Como um dragão, a Yakuza alçará novos céus com um filme live-action hollywoodiano sendo produzido pela Sega

O filme será uma adaptação produzida pela Sega e por Erik Barmack, da Wild Sheep Content

Yakuza

 

A sempre vívida Kamurocho está prestes a ficar ainda mais real com a adaptação em live-action da famosa série de video games Yakuza. Segundo a Variety, a Sega está produzindo um projeto de filme baseado em uma de suas franquias mais populares (atrás apenas de Sonic, que teve seu filme em live-action agora em 2020 e que ganhará uma continuação), juntamente com a Wild Sheep Content, de Erik Barmack, e a 1212 Entertainment. Barmack, que foi anteriormente o Chefe da Divisão Internacional das produções Originais da Netflix, irá produzir o filme com Roberto Grande e Joshua Long.

 

Ainda que os fãs possam ficar curiosos para saber como ficará este filme, ainda não é hora de sair por aí de kart pelas ruas. Na prática o filme de Yakuza está em pré-produção, então costuma demorar uns bons anos antes de termos a revelação dos nomes envolvidos na direção, elenco e outras coisas.

 

Pessoalmente, a premissa de Yakuza pode render um ótimo filme mostrando o submundo da máfia japonesa e tal... mas isso não dá liga e nem me faria dizer “isso faz jus aos jogos de Yakuza”. Se tiver situações e personagens inusitados, recriando mini-games que exploram as mais diversas atividades em Kamurocho, além de mostrar salvamento de animais de estimação e lutas exageradas contra outros membros da yakuza, aí sim vou me animar!

 

O próximo jogo da série, Yakuza: Like a Dragon, será lançado dia 13 de novembro para PS4, Xbox One, PC e futuramente para PS5 e Xbox Series X/S.

 

E vocês? O que esperam de um filme live-actiond e Yakuza? Digam aí nos comentários!

 

Leia também:

 

Fonte: CRNews

 

 


Samir “Twero” Fraiha é redator de notícias da Crunchyroll.pt. Formado em Letras e em Artes Visuais, curte animes, mangás e games desde os 5 anos e é fã dos jogos da CyberConnect2. É bem ativo no Twitter como @Twero e também gosta de gravar e editar podcasts.

Outras notícias principais

2 comentários
Ordenar por: