Será que esta guerreira vai encontrar o marido que tanto deseja? Mangá Betsushiki entrará seu "clímax" em breve

Obra lançou em julho de 2016 e se passa durante o período Edo

A mais recente edição da revista Morning two, da Kodansha, revelou que Betsushiki vai entrar no "clímax" na próxima edição, que sai no dia 20 de setembro. O "clímax" é frequentemente referido como um indício de que a obra deve acabar em breve, mas nem sempre isso acontece. Há casos em que esse termo é usado e a série continua ainda por bastante tempo.

 

Este mangá é uma comédia que se passa num período Edo "alternativo", focando em Rui Sasaki, uma betsushiki (uma mestre de armas que treina outras mulheres no harem de um xogum), que está procurando por um marido, preferencialmente mais fraco que ela porém bonito. Ela encontra outras betsushiki, ouve histórias sobre a vida casada, vai para festas e também para a Comiket, enfim, vive um bocado de experiências únicas.

 

 

A obra é serializada desde 2016 por TAGRO e possui, até o momento, 4 volumes compilados. Essa não é primeira obra de TAGRO na revista: Abnormal Physiology Seminar foi publicada de 2006 a 2015, um "remake" do Hentai Seiri Seminar ("Hen Semi"), inspirando duas animações em DVD e uma série para TV.

 

Curiosamente, de 1996 a 1998, uma antologia chamada Agua de Beber, reunindo 10 one-shots de um capítulo cada, foi publicada de forma indepentdente.  A adaptação em mangá inspirada na animação de Panty & Stocking with Garterbelt (do estúdio GAINAX), é de TAGRO, ela foi publicada na Young Ace da Kadokawa. De 2014 a 2016, TAGRO ainda roteirizou TsuTsu-UraUra☆Diaries, com ilustrações de Yasu (Joshiraku).

 

E você, conhece este mangá? Conte para a gente nos comentários!

 

Fonte: ANN

© TAGRO / Kodansha


perfilLaura é mestranda em Letras na USP, redatora de notícias para a Crunchyroll.pt e eventualmente também escreve para o Nani. Entrou nessa de desenhos japoneses por causa de Cavaleiros do Zodíaco e está aí até hoje. Para surtos e reclamações mais pessoais, o Twitter é @gasseruto.

Outras notícias principais

0 comentários
Sê a primeira pessoa a comentar!
Ordenar por: