7 fatos que você precisa saber sobre Nana Mizuki!

Saiba mais sobre a Rainha do Anime Song!

Nana Mizuki certamente é uma das mais famosas e bem-sucedidas cantoras e dubladoras de anime da atualidade, seu mais recente single "Exterminate" alcançou a terceira colocação no ranking dos mais vendidos em sua semana de estreia e, além disso, foi o seu 20º lançamento seguido a ficar entre os cinco primeiros colocados no ranking da Oricon e o 22ª entre os dez primeiros. 


Essa é uma marca importante, ainda mais quando alcançada por uma dubladora e considerando que a grande maioria de seus singles são compostos por músicas feitas para animes e games. Porém, nem de longe esse é o seu maior feito. Nana Mizuki vem construíndo uma carreira sólida, com grandes sucessos ao longo dos últimos 15 anos desde sua estreia e vem ganhando reconhecimento e muitas conquistas relevantes não só para ela, mas para dubladoras e cantoras de anime song em geral. 

 

Nana Mizuki

 

Quer descobrir algumas curiosidades sobre uma das cantoras mais adoradas pelos otakus do mundo inteiro? Então vem com a gente e confira 10 fatos importantes sobre a carreira de nossa adorada Nana Mizuki aquela que detém a alcunha de "Anison no Jou" - A Rainha do Anime Song!

 

7 - Nana Mizuki começou a carreira como uma cantora de música Enka
Ela praticava canto desde os 5 anos de idade incentivada por seu pai, que sempre sonhou em ser um cantor. Com 13 anos, em 1993, Mizuki lançou seu primeiro single, um Compact Cassete nomeado "Tsugazakura", como Nana Kondo, seu nome verdadeiro.
 
6 - Sua estreia como dubladora foi em um game
O game "Noël ~ La Neige ~ Special", lançado originalmente para Playstation em 1998. No game ela interpretava a personagem Chisato Kadokura e também cantava a música de encerramento "Monologue" em duas versões: no final "feliz" era uma balada acompanhada por violão e, no "triste", uma versão enka da mesma música. O trabalho dela impressionou os produtores do game, que decidiram gravar um CD especial dedicado a personagem Chisato, interpretada por Nana Kondo, algo muito raro para uma dubladora estreante. 
 
5 - O anime em que estreou como dubladora foi exibido no Brasil
Ainda em 1998 Nana Mizuki também fez sua estreia nos animes, interpretando a personagem Sora Yamato em "Jikuu Tantei Genshi-kun", anime que foi exibido no Brasil na extinta Fox Kids com o nome de Flint, o Detetive do Tempo, exibido por aqui entre 2001 e 2003. Depois disso atuou em alguns papeis secundários em vários animes, como Love Hina, Shaman King e Gravion, até que em 2002 foi escolhida para dublar Hinata Hyuuga em Naruto
 
4 - Adotou nome artístico porque já existia uma outra Nana Kondo
Nana Kondo passou a utilizar o nome artístico de Nana Mizuki a partir de 2000 após de ter sido descoberta por produtores da King Records e ser contratada pela gravadora. Seu primeiro single como Nana Mizuki foi Omoi, lançado no mesmo ano. A mudança no nome não foi apenas uma opção artística. Na verdade, ela acabou descobrindo que havia uma outra cantora relativamente conhecida com o mesmo nome.
 
3 - Já fez parte de um quarteto de seiyuus
Nana Mizuki fez parte do quarteto Prits (プリッツ), juntamente com Kuwatani Natsuko, Mochizuki Hisayo e Yumiko Kobayashi; as quatro eram dubladoras da série de animes e games Sister Princess e formaram o grupo para interpretar as músicas da franquia. A parceria foi realizada entre 2001 e 2002 e rendeu três singles e um álbum para as artistas.

2 - Já lançou um livro
Em janeiro de 2011, ao completar seu 31º aniversário, Mizuki lançou uma autobiografia para comemorar os 10 anos de sua carreira como cantora. O livro intitulado "Shin'ai" recebeu o mesmo nome de uma música que havia gravado em homenagem a seu pai, o grande incentivador de sua carreira, que morreu em 2008. Shin'ai (深愛) significa "Amor Profundo" e a música também foi usada como abertura para o anime White Album.


Clipe da Música Shin'ai
Tente não se emocionar ao ler a tradução da música - Shin'ai (Tradução)
 

1 - Nana Mizuki foi a primeira dubladora a fazer show no Tokyo Dome
Ainda em 2011 Nana Mizuki alcançou o ápice da sua carreira ao se apresentar na mítica arena Tokyo Dome. Ela foi a primeira dubladora e uma das primeiras mulheres que conseguiu esse feito. Tokyo Dome é o maior estádio coberto do Japão e apenas os melhores artistas se apresentam lá, é sinônimo de prestígio e reconhecimento de uma carreira de sucesso. O Show gravado no Dome foi um enorme sucesso, quebrando diversos recordes de vendas e transformando a cantora na primeira artista a ter quatro blu-rays seguidos no topo dos rankings da Oricon. 
 
Nana Mizuki no Tokyo Dome
 
 
 
Três momentos importantes na carreira musical de Nana Mizuki

Em 2001 Mizuki lançava o seu primeiro álbum de estúdio, "Supersonic Girl", que contava com músicas gravadas anteriormente por ela em seus primeiros singles, canções de outros trabalhos que participou e também músicas inéditas, seguido por "Magic Attraction" em 2002, "Dream Skipper" em 2003 e "Alive & Kicking" em 2004, todos alcançaram posições modestas nos rankigs de vendas.
 
Seu primeiro álbum a ficar entre os primeiros colocados no ranking de vendas foi "Hybrid Universe", de 2006, que alcançou a 3ª colocação; depois vieram outros sucessos: "Great Activity" de 2007, "Impact Exciter" de 2010 e "Rockbound Neighbors" de 2012 em segundo lugar na primeira semana de vendas, além dos marcantes "Ultimate Diamond" de 2009 e "Supernal Liberty" de 2014 que conseguiram ficar com primeira colocação nas vendas.
 
Seu primeiro single a alcançar as primeiras posições dos rankinds da Oricon foi "Innocent Starter", lançado em outubro de 2004 com a música de abertura da primeira temporada de Mahou Shoujo Lyrical Nanoha, em que também interpreta uma das protagonistas, Fate Testarosa. A franquia Nanoha foi certamente o seu trabalho mais importante até hoje e marcou uma fase de crescimento exponencial em sua carreira lhe rendendo nada menos que sete singles de grande sucesso: "Innocent Starter" (Nanoha), "Eternal Blaze" (Nanoha A's), "Secret Ambition" (Nanoha Strikers), "Massive Wonders" (Nanoha Strikers), "Phantom Minds" (Nanoha Movie 1), "Bright Stream" (Nanoha Movie 2) e "Angel Blossom" (Nanoha Vivid).

Eternal Blaze - Abertura de Mahou Shoujo Lyrical Nanoha A's
 
 
 
 
E então, gostaram de conhecer um pouco mais da nossa rainha? Comente sobre os fatos mais interessantes e compartilhe conosco qual a sua música favorita de Nana Mizuki! 

Fontes: Wikipedia, Universo Japonês, Genkidama, ANN, Site Oficial Nana Mizuki

© Nana Mizuki / King Records


Fábio[portuga] é redator de notícias para a Crunchyroll.pt é fã de carteirinha da Nana Mizuki e ao escrever esse texto acabou ficando mais fã ainda. Vida longa a nossa querida Anison no Jou. Visite o seu perfil e siga-o no Twitter: @portugassis. Clique aqui para ler outros posts do autor.

Outras Principais Notícias

2 Comentários
Ordenar por: