Kamisama no Inai Nichiyoubi: Review do Redator

Contém spoilers. Venha com o seu redator carioca num caminho de morte e fantasia, entre cenários de tirar o fôlego.

Sunday Without God (神さまのいない日曜日 Kami-sama no Inai Nichiyōbi) ou Domingo sem Deus, também conhecida por  Kaminai (神ない) se abreviado, é uma light novel japonesa escrita por Kimihito Irie, com ilustrações de Shino. Foi pela Fujimi Shobo que foram publicados oito volumes desde janeiro de 2010, e a adaptação mangá de Abaraheiki teve seu início em novembro do mesmo ano, tendo sua estreia no volume mensal Dragon Age. Um CD Drama foi lançado pela Marine Entertainment dia 29 de dezembro do mesmo ano, mas foi somente em julho de 2013 que a adaptação anime foi ar, uma produção da Madhouse, dirigido por Yūji Kumazawa.

 

thumbnail via mangahere

 

A história se passa em um mundo fictício onde quinze anos antes, as mulheres pararam de dar à luz, e até mesmo com seus corpos danificados, os mortos vagam pelo mundo sem encontrar descanso. Somente quando enterrados por indivíduos misteriosos conhecidos como "coveiros", os mortos descansam em paz. De acordo com a lenda, nessa época, Deus abandonou o mundo. Ai Astin, uma jovem coveira mestiça, tem sua vida mudada para sempre quando um pistoleiro imortal chamado Hampnie Hambart atira todos em sua aldeia, exceto ela mesma, e ao se ver completamente sozinha e desamparada, decide se unir ao andarilho e a viajar o mundo para executar seus deveres como coveira, e assim aprender mais sobre as razões pelas quais o mundo chegou a tal estado.

 

Personagens (1º Arco)

 

Ai Astin (アイ・アスティン Ai Asutin) - voz de Aki Toyosaki

thumbnail via emptyblue

Ai é a protagonista e uma coveira mestiça de 12 anos de idade, assumindo o cargo logo depois que sua mãe faleceu. Extremamente ingênua, preocupa-se muito com os outros ao seu redor e, segundo sua falecida mãe, Lady Alfa, seu pai foi um andarilho chamado Hampnie Hambart, curiosamente o mesmo nome utilizado por seu companheiro de viagem, embora ele afirme que nunca teve filhos.

 

Hampnie Hambart (ハンプニー・ハンバート Hanpunī Hanbāto) / Kizuna Astin (キヅナ・アスティン Kizuna Asutin) -
voz de Daisuke Namikawa

thumbnail via deviantart


Também conhecido por "Brinquedo canibal" (人喰い玩具 Hitokui Omocha), ele é um albino estranho que de repente aparece na aldeia de Ai certo dia. Em sua chegada, ele passa a "matar" todos na aldeia, ou pelo menos imobilizá-los. O objetivo da Hampnie em sua viagem é encontrar uma mulher chamada Hana. Ele tornou-se imortal 15 anos atrás, quando Deus abandonou o mundo, e pode se regenerar depois de ter sido ferido. Embora tenha uma personalidade fria, ele é do tipo gentil, e só usa a arma para auto-defesa, ou para destruir os corpos daqueles que já morreram pois, segundo ele, a morte não tem lugar entre os vivos. Seu desejo era o de morrer feliz ao lado de sua família, deseje este que é realizado quando ele descobre que Ai é sua filha com Hana. Depois de despertar como um morto-vivo, Hampnie é enterrado ao lado da sepultura de Hana, por Ai, a seu pedido.


Hana (ハナ) / Alfa (アルファ Arufa) - Voz de Yūko Gotō (drama CD), Rina Satō (anime)

A mulher que Hampnie Hambart está procurando. Hampnie a descreve como alguém que é muito sensível, adora comer, tem o cabelo castanho-claro, e sem peito. Revelou ser a mesma pessoa, Lady Alfa, a mãe de Ai, e também a primeira coveira. O sonho de Hana era ter o mundo de tal forma a ser confundido por paraíso, mas em sua morte, seu sonho foi transmitido a Ai. Ela morreu quando Ai tinha 7 anos de idade.


Scar (傷持ち(スカー) Kizumochi (Sukā)) - Voz de Mamiko Noto

Uma coveira habilidosa e sem emoção, cujo nome é desconhecido. Junta-se finalmente a Ai em sua jornada após sua busca pelos mortos levá-la à aldeia de Ai. Assim que o grupo chega em Ortus e salva a irmã mais velha de Ulla, Celica, Scar adota-a como uma filha e, assim, começa a expressar emoções quando Julie promete cuidar dela.


Julie Sakuma Dmitriyevich (ユリー・サクマ・ドミートリエビッチ Yurī Sakuma Domītoriebitch) - Voz de Keiji Fujiwara

Amigo de infância de Hampnie. Julie escondeu sua esposa longe dos coveiros depois que ela morreu devido a doença, para evitar que seu enterro. Hampnie o encontra e destroe seu corpo, e após a morte de seu filho, ele busca vingança contra Hampnie, embora Hampnie afirma que Julie realmente quer ser morto por ele. Depois que Hampnie é colocado para descansar, Yuri começa a viajar ao longo Ai e Scar.



Ai encontra o "brinquedo canibal" depois de perceber que todo o pessoal do seu vilarejo, misteriosamente, desapareceu. Não há qualquer influência da comédia no anime, nem agora nem em seu desenvolvimento. Prepare-se para ficar confuso com a trama de "deus ter abandonado o mundo quinze anos antes", e deprimido com as histórias de famílias destruídas pela morte vagante e desesperança, mas também curioso em saber tanto o destino os personagens quanto se existe de fato alguma salvação para este mundo esquecido.



A confusão de Ai é extremamente dolorosa, e colocar a pessoa cujo nome é o mesmo das histórias de seu pai, é ainda mais cruel. Seus amigos aldeões mortos, um com somente metade da cabeça, numa visão monstruosa para uma menina de apenas doze anos, ainda tentando protegê-la, juntando as palavras sem sentido do viajante, o mundo de Ai é destruído num instante, suas certezas são evaporadas, não há chão. Ai está devastada, e o culpado está à sua frente, mas será que matá-lo resolveria alguma coisa, ou ao menos aliviaria sua dor? Para sua falta de sorte, o viajante é, na verdade, um andarilho imortal.



Se havia alguma dúvida se Ai era de fato uma coveira, a resposta veio de Scar após Ai enterrar a todos de seu vilarejo e a mesma confirmar não sentir qualquer presença de mortos naquele lugar. Ai é uma mestiça, filha de um humano com uma coveira, algo difícil de acreditar depois que as mulheres se tornaram estéreis, quinze anos antes, quando deus abandonou o mundo.


Por que não? Ai viverá pelo quê? Seu mundo era o vilarejo, seus aldeões, amigos, todos estão enterrados agora, como uma garotinha irá vagar pelo mundo, aos doze anos de idade, enterrando pessoas mortas por aí? Não há qualquer chance de se defender sem ajuda, não possui poderes mágicos senão o de enterrar os mortos e eles jamais levantarem novamente. Diferentemente de Scar que não possui sentimentos, Ai pode ser corrompida, e o que se tornaria caso acontecesse? Melhor ainda, com que serventia Ai poderia justificar continuar sua vida, se existem outros coveiros como Scar por aí? Basta se colocar no lugar de Ai para entender que não há razão antes da própria vida, primeiro a vida e consequentemente sua razão a se construir com o tempo.



Exatamente assim, com o tempo, os personagens se unem e revelam suas histórias melancólicas, e é inevitável não se apegar aos mesmos. É proposital, assim como a maestria musical ao final de cada ato, abre os seus poros e faz o seu coração arrepiar; você espera que as falas não vão lhe chocar, mas chocam, porque nesse anime você fica melancólico mesmo, as cenas são de uma beleza estonteante, justamente para contrastar com as histórias tristes. Não foi somente a receita de um mestre, o anime é executado com perfeição. O que não signifique ser um grande sucesso, é uma obra de arte inconfundível, e por ser o que é acaba por não ser dirigida as massas, mas sim à um grupo seleto bem conhecedor "dos traços e aquarela do gênero"...



A verdade é compreendida afinal, Ai convivia com os mortos, e os mesmos decidiram protegê-la do caótico mundo dos mortos fora da vila, mantendo suas vidas como sempre levaram. Ai crescia e precisava perceber que viva com os mortos...Se não fosse por Humpnie a situação poderia se extender por toda vida de Ai.



