Co-fundador do Studio Ghibli fala sobre futuro da companhia e sobre Hayao Miyazaki

Toshio Suzuki fala sobre a pausa nas atividades para avaliar o futuro da companhia

 

O diretor e co-fundador do Studio Ghibli, Toshio Suzuki, deu uma entrevista para o programa Asa Ichi transmitido pela NHK na manhã desta quinta-feira afirmando que Hayao Miyazaki "poderá fazer algo novamente". Ele disse que Miyazaki falou sobre fazer um curta-metragem para o Museu Ghibli.

 

Além de obras vencedoras de diversos prêmios, como "Nausicaä do Vale do Vento" e "A Viagem de Chihiro", Miyazaki também dirigiu curtas como "Kujiratori", "Koro no dai-sampo", "Mei to Konekobasu", "Mizugumo Monmon", "Yadosagashi", "Hoshi o Katta Hi" e "Pan dane to tamago hime".

 

Suzuki também falou sobre seu plano de dar uma pequena pausa nas atividades do estúdio para considerar a direção que a companhia tomará no futuro após Miyazaki anunciar a sua aposentadoria da direção de filmes. "Nós estamos mudando a maneira de fazer [animação]. Queríamos construir uma empresa dos sonhos. Nós fomos capazes de realizar [esse sonho] até certo ponto e estamos muito felizes com isso. Mas agora estamos em um ponto em que temos que pensar no que iremos fazer a seguir".

 

Miyazaki anunciou no ano passado que não faria mais filmes. Assim como Hayao, Toshio Suzuki também decidiu este ano abandonar o cargo de produtor, embora ele esteja assumindo o título de diretor-geral. O último filme feito pelo estúdio, "Omoide no Mānī", do diretor Hiromasa Yonebayashi, estreou em terceiro lugar durante o final de semana dos dias 19-20 de julho com receita de 378.790.697 ienes, sendo exibido em 461 telas de cinema pelo Japão.

 

Fonte: Variety


Diego Silva é redator da CrunchyNotícias pela Crunchyroll.pt e também é apaixonado por Mangás e Games. Recentemente foi promovido a Vassalo-kun pela Swyyy.

Outras notícias principais

1 comentário
Ordenar por:
Hime banner

Experimenta a nova Crunchyroll Beta

Quero experimentar