Meio diferente! Cópia física para Switch de Final Fantasy X/X-2 vem com um dos jogos como DLC

Apenas a versão ocidental é assim, as asiáticas não foram lançadas dessa forma

A versão ocidental do remaster em HD de Final Fantasy X/X-2 (FF X/X-2) para Nintendo Switch é um pouco diferente das asiáticas. Quem comprar a cópia física, que lançou dia 16 abril, verá que, na verdade, apenas Final Fantasy X (FF X) está no cartucho e Final Fantasy X-2 (FF X-2) deve ser baixado digitalmente por um código que vem na embalagem (ao menos para a edição ocidental é assim). Mesmo assim, ambos jogos só rodam se o cartucho estiver no dispositivo, sendo o segundo uma espécie de DLC (não está claro se o FF X roda caso o jogador não baixe o X-2, mas supõe-se que sim).

 

As versões físicas para Switch lançadas no Japão e em outros países da Ásia trazem ambos jogos no cartucho. Elas não têm restrição de região e também vem a dublagem e textos em inglês, além das melhorias gráficas, podendo servir como outra opção para quem tem o console. O jogo também está disponível para Xbox ONE, Playstation 4, Playstation 3, Playstation Vita e Steam, sendo que apenas as versões ocidentais para PS Vita e Switch trazem um dos jogos apenas como um download.

 




FF X lançou exclusivamente para Playstation 2 (PS2) em 2001 e foi o primeiro jogo da franquia com cenários totalmente em 3D e dublagem. Na época do lançamento, a Squaresoft (hoje Square Enix) passava por um momento financeiramente complicado, mas o enorme sucesso comercial e de crítica do título ajudou a empresa a recuperar a estabilidade (junto com Kingdom Hearts). A história conta sobre Tidus, que acaba supostamente transportado por uma entidade chamada Sin para mil anos no futuro, quando o mundo em que vive se chama Spira. Lá ele conhece Yuna, uma jovem sacerdotisa prestes a começar uma peregrinação para obter o aeon final e derrotar Sin, e acaba se juntando ao time de guardiões dela.


O sucesso do jogo foi tanto que foi também o primeiro Final Fantasy a ganhar uma sequência, FF X-2, lançada em 2003. A continuação se passa no mesmo universo, dois anos após a derrota de Sin, e se foca em Yuna, que, junto com Rikku e Paine, entra em uma aventura na qual precisará amadurecer emocionalmente e lidar com conflitos políticos da nova realidade de Spira. Segundo a própria Square Enix, os dois jogos juntos venderam mais de 14 milhões de cópias mundialmente no PS2.


E você, o que acha desses jogos? Conte para a gente nos comentários!


Fonte: Siliconera

© SQUARE ENIX


perfilLaura é graduada em Psicologia pela USP, redatora de notícias para a Crunchyroll.pt e eventualmente também escreve para o Nani. Entrou nessa de desenhos japoneses por causa de Cavaleiros do Zodíaco e está aí até hoje. Para surtos e reclamações mais pessoais, o Twitter é @gasseruto.

Outras Principais Notícias

5 Comentários
Ordenar por: