[Resenha] Orange: uma história importante sobre como mudar as coisas para melhor

E se você pudesse consertar seus erros do passado por um bem maior?

Em 2016, quando foi exibido pela primeira vez, um anime com uma história que conseguiu tocar muita gente foi Orange, adaptação feita pelo estúdio Telecom Animation Film do mangá homônimo de Takano Ichigo, obra que até mesmo chegou a ser publicada aqui no Brasil pela editora JBC, ainda em 2015, antes mesmo do anime sequer ter sido anunciado.

 

O mangá que começou a ser publicado como um shoujo, mas acabou mudando para uma revista seinen trazia uma temática interessante e comumente vista em animes: viagem no tempo, mas além disso a obra carregava algo a mais, que é uma discussão importante sobre uma doença séria como a depressão e logo de início ela nos mostra como isso pode nos fazer perder pessoas que amamos.

 

Na história, acompanhamos a jovem Takamiya Naho que, certo dia, acaba recebendo uma misteriosa carta de uma versão sua de dez anos no futuro. Os acontecimentos da carta narravam perfeitamente o que aconteceria no dia de Naho, incluindo que ela conheceria um estudante transferido naquele dia, Naruse Kakeru. Escrito junto aos acontecimentos, a carta possui várias instruções e um pedido: salve o Kakeru

 

 

Na história, além de Naho, que está se esforçando para seguir os passos da carta e salvar que o pior aconteça com o rapaz, o grupo de amigos também vai se aproximando de Kakeru e, assim como Naho, sempre tentam fazer o melhor por ele. No entanto, Kakeru é uma pessoa que vive escondendo seus sentimentos para não preocupá-los e, apesar de seu sofrimento, sempre carrega um sorriso no rosto, o que às vezes torna as coisas ainda mais dolorosas de acompanhar.

 

Naho, em sua versão do futuro carrega arrependimentos sobre como agiu com Kakeru, assim como os outros colegas, principalmente Hiroto Suwa, melhor amigo de Kakeru que carrega um grande fardo sobre como agiu no passado com o ele, principalmente por ter sentido que não o apoiou o suficiente.

 

A história acaba trazendo um ponto bastante pesado para a discussão, mas apesar de soar bastante dolorida, a obra consegue abordar toda a situação de uma maneira bastante sincera e, de certa forma, leve, mostrando que, por mais difícil que seja, as coisas podem ser melhoradas com apoio de pessoas que realmente se importam. O anime passa uma mensagem bastante positiva sobre isso e torna a obra bastante singular nesse sentido.

 

 

Além disso, Orange também é uma história de romance. Na linha do tempo que vemos no futuro, observa-se que Naho é casada com Suwa, porém a garota logo no início da série se mostra apaixonada por Kakeru e ele também aparenta gostar dela. Porém, acompanhamos que o sentimentos do Suwa do passado não são diferentes e ele também gosta de Naho, o que pode deixar as coisas um tanto complicadas em alguns momentos.

 

Além disso, temos também a situação com a personagem Ueda Rio, garota que acaba também se apaixonando por Kakeru e começa a criar conflitos em relação a amizade do garoto com seus outros amigos, principalmente com Naho, já que ela é mais próxima dele.

 

O romance, apesar de não ser o grande foco da série, é agradável de se ver e traz situações que aquecem os corações dos espectadores, principalmente por causa do carisma apresentado nos protagonistas que são muito fáceis de se gostar, ainda mais acompanhando o drama da narrativa.

 

 

Concluindo, Orange é uma série para todos. A mensagem repassada é bastante necessária para ser vista por outras pessoas e ela não deixa que as coisas fiquem pesadas a ponto de ser algo complicado de acompanhar. A relação entre os personagens principais da trama também tem o bônus de ser bastante interessante de assistir, tornando o anime divertido para públicos que querem personagens simpáticos.

 

O anime está disponível completo aqui na Crunchyroll.pt, com opção de legendas e também de dublagem em português. Para dar ainda mais chances ainda para vocês acompanharem a série, Orange será exibido na segunda maratona de animes no Twitch, ao lado de  Interviews with Monster GirlsRecovery of a MMO Junkie

 

A maratona acontece nesse domingo, dia 28 de abril. Orange será exibido dublado a partir das 14h do início ao fim. Antes do anime, a partir das 8h30, será possível acompanhar Interviews with Monster Girls e, assim que terminar Orange, às 19h45, começa a exibição de Recovery of a MMO Junkie. Nos siga no Twitch para não perder a hora! 

 


 

Talles Queiroz (TekeEfe) é redator de notícias da Crunchyroll.pt e estudante de Letras pelo IFSP. Sofrendo por personagens 2D desde sempre, escrevendo sobre esse sofrimento desde 2013. Para surtos mais pessoais, o Twitter é TekeEfe também.

Outras notícias principais

21 comentários
Ordenar por: