RESENHA: Onyx Equinox: Uma obsidiana que brilha até nas noites de lua nova

A série encabeçada por Sofia Alexander mostra com maestria o quão fascinante a cultura e a mitologia da Mesoamérica pode ser

Onyx Equinox

 

Quando vemos o mito de algum herói de mitologias milenares, geralmente somos apresentados a figuras fortes, virtuosas e com um enorme senso de dever. Ainda que algumas tenham desfechos trágicos, o herói dificilmente recua ou se amedronta, fazendo o que foi destinado a fazer, sem qualquer questionamento até o final, não importando o quão colossal ou sobre-humano é o desafio que os deuses reservaram a ele. Onyx Equinox pode ter muitas qualidades dignas de uma odisseia lendária, mas ela possui um diferencial que vai contra todos os clichês dos heróis de outras mitologias, sem mencionar a sua ambientação ser nos tempos mitológicos da Mesoamérica.

 

Na série vemos deuses como Quetzalcoatl, Mictecacihuatl, Mictlantecuhtli e muitos outros. Alguns buscam manter o equilíbrio celestial, enquanto outros querem criar maquinações contra esse equilíbrio, seja por estarem entediados desse tal equilíbrio, ou por motivos mais passionais e vingativos. Um novo fim dos tempos se aproxima, uma cidade inteira sucumbe e centenas de vidas são perdidas e até sacrificadas em vão, para apaziguar os deuses implacáveis. Dentre esses sacrifícios estava Nelli, uma jovem criada e irmã mais velha de Izel, que fica horrorizado com a perda repentina da única parente que amava de verdade.

 

Izel e Nelli, de Onyx Quinox

 

O jovem quer desistir de tudo, inclusive de sua própria vida, mas os deuses têm outros planos para ele. Izel é salvo por Yaotl, o campeão de Tezcatlipoca enviado como emissário ao garoto, para lhe dizer da missão que lhe foi incumbida: fechar os portais para o submundo antes da lua nova, assim dando um fim à crise que se segue. Entretanto, Izel não quer saber de salvar a humanidade, que só tirou tudo o que ele mais amava no mundo e reluta em seguir essa missão. Entretanto, outras pessoas se juntam a Izel em sua jornada, cada uma com suas motivações e princípios: os irmãos gêmeos e jogadores de ulama (um esporte que lembra um pouco o nosso futebol) Yun e K’in, a misteriosa guerreira Zyanya e Xanastaku, sacerdotisa da cidade de Tajin. É no decorrer da história, junto com essas pessoas que ele acaba encontrando, que as incertezas de Izel vão sumindo, até ele chegar a sua resolução para esta situação apocalíptica.

 

Certamente, um dos grandes destaques de Onyx Equinox é sua premissa, ambientada e focada na mitologia e cultura mesoamericana, retratando meticulosamente em todos os detalhes possíveis os povos e cultura daquela época. Sofia Alexander, a criadora da série, realizou diversas pesquisas, algumas até in loco, para representar em detalhes essa cultura na animação. É fascinante como tudo é mostrado ao espectador de forma que lhe chame a atenção, porém sem precisar de explicações esdrúxulas e fora de contexto.

 

Onyx Equinox

 

Outro ponto alto da série é justamente sua direção de arte. A série possui um ótimo design de personagens, sejam do grupo de protagonistas, secundários, deuses e monstros. Os cenários são estonteantes e tudo banhado com cores vibrantes e com contrastes muito interessantes.

 

O melhor de tudo é que essa riqueza toda é conduzida com um ótimo ritmo da narrativa. Foi muito bem acertado em focar no grupo principal, aprendemos sobre suas fraquezas, qualidades e conforme o momento crítico chega, eles vão amadurecendo, com uma ótima evolução, especialmente Izel, o protagonista.

 

Onyx Equinox

Onyx Equinox tem um contraste bem vibrante, especialmente com as cores verde e violeta

 

Por se tratar de uma trama envolvendo uma jornada do herói com deuses que exigem sacrifícios de sangue, há momentos bastante sanguinolentos e combates verdadeiramente brutais. Entretanto, esses momentos brutais não são gratuitos e condizem com o tom da história. Ajudam o espectador a se ambientar naquele mundo que está no liminar de deixar de existir, enquanto alguns lutam contra criaturas sobrenaturais.

 

Onyx Equinox ainda guarda reviravoltas espetaculares! Não só as reviravoltas em si que são impressionantes, mas a forma como elas são construídas ao longo da história é algo de deixar qualquer um processando a coisa toda ao longo dos episódios. Tudo porque a série sabe como apresentar mistérios no começo e que vão sendo esclarecidos gradativamente ao longo da jornada do grupo de Izel.

 

Onyx Equinox

O design, tanto dos ambientes como dos personagens, é estonteante

 

Ao final dos 12 capítulo vemos a resolução da missão principal de Izel, ao mesmo tempo que se inicia um problema ainda maior, por mais incrível por possa parecer, considerando que a humanidade esteve no limiar de ser extinta no começo de Onyx Equinox. É uma pena, porém, que o passado de uma das últimas personagens que se junta ao grupo de Izel não chega a ser bem explorado nesse primeiro momento, dando a entender que preferiram deixar essa questão para uma outra oportunidade.

 

Onyx Equinox é fascinante em vários aspectos. Seja para apresentar para mais pessoas o quão rica é a cultura mesoamericana, por sua direção de arte muito criativa e um desenvolvimento de história que prende qualquer um a ver como as coisas irão se desenrolar, acompanhando os dilemas de personagens carismáticos e as reviravoltas inacreditáveis que os aguardam!

 

Onyx Equinox

 

Caso queira saber mais sobre Onyx Equinox, confira nosso vídeo falando um pouco mais dos deuses e das tradições da américa central mostradas na série e temos também um outro que fala de cinco coisas que podem ter passado desapercebido por você enquanto assistia.

 

 

 


 

Onyx Equinox é uma produção original da Crunchyroll e está disponível com seus 12 episódios aqui na Crunchyroll.pt, contando com uma dublagem espetacular em português brasileiro!

 

Onyx Equinox

 

Sinopse:

 

Onyx Equinox acompanha a história de um jovem asteca chamado Izel, salvo da morte pelos deuses para se tornar o "campeão da humanidade" e salvar a raça humana da perdição. Em sua jornada, ele será forçado a descartar sua apatia e insensibilidade e provar o potencial dos humanos.

 

 

Leia também:

 

 

 


Samir “Twero” Fraiha é redator de notícias da Crunchyroll.pt. Formado em Letras e em Artes Visuais, curte animes, mangás e games desde os 5 anos e é fã dos jogos da CyberConnect2. É bem ativo no Twitter como @Twero e também gosta de gravar e editar podcasts.

Outras Principais Notícias

3 Comentários
Ordenar por:
Hime banner

Teste o Novo CrunchyrollBeta

Quero testar