ENTREVISTA: Manabu Otsuka, Hiroshi Seko e Hiroaki Matsutani falam sobre o futuro de JUJUTSU KAISEN

Conversamos com parte da equipe por trás de JUJUTSU KAISEN para falar sobre como dar vida à série de sucesso e o que eles planejam para o futuro!

 

Depois de ultrapassar os US$ 180 milhões de dólares (24,25 bilhões de ienes / R$ 922 mil reais) de bilheterias ao redor do mundo com o sucesso do filme JUJUTSU KAISEN 0, não há dúvida de que JUJUTSU KAISEN é a franquia de grande sucesso que o estúdio MAPPA e a distribuidora TOHO sempre sonharam. Depois de encantar os fãs com seu adorável elenco de personagens em sua temporada de estréia e filme, o estúdio MAPPA confirmou que a série retornará para uma segunda temporada em 2023.

 

A equipe da Crunchyroll teve a oportunidade de conversar com o presidente do estúdio MAPPA, Manabu Otsuka, o roteirista de JUJUTSU KAISEN, Hiroshi Seko, e o produtor da TOHO, Hiroaki Matsutani, para saber como a equipe trouxe a história original de Gege Akutami à vida em forma de anime, como o sucesso da série está moldando o futuro do estúdio e o que eles têm reservado para os fãs quando Yuji, Megumi, Nobara e Gojo retornarem às telas.

 

Olá! Muito obrigado por reservar um tempo de suas agendas ocupadas para falar conosco hoje. Para Otsuka-san, Seko-san e Matsutani-san, vocês poderiam se apresentar aos nossos leitores e comentar um pouco sobre o que vocês fazem?

 

Seko: Olá, eu sou Hiroshi Seko. Eu sou o roteirista de JUJUTSU KAISEN.


Otsuka: Meu nome é Manabu Otsuka e sou o CEO do estúdio MAPPA. Nos créditos, você poderá me localizar listado em Gerenciamento de Produção.


Matsutani: Eu sou Hiroaki Matsutani da TOHO e sou o produtor de JUJUTSU KAISEN.

 

 

Otsuka-san, como CEO do estúdio MAPPA, o que você procura em uma história ao escolher um novo projeto para adaptar em anime? Há algo especial que você está buscando?

 

Otsuka: Não importa quem está levantando a possibilidade, seja um criador, diretor ou produtor, se houver um forte desejo de transformar um projeto em anime, trabalharemos nisso. Deve haver uma forte paixão da pessoa. Claro, também nos concentramos em branding para a empresa. Para JUJUTSU KAISEN, era uma série de quadrinhos de sucesso na Weekly Shonen Jump, então havia um forte potencial de marca para essa história tanto no mercado doméstico quanto no exterior. Se houver uma oportunidade de mostrar que o MAPPA é um bom estúdio, nós o faremos.

 

 

Relacionado: ENTREVISTA: Sunghoo Park, diretor de JUJUTSU KAISEN 0, fala sobre a criação de feitiçaria cinematográfica

 

 

Seko-san e Matsutani-san, com que frequência vocês trabalharam com Akutami-sensei na adaptação do roteiro para JUJUTSU KAISEN e/ou JUJUTSU KAISEN 0?

 

Seko: Eu provavelmente só encontrei Akutami-sensei duas ou três vezes pessoalmente, mas o editor de Akutami-sensei sempre participava de cada reunião de produção para discutir a história. Se houvesse alguma dúvida, ele agiria como interlocutor para Akutami-sensei.

 

Matsutani: Nós realmente não tínhamos um número fixo de reuniões com Akutami-sensei ou seu editor, mas sempre consultávamos Akutami-sensei através de seu editor se precisássemos verificar a precisão de nossa adaptação de seu trabalho original, por exemplo em como retratar os personagens e o cenário. Sempre pedimos esclarecimentos e confirmações.

 

 

Muitos fãs do MAPPA elogiaram a animação do estúdio, especialmente as cenas de luta, a coreografia fluida e o trabalho de câmera. Com um histórico de fazer animes orientados para ação, a equipe sempre se concentrou em cenas de luta e batalha ou isso foi algo para desenvolver ao longo do tempo à medida que a equipe crescia?

 

Otsuka: Sim, sempre tive a tendência de criar ótimas cenas de ação e foi definitivamente um foco para nós. No caso de JUJUTSU KAISEN, tivemos vários animadores ansiosos para desenhar aquelas ótimas sequências de luta. Não apenas animadores japoneses, mas animadores de todo o mundo. Essa é provavelmente a razão pela qual JUJUTSU KAISEN é conhecido por ser um anime com foco em ação que os fãs adoram. O MAPPA trabalhou frequentemente em títulos que exigem cenas de ação intensas, e é por isso que temos essa reputação.

 

Seko-san, ao trabalhar em JUJUTSU KAISEN, houve alguma cena ou capítulo em particular que foi especialmente difícil para você escrever e adaptar?

 

Seko: Houve algumas cenas que não existiam no mangá original, então é claro que essas cenas foram difíceis de criar do zero. Depois, também haviam muitas cenas que compusemos inteiramente de narração, diálogo e descrição, as quais Akutami-sensei nos dizia para não usar, mas é claro que é possível eliminar todas, então tivemos que descobrir como incorporar algumas das informações que foram descritas na narração em forma de animação – geralmente como um monólogo.