E tudo no momento em descobre que Humpnie é de fato seu pai, num momento em que o mesmo percebe poder atingir seu desejo de morte "natural a todo imortal que pisou nessa terra", morrer em família. Humpnie pode morrer agora, Ai acaba de conhecer seu pai e terá de se despedir dele, não há tempo de vida ou esperança, um fato levou ao fim do outro, restando a Humpnie apenas a abandonar por um dia suas crenças, dar a Ai um dia de lembranças para toda sua vida, e ao devastador dia seguinte em que terá de enterrá-lo...


 



Personagens (2º Arco)

 

Ortus

Ortus (オルタス Orutasu) é uma cidade fechada, onde os cidadãos são todos já mortos. Eles impedem aqueles que ainda estão vivos de entrar, e ainda vêm a matar qualquer coveiro que chega perto da cidade. Os vivos que desejam viver em Ortus são mortos em paz, antes de serem autorizados a entrar.


thumbnail via wikia


Kiriko Zubreska (キリコ・ズブレスカ Kiriko Zuburesuka) - voz de Tetsuya Kakihara

thumbnail via wikia



Um aprendiz em um escritório do governo em Ortus. Ele foi encontrado pela primeira vez dormindo na van de Yurie enquanto ele, Ai, e Scar vão em sua jornada. Ele também é muito íntimo com a Princesa Ulla, sendo um colega de escola e um professor. Ele foi na verdade feito de partes do corpo de cinco pessoas, nascidas de seus desejos de ter um filho por uma bruxa. Ele também envelhece muito mais lentamente do que um ser humano normal e tem conhecimento das mentes das cinco pessoas das quais ele foi feito.


Ulla Euleus Hecmatika (ウッラ・エウレウス・ヘクマティカ Urra Eureusu Hekumatika) - voz de Mikako Komatsu

thumbnail via animevice


Princesa da Ortus, também conhecido como a Musa do Assassinato. Seus olhos estão vendados e seu corpo está totalmente vestido. Pouco antes de seu nascimento, ela aceitou o desejo de sua mãe antes de sua morte, isto é, alguém que ela vê, fala ou toca será morto imediatamente, assim, impedindo-a de ter uma interação normal com a vida. Ela escreve seus pensamentos e usa Kiriko como meio de comunicação.


Wreck (強攻 Rekkusu) - voz de Kenji Hamada

O embaixador dos Negócios Estrangeiros especiais de Ortus.

Pox (悪疫 Pokkusu) - voz de Nanako Mori

O vice-comandante da Guarda Imperial Ortus.


Diva (紅雪 Diiva) - voz de Ryōka Yuzuki

A médica real de Ortus.



O fase de Ortus é apaixonate e cheia de mistério e elementos de riqueza cultural entranhadas no anime. A Musa do Assassinato é adorada como deusa e possui figuras/estátuas por toda cidade; seus cidadãos andam mascarados e o clima é de um festival eterno; a paz anda de mãos dadas com a morte e a princesa, sempre reclusa em seu castelo, mostra-se apenas aos vivos em uma cerimônia especial, o chamado "lado negro de Ortus".

 



Personagens (3º Arco)

 

Goran Academy

Goran Academy (ゴーラ学園 Gōra Gakuen) é uma escola para pessoas com habilidades especiais. Alunos na escola não estão autorizados a sair.

thumbnail via animevice


Tanya Swedgewood (ターニャ・スウェッジウッド Tānya Suwejjiuddo) - voz de Asami Imai

Tanya nasceu cega, mas tem a capacidade de usar 'Reirigan", que lhe permite ouvir os sons de lugares e coisas, e pode até mesmo sentir a forma de cor. Depois de escapar Goran, ela permite que os outros alunos a ficar em casa dos pais até que eles decidam o que fazer além disso.


Volrath Fahren (ヴォルラス・ファーレン Vorurasu Fāren) - voz de Sayuri Hara

Volrath possui uma força destrutiva excessiva.


Hardy (ハーディ Hādi) - voz de Kengo Kawanishi

Um menino gordinho que também é namorado de Volrath. Ele tem a capacidade de consumo dos materiais inorgânicos para seu próprio sustento.

Gigi Totogi (ギーギー・トートギー Gīgī Tōtōgi) - voz de Kotori Koiwai

Sua idade é realmente 22, mas desde que ele foi adormecido por 10 anos, ele tem a aparência de menino de 12 anos.


