Hikaru Kondo, fundador do estúdio ufotable, confessou que sonegou impostos acreditando que isso não traria problemas ao estúdio

Kondo disse: “Eu cometi sonegação de impostos crente de que isso não traria nenhum problema para a empresa”

ufotable

 

O julgamento de Hikaru Kondo, fundador e ex-presidente do estúdio de anime ufotable e que foi indiciado por violar a Lei de Imposto sobre Consumo e a Lei de Imposto Corporativa, começou hoje no Tribunal Distrital de Tóquio com o acusado Kondo fazendo sua declaração de abertura em relação às acusações feitas contra ele. Na declaração de abertura, ele confessou as acusações feitas e pediu desculpas aos fãs e às demais partes interessadas.

 

Kondo é acusado de transferir a renda dos cafés de Tóquio administrados pela ufotable para um cofre em sua casa e fez declarações de imposto de renda falsas nos anos de 2015, 2017 e 2018, ocultando cerca de 441 milhões de ienes (21,1 milhões de reais) do Bureau Regional de Tributação de Tóquio, que apresentou uma reclamação contra Kondo e ufotable em abril de 2019. Isso permitiu que Kondo supostamente sonegasse a pagar cerca de 109 milhões de ienes (5,2 milhões de reais) em impostos corporativos e 28 milhões de ienes (1,3 milhão de reais) em impostos sobre o consumo. O montante de impostos que ele deve no julgamento de hoje é maior do que acusado em julho de 2021, porém menor do que inicialmente acusado em junho do ano passado.

 

Kondo in the courtroom

Kondo no tribunal (via NHK)

 

Na declaração de abertura da promotoria, eles afirmaram que os 441 milhões de ienes sonegados seriam destinados para o estúdio ufodable, conhecido pelo fenômeno do anime de Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba, a fim de bancar futuros projetos, bem como ajudar o estúdio em caso de uma crise nos negócios.

 

Depois, Kondo continuou sua declaração de abertura: “Eu cometi sonegação de impostos crente de que isso não traria nenhum problema para a empresa. E por causa disso, eu peço desculpas”. Kondo se curvou enquanto se desculpava.

 

Antes, o estúdio ufotable afirmou que tanto a emrpesa como Kondo já tinham pagado 137 milhões de ienes (6,5 milhões de reais) em forma de impostos para o Escritório Tributário.

 

Leia também:

 

Fonte: CRNews

 

 


Samir “Twero” Fraiha é redator de notícias da Crunchyroll.pt. Formado em Letras e em Artes Visuais, curte animes, mangás e games desde os 5 anos e é fã dos jogos da CyberConnect2. É bem ativo no Twitter como @Twero e também gosta de gravar e editar podcasts.

Outras Principais Notícias

2 Comentários
Ordenar por:
Hime banner

Teste o Novo CrunchyrollBeta

Quero testar