 

Para JUJU SANPO [os curtas no final de cada episódio], Akutami-sensei escreveria a história e o Diretor Assistente, Umemoto-san, plajenava os visuais para retratar a história cotidiana mais descontraída dentro do universo JUJUTSU KAISEN e desenvolveu o olhar para gerar esse sentimento. Mesmo sendo uma parte descontraída do show, nós também queríamos expressar muito cuidado e mostrar que levamos a sério esses segmentos também. É provavelmente por isso que os fãs também adoraram essa parte do anime.

 

Você trabalhou em muitos animes notáveis ​​ao longo de sua carreira. Você acha que escrever roteiros ainda é tão difícil quanto no dia em que começou? Cada história apresenta seus próprios desafios únicos?

 

Seko: Ambos. Claro, estou me acostumando a escrever roteiros e fica mais fácil com o tempo, mas novos projetos ainda apresentam desafios únicos que temos que enfrentar um de cada vez.

 

 

Ao trabalhar em JUJUTSU KAISEN e JUJUTSU KAISEN 0, houve algo sobre a composição da história que você achou mais fácil de fazer em um longa-metragem em comparação a uma série de TV com 24 episódios (ou vice-versa)?

 

Seko: É quase a mesma coisa. Em um longa-metragem, você tem que criar ondulação na história, então essa é uma dificuldade que enfrentamos. Na TV, são 24 episódios, então você sempre tem que prestar atenção ao propósito que cada episódio serve na série. Eu sempre penso no tema de cada episódio. Claro, já que é uma série, você tenta criar um gancho no final de cada episódio para que as pessoas queiram assistir ao próximo. Eu amo assistir séries estrangeiras como Breaking Bad e The Walking Dead, dois trabalhos nos quais me inspirei.

 

 

Relacionado: QUIZ: Quanto você sabe sobre Yuji Itadori, o protagonista de JUJUTSU KAISEN?

 

 

JUJUTSU KAISEN faz um ótimo trabalho equilibrando personagens familiares da série com rostos menos familiares. Houve alguma estratégia em como equilibrar os personagens na história?

 

Seko: A história original já fez a maior parte desse trabalho por lá, então não posso reivindicar muito crédito em relação a isso. Esse é um dos pontos fortes da história de Akutami-sensei. Claro, já que é uma série, tentaríamos dar a alguns dos personagens seus próprios episódios para destacá-los – tipo, este episódio vai focar na Maki e Mai, e outro episódio focará no Panda.

 

 

Para Otsuka-san, qual é a sua visão para o futuro do estúdio MAPPA e como você imagina chegar lá? Qual é a filosofia do estúdio?

 

Otsuka: Usando nosso poder para criar anime, eu gostaria que o MAPPA crescesse e expandisse nossa influência globalmente. O objetivo é que nosso anime seja conhecido e aceito mundialmente, mas como empresa, ainda não chegamos lá. Esperamos conseguir isso em breve e que nossa empresa continue a crescer.

 

Bem, posso garantir que o MAPPA está no caminho para se tornar um nome familiar. Como JUJUTSU KAISEN moldou a maneira como você pensa sobre essa visão para o estúdio? A série fez você pensar em projetos futuros de novas maneiras que você não tinha antes?

 

Otsuka: JUJUTSU KAISEN se tornou um grande sucesso e está gerando muito lucro continuamente. A história em quadrinhos original ainda está em andamento, então o desafio é como vamos tornar este título cada vez maior para ajudar o MAPPA a crescer.

 

 

Finalmente, para todos, há algo que vocês gostariam de dizer aos fãs que estão esperando ansiosamente pela próxima temporada de JUJUTSU KAISEN em 2023?

 

Seko: Muito obrigado por assistir a série de TV e o filme. A segunda temporada continuará a incrível história do mangá original, então tenho certeza que atenderá às expectativas dos fãs.

 

Otsuka: A primeira temporada da série de TV e o filme foram muito, muito bem sucedidos. Gostaríamos de alavancar esse sucesso para a segunda temporada, mas não vamos fazer a mesma coisa e nos repetir. Aos fãs da série, gostaria de mostrar ainda mais sucesso e maior crescimento na segunda temporada, tanto para JUJUTSU KAISEN quanto para o estúdio MAPPA.

 

Matsutani: Para os fãs que apoiaram a franquia, não temos nada além do mais profundo apreço, então muito obrigado. Ao desenvolver o maravilhoso trabalho da história de Akutami-sensei, gostaríamos de capturar muitos mais fãs criando um anime profundo e significativo.

 

Não tenho dúvidas de que a segunda temporada será um sucesso estelar e que todos vão adorar. Espero recebê-lo de volta aos Estados Unidos na Anime Expo do próximo ano. Muito obrigado pelo seu tempo!

 


 

Nossos agradecimentos a Manabu Otsuka, Hiroshi Seko e Hiroaki Matsutani por se sentarem para conversar conosco na Anime Expo 2022 e um agradecimento especial a Eiko Grafton por interpretar esta entrevista.

 

Você pode assistir a primeira temporada de JUJUTSU KAISEN na Crunchyroll agora mesmo e não deixe de assistir JUJUTSU KAISEN 0 em 21 de setembro!

 

 

Adaptado da entrevista original de Kristine Don

Outras Principais Notícias

1 Comentário
Ordenar por:
Hime banner

Teste o Novo CrunchyrollBeta

Quero testar