episódio 11 - Song 2

 


E depois de Oasis, tem Blur. Sabe a questão "quem é melhor, Beatles ou Rolling Stones?", que a crítica gostava de expor - e gosta até hoje? Pois teve a versão anos 1990: Oasis x Blur. Song 2 é do álbum Blur, de 1997, mesmo ano em que o Oasis soltou o disco Be Here Now e acirrou a questão sobre quem era o melhor grupo do rock britânico. Uma disputa meio boba, talvez, mas que animou os fãs de ambas as bandas. Curta, com pouquinho mais de 2 minutos, a canção recebeu esse título porque não tinha nome, mas era a segunda faixa do álbum. Acabou ficando Song 2 mesmo, também o número em que se posicionou na parada de singles britânica.

 


 

ASSISTA A GIVEN NA CRUNCHYROLL CLICANDO AQUI!!

 


José Norberto Flesch (@jnflesch) é um dos principais nomes do jornalismo no mundo da música, famoso por divulgar em primeira mão informações de shows nacionais e internacionais, e também por fazer comentários sobre o mundo musical. Tornou-se referência principalmente nas redes sociais. Flesch já passou pelo jornal Destak e Yahoo, além de ser membro da APCA (Associação Paulista de Crítico de Arte). Agora, é convidado da Crunchyroll.

Etiquetas
given, feature
Otras noticias principales

0 comentarios
¡Sé el primero en comentar!
Ordenar por:
Banner de Hime

Prueba la Nueva CrunchyrollBeta

Probarla