Highschool DxD sofre novo reajuste de preço em cima do mesmo volume

A Panini trocou um pouco as bolas...

A Panini, na publicação do décimo volume de Highschool DxD, acabou confundindo as coisas e colocando o mangá à venda pelo preço, já reajustado, de R$14,90, porém em sua página do Facebook a editora fez uma retratação sobre o preço, afirmando que ele custará na verdade R$16,90, três reais a mais que os R$13,90 que era antes dessa confusão de reajustes.

 

Além do reajuste por causa da inflação, a Panini afirmou que há outra série de fatores que justifica o motivo do aumento maior que o de outros títulos. O motivo principal deve-se a queda nas vendas da obra e consequentemente de sua tiragem, o que complica os lucros da editora. Além disso, essa escolha permite que o mangá continue sendo publicado, já que, se continuasse como estava, poderia vir a ser congelado ou até mesmo cancelado, algo que já ocorreu com diversas publicações da Panini no passado.

 

Highschool DxD já foi enviado para algumas lojas com o preço de R$14,90 e não houve informação por parte da Panini se esse lote será recolhido. Como o título chegou apenas a poucos locais, não deve acontecer, mas a distribuição mais geral já deve estar com o preço corrigido.

 

Lembrando que o mangá é publicado no formato padrão da Panini, que usa o papel pisa brite, conhecido como "jornal", o que obviamente gerou confusão entre os compradores do mangá.

 

capas do volume 10, já com preço corrigido, da Panini

 

No Japão, o mangá de Highschool DxD tem uma publicação relativamente conturbada, já que é publicado desde 2010 e atualmente está ainda no seu décimo volume, justamente o que acabou de ser publicado no Brasil. Ainda não há previsão para a chegada do tomo de número 11. A light novel que deu origem ao mangá continua tendo sua publicação feita de forma normal, com 24 volumes publicados até então.

 

Fonte:  Panini Mangas


Talles Queiroz (TekeEfe) é redator de notícias da Crunchyroll.pt e estudante de Letras pelo IFSP. Sofrendo por personagens 2D desde sempre, escrevendo sobre esse sofrimento desde 2013. Para surtos mais pessoais, o Twitter é TekeEfe também.

Outras notícias principais

9 comentários
Ordenar por: