Japão encerra hoje o estado de semi-estado de emergência da COVID-19 em todas as suas províncias

O país está buscando em subir a entrada de pessoas vindas do estrangeiro para 10 mil por dia

Shibuya em março de 2022 (Foto de: Daryl Harding)

Shibuya em março de 2022 (Foto de: Daryl Harding)

 

Após dois meses, o governo japonês encerrará hoje as restrições do semi-estado de emergência, dada a queda de casos e de pessoas hospitalizadas. Apesar da atual sexta onda da COVID-19 no país, os casos diminuíram drasticamente em toda a população insular, e com a taxa de pessoas vaciandas chegando em 80%, enquanto pessoas com a terceira dose já atingem 33,3%. Esses dados encorajaram o governo a diminuir as restrições vigentes.

 

Este período de semi-estado de emergência teve início no dia 21 de janeiro, motivados pelo aumento de casos da variante Omicron no Ano Novo. Este período foi estendido e expandido duas vezes, a primeira ocorrendo em janeiro e a segunda no começo deste mês. As principais áreas foram as regiões metropolitanas ao redor de Tóquio e Osaka, assim como regiões movimentadas como as bases militares dos EUA em Okinawa, a região sul do Japão e Hokkaido. Apesar das restrições não serem tão severas quanto um estado de emergência padrão (por isso o “semi”), elas limitavam a entrada de eventos em locais fechados, assim como o consumido de bebidas alcoólicas em estabelecimentos alimentícios.

 

Apesar do fim do semi-estado de emergência, isso não significa que todas as restrições acabaram, especialmente para eventos em locais fechados. Para eventos que enviaram um plano de prevenção de infecção, são permitidas o acesso de 100% das pessoas no local, (incluindo público, funcionários e etc.), enquanto eventos sem o plano são permitidos 5.000 pessoas ou 50% da capacidade do local, o que for maior.

 

O Japão também está buscando aumentar o número de pessoas que entram no país diariamente, de 7.000 para 10.000 pessoas. Neste ponto, qualquer pessoa que viaje para o Japão com um visto de não turista pode entrar no país e deve ficar em quarentena com base no status de vacinação, um teste PCR negativo e também de que país a pessoa veio.

 

Ainda assim, Yuriko Koike, governadora de Tóquio, pediu para as pessoas não se aglomerem em parques para a temporada do hanami (a apreciação do desabrochar das cerejeiras) deste ano, que começou recentemente na região de Tóquio.

 


 

Se você tem algum conhecido que reside atualmente no Japão, o site da NHK World Japan disponibiliza informações e fontes sobre o coronavírus em inglês, em seu site oficial.

 

Leia também:

 

Fonte: CRNews

 

 


Samir “Twero” Fraiha é redator de notícias da Crunchyroll.pt. Formado em Letras e em Artes Visuais, curte animes, mangás e games desde os 5 anos e é fã dos jogos da CyberConnect2. É bem ativo no Twitter como @Twero e também gosta de gravar e editar podcasts.

Outras Principais Notícias

2 Comentários
Ordenar por:
Hime banner

Teste o Novo CrunchyrollBeta

Quero testar