Mimieta Gedenburg & Memepo Gedenburg (ミミータ・ゲーデンバーグ、メメポ・ゲーデンバーグ Mimīta Gēdenbāgu, Memepo Gēdenbāgu) - voz de Ai Kakuma

Mimi é a primeira filha, e Meme é a segunda filha. Alegando não serem gêmeas reais, mas sim uma pessoa com múltiplas personalidades, devido à terceira irmã, Momo, que morreu e, posteriormente, enterrada por um coveiro, mas que permanece vivo dentro delas. 


Run Sagittarius (ルン・サジタリウス Run Sajitariusu) - voz de Minami Takahashi

Run pode respirar embaixo d'água. Ela é inspirara a ir para uma cidade sobre a agua chamada Espia.



A escola Goran é essencial para explicar o fenômeno interessante sobre os super poderes, e em como eles podem ser diversificados, alguns simples comoo respirar debaixo d'água, força excessiva, até uns mais ousados como visão espiritual, e a questão Dee em forma fantasmagórica... Essa fase também mostra o que habita no coração da Ai, e o que faz continuar a perseguir o destino que traçou para sí, o que se torna uma inspiração para seus companheiros, principalmente quanto à fuga do instituto...

 



Personagens (4º Arco)

 

Ostia

Ostia (オスティア Osutia) é uma cidade fechada acessada via Classe 3-4 em um prédio da escola. Classe 3-4 é a causa de um ciclo temporal que se redefine a cada dia 28 de julho de todo ano.


Alice Color (アリス・カラー Arisu Karā) / Alis - voz de Kōki Uchiyama

Um estudante vindo de transferência que desejava ajudar os outros a fugir da Goran Academy, parece ter um interesse em Ai. Apesar de ter o mesmo desejo como a protagonista, ele quer salvar o mundo, entretanto destruindo-o . Ele também tem a habilidade "buzzer beater" especial, que lhe confere mira perfeita, sendo incapaz de errar qualquer alvo.


Dee Ensy Stratmitos (ディー・エンジー・ストラトミットス Dī Enjī Sutoratomittosu) - voz de Eri Kitamura

Um fantasma conhecido como "Bruxa ocidental" que viaja pelo mundo ajudando as pessoas ou dando conselhos e informações, e acompanha Alis em sua missão de salvar o mundo. No mundo da Classe 3-4, Dee recupera sua forma física. A razão pela qual Dee era um fantasma no mundo lá fora é porque seu corpo físico é preso dentro de Classe 3-4.


Embora presos num ciclo pevertido do tempo, o ambiente é pacífico, bucólico, os meses passam e os personagens se deixam levar, Ai até esquece-se que é coveira, mal percebe se há mortos nesse lugar. De algum modo existe paz aqui, é plauzivel que Dee queira manter esse mundo de paz para sempre, entreanto esse mundo não pode existir pois quebra o ciclo natural da vida. A paz deve ser conquistada de outra forma, e esse desejo é compartilhado pelos outros. Foi assim que Dee se tornou "inimiga pública": salvar o mundo, um desejo de Ai, Alis e dos demais, significaria destruir seu mundo infinito, consequentemente perder Alis para sempre, coisa intolerável para um coração apaixonado.


Seria a despedida de Alis o final fatídico para o mundo infinito da classe 3-4? A variável que poderá mudar a história aqui é Ai, e o desejo que guarda em seu coração, seja o de salvar o mundo. Mais curioso ainda: uma coveira sentir, desejar e mudar o mundo ao seu redor... Num mundo abandonado por deus, não são apenas desejos deseperados que transformam os vivos em imortais ou até mesmo conferem-lhe super poderes, ou criam mundos de fantasia paralelos; seus desejos podem salvar o mundo, restaurá-lo, reviver a esquecida esperança de vida e paz, aqui, demonstrada pelo desejo e perseverança da coveira mestiça Ai.

"Sunday without God" é uma obra de arte, incomparável aos sucessos mais populares da temporada, é um anime único em seu nicho e deve ser apreciado como tal.


 

Datatsushi é redator da CrunchyNotícias para a Crunchyroll.pt e é apaixonado por anime, comida japonesa e cultura asiática. Você pode segui-lo no Twitter @_datatsushi_


Marcadores
sunday without god
Outras Principais Notícias

5 Comentários
Ordenar por: